A 9ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Arraias realiza palestra sobre prevenção e combate ao uso e tráfico de drogas

A referida palestra teve como objetivo principal orientar e conscientizar alunos e alunas da tradicional escola Arraiana, sobre os malefícios que advém do uso de substâncias entorpecentes, que podem geram dependência química e trazer uma série de transtornos para os jovens, bem como suas famílias.

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 9ª Delegacia Regional de Arraias, ministrou, na manhã desta terça-feira, 20, uma palestra sobre prevenção e combate ao uso e tráfico de drogas, voltada para alunos e alunos da Escola Estadual Joana Batista Cordeiro.  

O evento teve início às 9h e foi realizado pela equipe composta pelos Delegados; José Antônio da Silva e Vanusa Regina de Carvalho Nunes, os Agentes de Polícia; Rogério Ferreira Braga, Elizeu de Sena Abreu Sobrinho, Graziela Barreto Silva e Reginalva Ramalho Pereira, além do Escrivão de Polícia Gabriel Gomes Carneiro.

A referida palestra teve como objetivo principal orientar e conscientizar alunos e alunas da tradicional escola Arraiana, sobre os malefícios que advém do uso de substâncias entorpecentes, que podem geram dependência química e trazer uma série de transtornos para os jovens, bem como suas famílias.

Na ocasião, os policiais civis da 9ª DRPC, utilizando uma linguagem didática, explicaram aos presentes, as características e composição das substâncias entorpecentes mais conhecidas e consumidas atualmente, bem como abordaram sobre as conseqüências daqueles que adentram no mundo das drogas.

Ao final do evento, a direção da unidade de ensino agradeceu a presença dos policiais civis, ressaltando que a palestra foi de muita importância para os adolescentes, que puderam se informar melhor sobre um assunto tão importante.

Para o delegado regional, José Antônio da Silva, a palestra serviu para que a Polícia Civil possa estreitar os laços com a comunidade, por meio de ações sociais e de cunho educativo.

“Ficamos muito satisfeitos com a receptividade com que fomos recebidos pelo corpo diretivo, bem como pelos alunos daquela instituição de ensino, que nos ouviram atentamente e receberam nossa mensagem com muito entusiasmo e alegria”, pontuou.  

“Dessa maneira, a Polícia Civil do Tocantins cumpre um importante papel social, aproximando-se mais ainda da população e contribuindo com a formação educacional de nossos jovens, ressaltando os aspectos de prevenção ao consumo e tráfico de drogas, reforçando, desta maneira, a Segurança Pública do Estado”, frisou. .

Estudantes da Escola Estadual Joana Batista Cordeiro assistem a palestra sobre prevenção ao uso e tráfico de drogas ministrada pela Polícia Civil.

Em Palmeirópolis: Secretaria de Saúde realiza ações de prevenção às DSTs

Campanha alerta sobre a importância da prevenção à Aids durante o Carnaval.

Buscando cumprir metas estabelecidas no Plano de Ações e Metas de 2018, dando continuidade ao projeto de diminuir a gravidez na adolescência em Palmeirópolis, a Secretaria Municipal de Saúde, realizou ações com objetivo de conscientizar e mobilizar a sociedade sobre o aumento do número de casos das doenças transmissíveis como Aids em Palmeirópolis, e a vulnerabilidade a que as pessoas se colocam com a prática do sexo, sem proteção.

Nesta quarta-feira (7), a equipe esteve na feira principal da cidade, orientando e entregando camisinhas à população.

De acordo com Mara Layane Alves Benvindo, coordenadora da Atenção Básica de Saúde, o uso do preservativo ainda é a alternativa mais eficaz e segura na prevenção das DST e da Aids.

Por isso, a estratégia de distribuição de camisinhas em pontos de grande concentração de pessoas nesta época do ano é fundamental para sensibilizar a população sexualmente ativa para a prática de sexo seguro, principalmente durante a folia do carnaval, período onde há aumento expressivo do número de parceiros eventuais.

O prefeito Fábio Vaz também esteve apoiando a equipe no projeto.

Equipe da saúde trabalhando em harmonia afim de concientizar as pessoas.

Da redação

Saúde lança guia de prevenção de tuberculose para soropositivos

Com alto índice de mortalidade entre portadores do vírus HIV, doença tem de 20 a 30% de chances de acometer pacientes deste grupo.

Pensando neste perfil de pacientes, a Secretaria de Estado da Saúde lançou nesta terça-feira (28) um guia para prevenção e tratamento da tuberculose em pessoas vivendo com HIV. A publicação da Centro de Referência e Treinamento DST/Aids e da Divisão de Tuberculose do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) é dirigida a profissionais de saúde da rede pública do Estado. 

O objetivo é proporcionar um atendimento mais especializado e humanizado para pacientes soropositivos. A tuberculose é uma das principais causas de óbitos em pessoas com HIV e as chances de a doença se manifestar nestes pacientes é de 20 a 30% maior do que em quem não tem o vírus.

O lançamento da publicação é alusivo ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose comemorado todos os anos, no dia 24 de março. O guia traz informações sobre prevenção, tratamento, rastreamento e diagnóstico da doença e alerta para o impacto da transmissão da doença entre a comunidade de pacientes com HIV.

Na mesma terça-feira, a Secretaria de Estado da Saúde premia os municípios, serviços de saúde e centros de vigilância epidemiológica que mais incentivaram a busca de casos no Estado. O evento acontece no Centro de Convenções Rebouças, zona Oeste da cidade de São Paulo.

A meta da Secretaria é reduzir a incidência da doença para menos de 10 casos para cada 100 mil habitantes até o ano de 2035 e para menos de um caso por um milhão de habitantes até 2050.

Em 1998, o número de casos registrados no Estado a cada 100 mil habitantes era de 49,3. Esse número caiu para 38,1 casos para cada 100 mil habitantes, em 2016, o equivalente a uma redução de 23% no número de casos verificados no Estado.

A tuberculose pode ser evitada com a vacinação precoce de crianças já após o nascimento ao máximo até os quatro anos. A vacina BCG está disponível gratuitamente nos postos de vacinação das redes do Sistema Único de Saúde (SUS), incluindo maternidades.

A doença é contagiosa e pode ser transmitida pela saliva do indivíduo infectado ao falar, espirrar ou tossir. Ela ataca principalmente os pulmões mas pode afetar outros órgãos ou sistemas. As informações são do portal do governo do Estado de São Paulo.

Noticias ao Minuto

CAMPANHA NOVEMBRO AZUL 2016 FOCA NA SAÚDE INTEGRAL DO HOMEM

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens. Em 2016, mais de 61 mil novos casos da doença serão registrados no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer. Por ano, são mais de 13 mil mortes: uma a cada 40 minutos. A campanha Novembro Azul, criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, tem o objetivo de orientar a população masculina sobre a doença e sobre os exames que o homem deve fazer.

A edição deste ano vai ampliar sua abordagem. Com o mote “De Novembro a Novembro Azul – Movimento permanente pela saúde integral do homem”, a campanha vai orientar sobre o câncer de próstata e alertar o homem sobre a importância de cuidar de sua saúde.

A presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida, Marlene Oliveira, vai fazer a abertura da Novembro Azul no dia 1º, a partir da 8 horas, no Ceagesp (Av. Dr. Gastão Vidigal, 1946, portão 3, na Praça do Relógio). O símbolo da campanha, um bigode gigante, também estará presente interagindo com o público do Ceagesp, que receberá folders informativos sobre cuidados e importância do diagnóstico precoce no câncer de próstata.

A ação seguirá até 16 horas e terá apoio da UBS da Lapa, que levará ao local uma equipe de enfermeiros que vai tirar dúvidas sobre o câncer de próstata, onde é possível fazer o exame, que procedimentos seguir. Haverá ainda a realização de atividade funcional com equipe da Bio Ritmo Continental.

“Nossa campanha é pioneira no Brasil em alertar os homens sobre a importância de se prevenir do câncer de próstata. Com o Novembro Azul consolidado em todo o país, passamos este ano a alertar sobre os cuidados com a saúde integral do homem. Queremos mobilizar a população masculina para que se torne protagonista da sua história e responsável por sua qualidade de vida em diferentes fases da vida”, explica a presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida, Marlene Oliveira.

O Instituto Lado a Lado pela Vida apresentará uma pesquisa inédita sobre saúde integral do homem que terá dados sobre: frequência que procura o médico, motivo e especialidade; realização de exames preventivos, ocorrência de câncer de próstata na família ou entre amigos; alimentação, atividade física, uso de bebida alcoólica e cigarro; entre outros.

Durante o mês de novembro, serão feitas, em todo país, atividades de orientação sobre o câncer de próstata e saúde do homem e ações para estimular a atividade física. Haverá ainda a distribuição de material informativo e prédios serão iluminados de azul, como Viaduto do Chá, em São Paulo, e Congresso Nacional, em Brasília. No Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, 17/11, o Cristo Redentor será iluminado.

Um dos destaques da programação é o II Fórum Ser Homem no Brasil, que ocorrerá no dia 7/11, em Brasília. Com apoio do Senado Federal, o evento reunirá profissionais de saúde, parlamentares, governantes, representantes do Ministério da Saúde e a população para debater prevenção e combate ao câncer de próstata e a outros tipos de câncer, como de pênis e testículo.

Nas redes sociais a campanha vai tratar da saúde integral do homem e usará as hashtags: #NOVEMBROAZUL  #DENOVEMBROANOVEMBROAZUL #MENOSPRECONCEITO  #MAISVIDA.

O Instituto Lado a Lado pela Vida vai disponibilizar para download folders informativos com dados sobre o câncer de próstata, além de fascículos sobre as doenças e prevenção em cada fase da vida.

A programação completa do Novembro Azul pode ser conferida no portal do Instituto Lado a Lado.

Sobre o Novembro Azul

O Instituto Lado a Lado pela Vida iniciou uma abordagem pioneira sobre a saúde do homem no Brasil, em 2008, quando criou a campanha Um Toque, Um Drible. Em 2011 nasceu a campanha Novembro Azul, que tem a missão de alertar os homens sobre a prevenção do câncer de próstata. Em sua 5ª edição com abrangência nacional, a campanha continua crescendo em todo o país.

O Instituto Lado a Lado pela Vida tem a missão de ampliar o acesso às novas tecnologias e humanizar a saúde de norte a sul do Brasil através do diálogo, do acolhimento e da promoção do bem-estar físico e emocional. Para isso, percorremos o país propagando a importância da prevenção, do autocuidado e da autoestima, levando para homens, mulheres e crianças essa conscientização de que a saúde é o nosso bem mais valioso e merece atenção especial.(fonte:instituto lado a lado)