Ex-governador do Rio de Janeiro diz que só estará satisfeito quando Cunha “estiver preso”

Anthony Garotinho afirma a EXPRESSO que era insuntentável mantê-lo como presidente da Câmara

Em entrevista a EXPRESSO o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho disse estar insatisfeito com a decisão do Supremo de suspender o mandato do deputado federal Eduardo Cunha, seu ex-assessor e, hoje, desafeto político. “Só vou ficar feliz quando ele (Cunha) estiver preso”. Para Garotinho, as revelações de negócios de Cunha com o doleiro Lúcio Funaro vão piorar a situação do presidente afastado da Câmara. Garotinho também disse ter estado com o vice-presidente Michel Temer recentemente. “Falei para ele sobre a necessidade de novas eleições gerais. Mas ele não me levou a sério”. A seguir, os principais trechos da conversa:

EXPRESSO – Como o senhor recebeu a decisão do STF de suspender o mandato de Eduardo Cunha?
Talvez ninguém o tenha enfrentado tanto quanto eu enquanto estive na Câmara dos Deputados. Eu acho que a decisão é, embora tardia, necessária. Era insustentável ter um cidadão com todas aquelas denúncias comandando a principal Casa Legislativa do país.

EXPRESSO – O senhor conhece bem Eduardo Cunha…
Eu demiti o Eduardo Cunha da Cehab (Companhia Estadual de Habitação) no meu governo (Eduardo Cunha sempre negou ter sido demitido ou ter pedido demissão na ocasião). O que se descobriu de Eduardo Cunha até agora é só um pedaço da fortuna que ele amealhou em todos esses anos. Se investigar, vão encontrar muito mais. Eu sempre disse que se quisessem pegar o Eduardo tinha de investigar (Lúcio) o Funaro, que é o doleiro dele. Agora pegaram o Cunha num envolvimento com o Funaro. Repito: o grosso (do dinheiro) dele quem manipula é o Funaro.

EXPRESSO – O senhor está satisfeito? É isso?
Ainda não. Só estarei satisfeito quando Eduardo Cunha estiver preso.

EXPRESSO – O senhor esteve recentemente com Michel Temer. O que disse a ele?
Eu perguntei a ele.

EXPRESSO – Perguntou o quê?
Prefiro não revelar (risos).

EXPRESSO – Por quê?
Deixa para lá.

EXPRESSO – O senhor está participando das conversas para a composição do provável governo Temer? O que está achando?
Eu acho que o PR não deveria participar (do governo Temer). Eu sempre defendi novas eleições gerais. O que eu não consigo entender é como um partido (PMDB) que tem sete ministérios, que tem suas principais lideranças investigadas, pode querer apontar a corrupção apenas dos outros. Eu vou dizer a exata frase que eu disse ao Michel Temer: primeiro é ela (Dilma Rousseff), o segundo será o Eduardo e depois será você (Temer).

EXPRESSO – E o que Temer respondeu?
Ele riu. Não levou a sério. Está aí a decisão do STF…(fonte:época)

IML de Araguaína não tem condições mínimas de funcionamento, diz MPE

Órgão também fez vistoria no Instituto de Criminalística da cidade.
Faltam servidores e estrutura; pedido de interdição foi feito à Justiça

Diversas irregularidades foram encontradas no Instituto Médico Legal e no Instituto de Criminalística de Araguaína, norte do Tocantins, pelo Ministério Público Estadual. Segundo o MPE, os orgãos não têm condições mínimas de funcionamento e também faltam funcionários.

Diante disto, o MPE pediu a interdição imediata do IML por meio de uma Ação Civil Pública (ACP). O pedido foi feito após vistoria realizada pelo promotor de justiça Paulo Alexandre Rodrigues de Siqueira e com base em avaliação da Vigilância Sanitária.

Ainda conforme o órgão, os problemas encontrados indicam “omissão do poder público na prestação de serviços pertinentes à segurança pública, com sério comprometimento na apuração de casos, sem a qual a elucidação das infrações penais torna-se inviável.”

iml6
Infiltração em sala do IML de Araguaína (Foto: Defensoria Pública/Divulgação)

Problemas
No IML foi verificada a falta de servidores, alojamento para plantonistas e cantina. Além de precariedade das instalações hidráulicas, falta de equipamentos de proteção individual e de espaço para atender às demandas. O MPE apontou ainda que o prédio está em péssimo estado de conservação”.

No núcleo do Instituto de Criminalística, os faltam servidores administrativos, motorista, guardas e peritos. Também foram encontrados equipamentos e salas sem condições de funcionamento e até falta de veículos. Segundo o promotor, os problemas colocam em risco a saúde dos trabalhadores e a situação tem causado o acúmulo de centenas de inquéritos policiais

Pedidos
O MPE pediu interdição imediata e temporária do Instituto Médico Legal, até que o Estado providencie condições mínimas de funcionamento. A ação pede reforma e estruturação do IML e Núcleo do Instituto de Criminalística, que o Estado dê continuidade ao concurso Polícia Técnico-Científica, entre outras coisas. A ação ainda será analisada pelo judiciário.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado foi procurada na noite desta quinta-feira (5) e ainda não apresentou resposta.(fonte:g1/to)

Crise derruba vendas de veículos novos em GO

RHUDY CRYSTHIAN/O Hoje

Se as projeções se confirmarem as vendas de veículos novos de passeio devem cair pelo quarto ano consecutivo e amargar uma baixa em torno de 5% do acumulado no Brasil. Devido à crise financeira que o setor enfrenta uma entidade que representa a categoria teve que revisar as projeções que até o ano passado eram de queda de 4%. Só no mês de abril a queda foi de 9,3% no País, em Goiás o cenário é ainda mais preocupante, -10,85%,sobre março desse ano e 31,58% sobre abril de 2015.

O setor regrediu a patamares de emplacamentos de oito anos atrás, mas com uma estrutura muito mais inchada, afirmou nessa semana dirigentes da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). A entidade acredita que uma possível troca de governo possa melhorar esse cenário.

Os números pessimistas demonstram que a crise se estacionou no segmento de automóveis e não mostram sinais de recuperação em curto prazo. O que levou ao fechamento de mais de mil concessionárias no Brasil desde o início do ano e a extinção de 48 mil postos de trabalho.

O Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos Automotores de Goiás (Sincodive) não divulga dados de empresas fechadas e postos de trabalho extintos, mas só nesse ano, três montadoras com filiais no Estado alegaram problemas financeiros e promoveram demissões, reduções de jornadas ou paradas forçadas até que os estoques fosse diminuídos.

Mesmo pressionadas pela perda de escala nas vendas, alta do dólar, inflação e elevação dos tributos nos últimos dois anos, as montadoras aumentam os preços de seus carros. Os reajustes compensam em parte o prejuízo, pois modelos de sucesso ajudam a cobrir o buraco deixado pelos veículos parados nos pátios.

Para o gerente de uma concessionária em Goiânia, Anderson Menezes Silva, a queda no movimento na loja foi de 12% desde início do ano. Em nível regional o gerente calcula que o tombo foi de 21% no período. O motivo é um só: crise. “O perfil do consumidor mudou muito. Dessa forma, as empresas também precisam mudar para driblar a queda nas vendas”.

Silvase refere ao fato de que a classe A não alterou seu nível de consumo, a classe B diminui um pouco e a classe C parou totalmente de trocar de carro. “Além da queda nas vendas podemos observar que o consumidor já chega na loja munido de informações que o vendedor deve estar por dentro para não perder o negócio”, diz.

Motos

O varejo de motos em abril somou 93,5 mil unidades emplacadas, registrando queda de 9,5% em relação a março, mês com mais dias úteis. A média diária de emplacamentos continua abaixo de cinco mil unidades. No acumulado do ano foram licenciadas 379,6 mil unidades, em todo País. Em Goiás, a quantidade de motos no último ano até hoje se manteve praticamente estável. Com uma leve alteração de 0,44%. Já na comparação com os últimos dois anos o aumento foi maior 4,24%, segundo dados do Detran-GO. 

Bancos negam 70% dos pedidos de crédito

A falta de confiança na economia aliada ao alto risco de desemprego trouxe outro problema para o setor. O ambiente de inflação e juros elevados deixou a liberação de crédito mais rigorosa. Empresários reclamam que a cada dez pedidos de financiamento de carro sete são negados.

Há alguns anos, entretanto, o índice de aprovação pelas instituições financeiras era exatamente o contrário. De acordo com o gerente da Saga, Anderson Silva, para conseguir uma aprovação de crédito os bancos estão pedindo 30% de entrada e o restante parcelado em, no máximo, 48 meses.

Silva diz que os bancos estão mais rigorosos para a liberação de crédito, o que tem assustado os compradores, mas acredita que com uma mudança na política econômica uma melhoria pode ser aguardada já para o final do ano. “Esse arrocho na liberação de crédito foi devido ao grande índice de calote que os bancos vêm sofrendo desde o final de 2014”, garante. 

Mulher deixa bilhete na lição do filho denunciando violência doméstica

Professora encontrou o recado e avisou a direção da escola que acionou a polícia

POR /Diario da Manhã

Uma mulher uruguaia que vivia presa à vigilância do marido, elaborou um plano muito bem executado para denunciar a violência doméstica que sofria há muito em casa.

A vítima vive em Benalmádena, na província de Málaga, sul da Espanha, onde não podia sair sozinha na rua, usar o celular ou entrar em redes sociais sem a permissão do marido. Além disso, de acordo com relato da mulher à polícia local, o homem fazia checagens frequentes no telefone e filtrava qualquer contato estranho.

Em desespero, a mulher conseguiu esconder um bilhete de socorro em meio a lição de casa de seu filho de 8 anos. Nele havia uma explicação sobre a situação a qual vivia e escreveu seus dados pessoais e até o endereço.

A professora da criança achou o recado dentro do livro do aluno e avisou a direção da escola, que entrou em contato com a polícia e o Centro Municipal da Mulher de Benalmádena.

As autoridades junto à escola elaboraram um plano cuidadoso para investigar o caso sem levantar suspeitas, a fim de proteger a vítima.

O casal foi convocado para uma reunião pedagógica e quando chegou ao local, o marido ficou esperando do lado de fora. A mulher entrou na instituição sozinha e relatou aos policiais os maus-tratos, além de afirmar que o homem havia até colocado fogo na cama para intimidá-la. Ela estava com vários hematomas pelo corpo.

Após o relato da vítima, o homem foi detido ali mesmo, mas foi liberado sob a condição de se manter afastado da vítima a uma distância estabelecida pela polícia, além de usar uma pulseira eletrônica que informa às autoridades caso a medida seja descumprida.

Mãe e filho estão recebendo assistência do Instituto Andaluz da Mulher, órgão governamental dedicado à promoção da igualdade dos gêneros.

Grupo invade e saqueia loja de eletrodomésticos em Palmas

Pelo menos 70 pessoas participaram da ação criminosa.
Eles fugiram com a chegada da polícia e deixaram vários objetos para trás

Um grupo de pelo menos 70 pessoas invadiu uma loja de eletrodomésticos na quadra 104 Sul, no centro de Palmas, na noite desta quinta-feira (5) e saqueou vários eletrodomésticos. Conforme testemunhas, a loja saqueada tem ligação com a empresa Aliança Online, que teve R$ 300 milhões bloqueados pela Justiça por suspeita de aplicar um esquema financeiro conhecido como “pirâmide financeira”

A Polícia Militar (PM) foi chamada e o grupo se dispersou deixando alguns objetos furtados para trás. Eles usaram pedras para quebrar os vidros e, de acordo com testemunhas, um veículo foi utilizado para puxar as grades de segurança do local.

“Testemunhas disseram que no andar de cima funciona o suposto sistema de pirâmide da Aliança Online, que teve dinheiro bloqueado. Aquelas pessoas que investiram se sentiram prejudicadas vieram aqui para levar alguns objetos desse estabelecimento que fica na parte de baixo. Conforme as testemunhas, trata-se de uma única empresa”, disse o tenente da PM George Gomes.

Ainda de acordo com a PM, o ataque foi organizado em um grupo de um aplicativo de mensagens por celular.

Um dos franqueados da empresa Aliança Online, que pediu para não ter o nome revelado, afirmou que se tratam de duas empresas diferentes. E que a relação entre elas seria apenas comercial, pois a Aliança iria comercializar produtos da loja.

Ataque
No momento do saque dois seguranças estavam no local. Eles contaram que quando viram a quantidade de pessoas correram e se esconderam dentro de um banheiro. Pelo menos nove eletrodomésticos, entre geladeiras, lavadeiras e micro-ondas, foram recuperados nos arredores do prédio.

Alguns objetos foram encontrados em um terreno baldio próximo da loja. Nenhum dos funcionários quis dar entrevista. Até a publicação desta reportagem ninguém tinha sido preso pela PM. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil e os envolvidos podem responder por furto e danos ao patrimônio.

Entenda
Após receber várias denúncias, a Justiça bloqueou R$ 300 milhões de contas bancárias ligadas à empresa Aliança Online, que tem sede em Palmas e atua em todo o país pela internet.

O pedido de bloqueio foi feito pelo Ministério Público Estadual (MPE). A empresa é suspeita de aplicar um golpe conhecido como “pirâmide financeira”.

Segundo a promotora de Justiça Katia Chaves Gallieta, responsável pelas investigações, uma pessoa que comprou uma franquia da empresa no valor de R$ 1 mil teria informado que o ganho era de R$ 84 por dia, mas depois os valores caíram. O juiz Pedro Nelson Coutinho determinou que a Receita Federal encaminhe cópias de declarações de bens das empresas.

A Aliança Online deve apresentar, em até cinco dias, a relação de todos os franqueados, valores recebidos, faturamento com a venda de produtos e franquias oferecidas. A TV Anhanguera tentou entrar em contato com a empresa nesta quinta-feira, mas não houve resposta.(fonte:g1/to)

Prefeitura de Palmeirópolis realizará consulta pública para discutir o plano de saneamento

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, realizará na próxima sexta-feira 06, partir das 19horas a primeira consulta pública para discutir o Plano Municipal de Saneamento Básico composto pelos serviços de Abastecimento de água, Esgotamento Sanitário, Resíduo Sólido a e Drenagem Pluvial. Vai acontecer na  Câmara Municipal de Palmeirópolis, situada a Avenida das Palmeiras no centro. O evento pretende reunir representantes da Prefeitura, dos Conselhos Municipais de Saúde e Meio Ambiente, dos sindicatos, Ministério Público, Associações, Defensoria Pública e sociedade civil organizada.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente Jean Carlos Soares Pereira, a consulta pública servirá para um bom desempenho do plano “vamos tratar dos quatro eixos do saneamento básico, que englobam abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, drenagem pluvial, essa discussão será de suma importância para o nosso município, pois contamos com a participação de toda a sociedade, Nossa expectativa é recebermos contribuições da população, de forma que possamos ter um diagnóstico consolidado e que retrate a situação do município com todas as suas particularidades”, completou o secretário.

Os engenheiros Sergio Augusto, Robson Gabriel e a bióloga Isabela Martins técnica da Agencia Tocantinense de Regulação irão apresentar e tirar dúvidas sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico.

A construção do plano, conta com a contribuição dos convidados para alteração ou inclusão, garantindo a participação e controle social efetiva da população. Com o diagnóstico participativo e levantamento realizado pela equipe técnica, será detectado deficiência do Saneamento Básico do município de Palmeirópolis, viabilizando um prognóstico futuro com estabelecimento de metas e formulação de programas e projetos que alcancem os objetivos, almejando a universalização dos serviços de Saneamento Básico de Palmeirópolis.

Ascom/MariCorreia

Proposta de aposentadoria incentivada tramita na CCJ

O projeto do Tribunal de Justiça (TJ) que institui o Programa de
Aposentadoria Incentivada (PAI) voltado a Magistrados e integrantes do
Quadro de Servidores Efetivos do TJ foi encaminhado à Comissão de
Constituição, Justiça e Redação (CCJ), na sessão desta terça-feira, 3.

O incentivo corresponde à indenização de 25% sobre o subsídio do
magistrado ou remuneração básica do servidor e deverá ser paga em
parcela única em até 7 meses, contados da publicação do ato de
aposentadoria, ou em quatro parcelas, segundo cronograma de desembolso
definido em norma interna do Tribunal de Justiça, conforme programação
orçamentária.

Com a substituição de servidores em final de carreira por novos
servidores o Tribunal de Justiça pretende restabelecer o equilíbrio
das receitas e despesas, gerando uma economia aproximada de 35%.

Além do projeto do Tribunal de Justiça, foi enviada à CCJ a reedição
da Medida Provisória que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência
Social do Estado do Tocantins e um projeto de deputado Rocha Miranda
(PMDB) que determina a reserva de 10% das vagas para o primeiro
emprego nas empresas prestadoras de serviço ao Estado, assim como nas
concessionárias de serviços públicos estaduais.

O objetivo é promover a inclusão social de jovens entre 18 e 24 anos
no mercado de trabalho. “É através do trabalho que ajudamos os jovens
a obterem autonomia e emancipação”, justificou o autor.

Maisa Medeiros.
Foto: Clayton Cristus.

10 mil têm chance de recorrer contra multas

Relação foi publicada no diário oficial e donos de veículos têm até o dia 25 para recurso; 147 mil foram multados em 2015

Desrespeitar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) pode acarretar em infrações ao proprietário do veículo, resultando em multas e pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Entre os meses de setembro e outubro do ano passado, foram ministradas 16.816 notificações, porém, 10.843 pessoas ainda faltam serem notificadas, conforme a relação publicada no Diário Oficial do Município (DOM) publicado no dia 25 de abril. Em 2015 foram lavrados 147 mil autos de infração, que incluem veículos que gozam de prerrogativas.

“Fiquei sabendo pelos comentários nas redes sociais e quando fui checar, por incrível que pareça, percebi que a placa do meu carro está na listagem. Ainda não sei o tipo de infração cometida, o horário e local e onde devo ir para recorrer”, disse a jornalista Maria Tereza Carneiro, 33 anos, após constatar que tem notificação de infração com a placa do carro, cometida no dia 20 de setembro do ano passado. No site da Prefeitura de Palmas, a pesquisa informou que a infração foi cometida na Avenida Theotônio Segurado às 17h04 por avanço de sinal vermelho.

De acordo com o superintendente de Trânsito da Secretaria Municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte (SMAMTT), Alexandre Guerreiro, a listagem se refere às notificações já encaminhadas para os condutores infratores e que não chegaram até eles, não sendo possível notificar esses motoristas. “Atendendo à previsão que consta na resolução 404 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que trata sobre a padronização dos procedimentos quando a pessoa não é localizada”, explicou.

Defesa

As infrações estão relacionadas a todas as atividades de fiscalização lavradas pelos radares eletrônicos, câmeras de monitoramento e agentes de fiscalização. O condutor infrator tem 30 dias, ou seja, até o dia 25 de maio, para apresentar a defesa da autuação. O condutor poderá entrar com recurso.

Após essa data, a notificação passa a ser penalidade. Para recorrer, o notificado pode se dirigir ao Resolve Palmas, na Avenida JK, região Central, e solicitar o formulário de recurso ou de advertência por escrito, caso seja infração leve ou média, para transformar a multa em advertência desde que atenda alguns requisitos, como a de a pessoa não seja reincidente na mesma infração nos últimos 12 meses.

Caso o proprietário do veículo não seja o responsável por aquela infração cometida, também poderá informar para que os pontos sejam transferidos para a CNH do infrator. “Agora a multa continua de responsabilidade do proprietário”, finalizou. A partir do momento que for gerado o boleto, o proprietário terá um desconto de 20% no valor total se pagar dentro do prazo de 30 dias, previsto no CTB.

Recursos

Conforme a Prefeitura, o valor arrecadado com as multas é convertido em serviços de manutenção da fiscalização de trânsito, da educação para o trânsito, sinalização viária, investimento em equipamentos, em capacitação dos agentes de trânsito e transporte. O total arrecadado foi solicitado, mas não foi divulgado.

O que fazer agora

Relação de placas com infrações: Diário Oficial do Município do dia 25 de abril

Quantidade de veículos: 10.843

Onde procurar: Resolve Palmas

O que pode fazer: Entrar com recurso

Transformar em advertência (para infrações leves ou média e se não tiver cometido a penalidade nos últimos 12 meses)

Informar o condutor infrator (passar os pontos na CNH)

Pagar a multa (se antes do prazo com desconto de 20% do valor total da multa previsto em lei)(fonte:jornal do tocantins)

Estado tem remédio em estoque e não entrega para pacientes, diz defensor

Medicação seria para pagar empréstimo feito com outro Estado.
São 274 pacientes com tratamento parado desde janeiro deste ano

Pacientes que sofrem com hipopituitarismo, doença em que o organismo deixa de produzir o hormônio de crescimento, estão sem receber o medicamento necessário desde janeiro deste ano. Segundo a Defensoria Pública do Estado, existem doses paradas no almoxarifado do governo.

São 274 pacientes com o tratamento parado por falta da medicação. Quem é diagnosticado com a doença passa por um processo de seleção na assistência farmacêutica do estado e entra na fila para receber. Cerca de 60 pacientes esperam para começar o tratamento.

A filha da Andrea Nogueira foi diagnosticada com a doença há um mês. Para não atrasar o tratamento, a mulher gastou R$ 1,5 mil para comprar o medicamento. “Não tem condições do jeito que está, sem nenhuma previsão. A gente vai até a assistência farmacêutica e ninguém comunica nada. Só diz que não tem a medicação e não tem previsão de quando vai ter”, disse Andrea Nogueira.

De acordo com o defensor público Artur Pádua, existem doses paradas no estoque do governo, mas elas devem ser enviadas para outro Estado. “A informação é de que tinha que fazer um rapasse de parte dessa medicação para um outro Estado em razão de ter pego um empréstimo. É prudente que se faça a entrega e que providencie outra forma de repor essa medicação para quem emprestou”, explicou.

Sem uma solução para o problema, os pais de crianças com a deficiência temem que o tratamento seja prejudicado. “Sem o remédio, todo o processo que iniciou e o ganho que teve vai ser interrompido”, conta a professora Aline Martins.

Os pais de Maria Paula, de 9 anos, têm a mesma preocupação. “Um ou dois dias que falta já atrapalha todo o planejamento feito com a dosagem”, disse Paulo Kitagwa.

Conforme a médica Patrícia Bastos, a medicação não pode ser interrompida. “Tem que ser feita toda noite, do dia do diagnóstico até cerca de 14 anos de idade óssea”, afirmou.

Resposta
A Secretaria Estadual de Saúde disse, em nota, que recebeu um lote de quase 1.200 doses do medicamento e está iniciando a distribuição para os pacientes cadastrados na assistência farmacêutica do Estado.(fonte:g1/to)

Caminhão tomba em curva perigosa próximo a Palmeirópolis

Ninguém ficou ferido no acidente

Da Redação Mapa da Notícia

Um caminhão carregado com ferragens tombou por volta das 14h20min desta quarta-feira, na curva chegando a cidade de Palmeirópolis, conhecido como “Apertado da Hora”.
O veículo vinha de Mara Rosa e seguia em direção Taipas, onde faria a entrega da carga.

Segundo o companheiro do motorista, o caminhão perdeu o freio na descida e tentando controlar tombou na curva, não teve  o que fazer disse ele.

Boa parte do material transportado ficou espalhado no chão, por sorte ninguém se machucou.

Três acidentes em menos de uma semana aconteceu no local. Todos que passam pelo trecho já sentem medo, principalmente os caminhoneiros.

A rodovia é estadual e moradores pretendem fazer outros abaixo assinados para cobrar uma solução dos órgãos competentes. Falaram até em interromper a pista, proibindo a passagem, uma forma de chamar atenção e tentar resolver a situação, por medo de algo mais grave, como já aconteceu no passado. Já que até agora nada foi feito.

A população cobra do poder público uma solução imediata. O difícil é que a maioria dos acidentes acontece por perder o freio no alto, na  descida que antecede a curva.

IMG-20160504-WA0026 (1)

IMG-20160504-WA0024