Crianças de três e oito anos escapam de casa antes de fogo destruir cômodos

Crianças de três e oito anos escapam de casa antes de fogo destruir cômodos

Uma casa do setor Jardim dos Buritis, em Gurupi no sul do estado, pegou fogo na manhã desta sexta-feira (12). Segundo o Corpo de Bombeiros, a sala e a cozinha ficaram totalmente destruídas. Duas crianças estavam sozinhas no local, mas ninguém ficou ferido.

Os bombeiros disseram que uma das crianças estava dormindo quando o fogo começou a se espalhar pelo sofá. A criança de três anos percebeu as chamas e conseguiu acordar o irmão de oito. As duas foram para a rua e pediram ajuda. Os vizinhos chamaram o socorro e os pais das crianças, que estavam trabalhando.

A sala e a cozinha ficaram completamente destruídas. O forro e a pintura de toda a casa também foram comprometidos.

A suspeita dos bombeiros é de que o fogo tenha começado no sofá da casa, mas apenas a perícia poderá confirmar. As chamas destruíram vários móveis e os bombeiros levaram cerca de 40 minutos para controlar o fogo.

Fonte: G1 Tocantins

Preso que rompeu tornozeleira e deixou bilhete para polícia em Gurupi é preso após 16 dias

Leandro Dias foi detido durante uma abordagem de policiais civis que procuravam carro roubado em Gurupi. Após ser preso, ele foi levado para cadeia da região sul do estado.

Foi recapturado na manhã desta terça-feira (9) em Gurupi, no sul do estado, o preso Leandro Dias Sousa. Ele cumpria pena em regime semiaberto e fugiu após romper a tornozeleira eletrônica que usava dentro de uma delegacia. 

O equipamento foi deixado com um bilhete, onde ele afirmava que iria passar as festas do fim de ano com a família.

A tornozeleira foi encontrada no dia 24 de dezembro e o bilhete dizia: “Para o Lázaro. Tornozeleira do ex-reeducando Leandro Dias (setor Jardim dos Buritis). Ele viajou, foi passar o Natal e o Ano Novo com a família e trabalhar também”.

Leandro Dias era considerado foragido e tinha um mandado de prisão em aberto, mas só foi preso porque a Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos procurava um carro roubado no setor Bela Vista, em Gurupi.

Os policiais se depararam com ele e cumpriram o mandado de prisão. O preso foi levado para a central de flagrantes da cidade, onde foi autuado e mandado para o Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã, em Cariri.

Tornozeleira e bilhete foram encontrados em delegacia de Gurupi (Foto: Reproducao/TV Anhanguera)

Entenda

A tornozeleira eletrônica de Leandro Dias foi deixada na Central de Flagrantes de Gurupi, sul do Tocantins. A Secretaria de Cidadania e Justiça afirmou, em nota, que a Central de Monitoração detectou o equipamento parado na delegacia do município a partir das 18h38, do domingo (24). E este foi o exato momento em que houve a violação. Assim, o preso teria tirado a tornozeleira dentro ou nos arredores da delegacia. 

O preso ganhou o benefício de cumprir a pena no regime semiaberto no dia 30 de novembro, quando recebeu a tornozeleira. Ele tinha sido preso por furto, mas estava cumprindo a pena em regime domiciliar, após uma decisão judicial.

G1 Tocantins

Preso que rompeu tornozeleira e deixou bilhete cumprirá pena em regime fechado

Decisão foi emitida na manhã desta quinta-feira (28). Segundo documento, assim que for encontrado, ele deve ser levado para a Casa de Prisão Provisória de Gurupi.

Chuva forte derruba árvores e interdita trecho da BR-153, no sul do Tocantins

Segundo o Corpo de Bombeiros, temporal foi durante a madrugada. Houve congestionamento, mas ninguém se feriu.

Um trecho da BR-153 próximo de Gurupi, na região sul do Tocantins, ficou interditado depois que uma chuva forte derrubou árvores na pista, na madrugada desta quarta-feira (27) . Segundo o Corpo de Bombeiros, houve congestionamento, mas um lado da pista foi liberado nessa manhã.

Os bombeiros informaram que a chuva começou durante a madrugada e continuou nesta manhã, mas com menor intensidade. Moradores da cidade disseram que os ventos fortes não duraram muito tempo.

O Corpo de Bombeiros informou que precisou serrar os troncos das árvores. Eles demoraram mais de duas horas para fazer a retirada.

A Defesa Civil alerta que para evitar acidentes durante o período chuvoso é recomendado permanecer sempre atento aos alertas emitidos pelo órgão. 

G1 Tocantins

Mulher é estuprada após aceitar carona para ir a igreja no sul do Tocantins

Homem estava em motocicleta e disse para a vítima que também ia para a igreja. No momento estava chovendo; mulher foi levada para matagal.

Uma mulher, de 59 anos, foi estuprada em Gurupi, sul do Tocantins, na noite desta segunda-feira (25). Ela estava indo para a igreja e foi abordada por um homem em uma motocicleta. No momento estava chovendo. Ele ofereceu carona e a vítima aceitou.

A polícia informou que o caso aconteceu por volta das 20h, entre os setores Vila Nova e Aeroporto. O motociclista disse para a mulher que também ia para a igreja, mas a levou para um matagal, onde praticou o crime e depois fugiu.

O suspeito não foi preso. A polícia faz o alerta para que os moradores da cidade não aceitem carona de desconhecidos.

G1 Tocantins

Tornozeleira eletrônica é deixada com bilhete por preso no sul do Tocantins

Equipamento foi encontrado na Central de Flagrantes de Gurupi. Secretaria de Cidadania e Justiça disse que Leandro Dias estava preso em regime domiciliar.

O equipamento foi encontrado neste domingo (24) na delegacia. A Secretaria de Cidadania e Justiça informou que a tornozeleira estava com o preso Leandro Dias Sousa desde o dia 30 do mês passado. Ele tinha sido preso por furto, mas estava cumprindo a pena em regime domiciliar, após uma decisão judicial.

Não é possível dizer se foi o próprio preso ou outra pessoa quem deixou o equipamento no local. O bilhete é endereçado para um homem por nome de Lázaro:

“Para o Lázaro. Tornozeleira do ex-reeducando Leandro Dias (setor Jardim dos Buritis). Ele viajou, foi passar o Natal e o Ano Novo com a família e trabalhar também”.

Ainda segundo a secretaria, um relatório de violação será enviado à Comarca de Gurupi para que as providências sejam tomadas pela Justiça. Neste caso, o preso pode perder o benefício da prisão domiciliar e voltar para o regime fechado.

G1 Tocantins

Parentes de mortos por leishmaniose visceral relatam demora no diagnóstico da doença

Em Gurupi, duas pessoas morreram nos últimos dias. Em todo o Tocantins, 203 casos foram confirmados, entre janeiro e novembro deste ano.

Parentes de duas pessoas que morreram vítimas de leishmaniose visceral, conhecida no Tocantins como calazar, relataram a demora no diagnóstico da doença.

O morador de Gurupi Alessandro Souza relembrou o sofrimento da mãe, a dona de casa Valnice Maria Pereira de Sousa Mendes, de 54 anos, à procura de respostas para os sintomas. Ela morreu na última quinta-feira. 

“Ela começou com falta de apetites, começou a emagrecer. Ela estava fazendo exames na cidade. Ela consultava e os médicos pediam um exame, outro, mas nunca pediam o de calazar. Ela, então, ficou internada durante 37 dias, e eles vieram a pedir o exame de calazar com 25 dias que ela estava internada. Acho que demorou muito”, argumenta Alessandro.

A dona de casa Iranilde Pereira perdeu o filho de 29 anos neste mês. Bonfim Pereira de Souza também morreu vítima da doença. Ela conta que os médicos demoraram a descobrir que ele estava com a doença. “Demorou muito ele conseguir ser atendido pelo tratamento. Ele já estava muito fraco”.Valnice Maria, de 54 anos, morreu vítima de leishmaniose viceral.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, este ano foram registrados em Gurupi 20 casos confirmados da doença. No ano passado foram cinco. Em todo o estado, 203 casos foram confirmados. No ano passado, foram 228.

Em Gurupi, a população está preocupada. Várias ações de combate e controle da doença estão sendo realizadas. “Tem que ter consciência, a população tem que estar cuidando dos seus quintais. Aí sim o problema vai ser resolvido. A parte de prevenção, o Centro de Zoonozes está fazendo”, explica o coordenador do CCZ de Gurupi, Henrique Alencar.

A Secretaria Estadual da Sáude não respondeu aos questionamentos sobre a demora no diagnóstico.

Outros casos

Em agosto, um bebê de 10 meses morreu com a doença após ser transferida para Palmas. A menina morava no bairro Jardim dos Buritis, onde pelo menos outras três crianças estavam fazendo tratamento contra a doença.

A doença é transmitida pelo mosquito-palha e também teve registros em outras regiões do Tocantins. Em Tocantinópolis, por exemplo, 50 casos suspeitos foram notificados até agosto, sendo que pelo menos 10 já foram confirmados.

A doença

O calazar é uma doença transmitida pelo mosquito-palha ou birigui. Ao picar, ele introduz na circulação do hospedeiro o protozoário Leishmania Chagasi. O número da doença aumenta, geralmente, por causa do grande número de cachorros infectados. Isso porque os animais são hospedeiros da doença. 

G1/Tocantins

Ponte ameaça cair e alunos precisam descer de veículo e atravessar a pé no sul do Tocantins

Para evitar acidente, estudantes descem do veículo e atravessam a pé. “É arriscado para a gente passar todo os dias carregando vidas”, diz o motorista.

Uma ponte de madeira é um dos principais acessos para 10 propriedades na zona rural de Gurupi. Mas a estrutura começou a cair e os moradores da região temem que ela caia. O lugar é rota para o transporte escolar e para evitar acidente, os alunos precisam descer do veículo e atravessar a pé.

“Está muito perigoso. É arriscado para a gente passar todo os dias carregando vidas”, diz o motorista Jeciclei Moreira.

Os pais temem que a situação piore. “Eu fico com medo pelo meu filho vir porque é perigoso. Ninguém toma providência. Tem que arrumar porque o trajeto é esse”, reclama Tatiane Xavier.

O pecuarista Dirceu Romera precisa passar pelo local todos os dias e não está mais confiante na estrutura de madeira. “A maioria está podre e a parte de concreto está rachada em baixo. Ela não caiu porque tem um pau atravessado que fica sustentando, senão já tinha caído. Para caminhão pesado é um risco”, diz.

Segundo os moradores da região, a situação da ponte começou a piorar depois que uma viga caiu quando um caminhão tentou passar. O veículo ficou preso e só foi retirado com a ajuda de um trator. O problema pode ficar ainda pior porque outras vigas ameaçam cair, pois estão deterioradas por cupins. Além disso, também há madeiras podres.

A dona de casa Salete do Nascimento não arrisca e desce da motocicleta para atravessar. “Eu sempre desço porque eu tenho medo de cair no buraco”, conta.

Em baixo da ponte tem problema também. Uma das cabeceiras de concreto está rachada e isso tem preocupado o trabalhador rural Jailson Santana. “Tem que fazer alguma coisa, é uma estrada bem movimentada. É um risco porque chega a passar mais de 30, 35 mil toneladas”, afirma.

Em nota, a Prefeitura de Gurupi informou que a recuperação da ponte começará nesta terça-feira (28) e até quinta-feira (30) estará pronta.  

G1/Tocantins

Bebê escapa ileso de acidente envolvendo três carros na BR-153

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Batida foi registrada em Gurupi.

Um acidente envolvendo três carros, na BR-153, em Gurupi, sul do Tocantins deixou pelo menos quatro pessoas feridas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, um bebê de três meses escapou sem ferimentos. Ele era transportado no bebê conforto. A batida foi registrada na noite deste domingo (26).

O acidente aconteceu por volta das 21h, no trevo que liga a rodovia ao setor Industrial. Um carro que seguia pela BR-153, no sentido norte, acabou atingindo outros dois veículos. Segundo a polícia, eles faziam uma rotatória e não pararam antes de entrar na rodovia.

Os dois veículos foram atingidos, sendo que um deles capotou. Em um dos carros havia um bebê que não se feriu. Já a mãe dele, Naine Souza teve ferimentos graves. Ela foi levada para o Hospital Regional de Gurupi. Segundo a polícia, três pessoas tiveram ferimentos leves e também receberam atendimento.

G1/Tocantins

Jovem morto a tiros próximo a escola é velado em Gurupi

O crime aconteceu no setor Alto da Boa Vista. Testemunhas disseram que ele foi baleado por homens que estavam em duas motocicletas.

O jovem Hallyson Shelry Costa, de 20 anos, foi velado na manhã desta segunda-feira (20), em Gurupi. Ele foi morto a tiros próximo a uma escola no setor Alto da Boa Vista, na noite deste domingo (19), por volta das 20h.

“Só tenho coisas boas para falar dele. A gente espera Justiça”, diz o tio da vítima, Reginaldo Soares.

O Samu foi acionado para fazer o socorro, mas ao chegar no local o jovem já estava morto. De acordo com a Polícia Militar, testemunhas disseram que ele foi baleado por homens que passaram em duas motocicletas, sendo dois em cada veículo. O rapaz chegou a correr depois dos disparos, mas foi atingido de novo por mais tiros e não resistiu.

As marcas ficaram no asfalto. A escola tem câmeras de segurança que poderiam ajudar na identificação dos suspeitos, mas segundo a direção do colégio, os equipamentos estão sem funcionar há mais de um mês.

Este é o segundo assassinado em Gurupi em menos de uma semana. O outro aconteceu de forma semelhante, na madrugada de quinta-feira (16), no centro da cidade. Márcio lima Feitosa tinha 33 anos foi morto a tiros ao sair do trabalho.

Os moradores temem o aumento da violência. “A gente não tem mais segurança. Até para trabalhar está difícil”, diz o mecânico Genival Rodrigues.

G1/Tocantins