Em fórum da Undime, em Palmas, dirigentes municipais de Educação fazem cobranças ao FNDE

Prefeitos e representantes do Ministério da Educação participam, no auditório da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), em Palmas, do IV Fórum Estadual Extraordinário da Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação).

O evento teve início ontem 18, com oficinas, palestras e a presença de dirigentes municipais de educação dos 139 municípios tocantinenses. Aspectos burocráticos estabelecidos pelo Ministério em parcerias com as prefeituras tem sido debatidos no fórum.

A Base Nacional Comum Curricular, o Plano de Ação Articulada (PAR), os pisos salariais dos profissionais da área, os processo de elaboração dos Planos de Cargos, Carreira e Remuneração e a análise e a avaliação do Plano Municipal de Educação foram os temas discutidos entre os participantes.

“Precisamos de uma discussão mais ampla sobre os critérios de avaliação de obras executadas com recursos do FNDE e sobre as pendências apontadas pelo Ministério da Educação na prestação de contas da merenda escolar, pois às vezes pequenos valores insignificantes levam ao bloqueio de recursos destinado a refeição dos alunos, ao gerar todo um problema para os Municípios e os beneficiários”, apontou o presidente da Undime e secretário Municipal de Educação de Palmeirópolis, Bartolomeu Moura Junior.

Ao representar o presidente da ATM e prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano, o chefe do executivo municipal de Figueirópolis, Fernandes Martins, elencou as diversas ações da entidade municipalista voltadas ao desenvolvimento das redes municipais de educação. “A ATM tem lutado constantemente para que os recursos do Transporte Escolar chegue em dias aos cofres municipais, bem como estimulando os municípios a participarem dos programas do Instituto Ayrton Senna e Prefeito Amigo da Criança”, disse, ao lembrar que a ATM disponibilizou uma técnica em educação para auxiliar os trabalhos dos dirigentes municipais.

Ascom ATM

Professores de Jornalismo da UnirG apresentam trabalho durante encontro nacional em Palmas

Nessa edição o tema debatido é “O ensino do jornalismo tem tempos de crise: entre diretrizes curriculares, plataformas convergentes e os desafios do interesse público”,

Amanhã, 19, a partir das 15h, uma equipe de professores do Centro Universitário UnirG apresentarão um artigo científico, na modalidade oral,  na 17ª edição do Encontro Nacional de Professores de Jornalismo (ENPJ). O evento começou hoje e segue até o próximo dia 20, no campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em Palmas (TO).

O artigo “Arquitetura curricular circular: experiência de implantação no curso de graduação em Jornalismo do Centro Universitário UnirG”, foi elaborado pelos professores, Drº Américo Ricardo Moreira de Almeida, Ma. Alessandra Gomes Duarte Lima, Me. Paulo Roberto Albuquerque de Lima, Catarina Taham Carvelo Muniz e Antônio Rodrigues Nogueira. O docente Me. Gilberto Correia também está participando do Encontro.

Conforme o professor Ricardo Almeida, “o trabalho relata a experiência vivenciada no curso de Jornalismo da UnirG, que implantou a arquitetura curricular circular, frente à nova dinâmica imposta pelo mercado com os desafios de manutenção e de viabilidade do curso”.  

Almeida mencionou ainda que “o projeto pedagógico foge aos padrões convencionais, pois proporciona que acadêmicos ingressantes e veteranos cumpram as disciplinas da arquitetura curricular reunidos em uma mesma sala de aula. Isso possibilitou um aprendizado trans e interdisciplinar, por meio de práticas pedagógicas como a aprendizagem baseada em problemas e metodologias ativas”.

O docente destacou também o diferencial do projeto pedagógico. “A grande diferença dessa arquitetura curricular foi de proporcionar que nosso curso de Jornalismo pudesse continuar a ser oferecido. Atualmente temos 30 alunos na mesma sala de aula. São acadêmicos dos 1º ao 5º períodos em total integração”, frisou ele.

De acordo com a professora Catarina Muniz, “a estrutura curricular inovadora foi implantada pelo curso em 2016 e os resultados vêm se mostrando positivos para a sua manutenção”.

“Estamos felizes em participar do Encontro para defender a classe dos jornalistas, além de adquirir mais conhecimentos na área e nos atualizar quanto ao mercado atual”, afirmou Muniz.

O evento

O ENPJ é realizado pela Associação Brasileira de Ensino do Jornalismo (Abej) a cada dois anos com a finalidade de reunir professores e alunos da área para refletir, trocar experiências e resultados de pesquisas sobre o ensino.

Nessa edição o tema debatido é “O ensino do jornalismo tem tempos de crise: entre diretrizes curriculares, plataformas convergentes e os desafios do interesse público”,

(Fotos: divulgação)

‘Tentam me tirar de todo jeito’, diz Marcelo Miranda durante discurso em Palmas

Governador falou no lançamento da Feira Agrotecnológica do Tocantins, mas evitou responder sobre denúncias. Político vai enfrentar julgamento no TSE e pode deixar o cargo novamente.

As vésperas de enfrentar um julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o governador Marcelo Miranda (MDB) fez um discurso em tom de desabafo nesta segunda-feira (16) em Palmas.Durante lançamento da 18ª Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins), o político disse que está com a consciência tranquila e anda de “cabeça erguida como outros não têm condições de andar nesse estado.”

A análise dos embargos de declaração de Marcelo Miranda deve ser feita pelo TSE nesta terça-feira (17), a partir das 19h. A votação é decisiva para o governador do Tocantins, pois o resultado pode obrigá-lo a deixar o cargo novamente.

“Eu sou político, vou continuar fazendo política, tentam me tirar de qualquer jeito, mas vou continuar fazendo a política da boa vizinhança […]”, disse durante o discurso. “Se estão tentando prejudicar o Marcelo, estão prejudicando mais de 1,5 milhão de habitantes, mas não quero levar isso para o campo pessoal […]”, disse em outro trecho.

Marcelo Miranda e a vice-governadora Cláudia Lélis (PV) foram cassados no dia 22 de março pelo Tribunal Superior Eleitoral. Eles deixaram os cargos, mas voltaram na semana seguinte por causa de uma liminar do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF),determinando que ficassem no governo até o julgamento dos embargos de declaração.

Estes embargos são uma medida jurídica para esclarecer fatos relacionados a uma decisão. Neste caso, a defesa pediu esclarecimentos no acórdão que cassou os mandatos por uso de caixa 2 na campanha de 2014 e tem relação com o avião com R$ 500 mil apreendido em Goiás.

Apesar dos desabafos durante o discurso, o governador se esquivou de responder perguntas sobre as acusações de corrupção e lavagem de dinheiro que vem enfrentando na Justiça.

Ao ser questionado sobre a denúncia feita pelo Ministério Público Federal no início do mês, por fatos apurados durante operações da Polícia Federal, ele respondeu: “A minha família só anda de cabeça erguida”. 

Depois, foi questionado sobre as sete novas investigações que devem apurar indícios de corrupção envolvendo ele e a família, mas disse apenas “continuo trabalhando”. Por fim, ao ser indagado sobre as expectativas do julgamento desta terça-feira, Marcelo Miranda disse: “Estou tranquilo, sereno”. 

G1 Tocantins

Jovem passa mal ao nadar e morre afogado na praia da Graciosa em Palmas

Bombeiros disseram que vítima, de 15 anos, estava com amigos da igreja, quando se afogou. Ele foi levado para o Hospital Geral de Palmas, mas não resistiu.

Um jovem morreu afogado no momento em que nadava na praia da Graciosa, em Palmas, neste domingo (15). Ele estava no local com amigos de uma igreja. Segundo os Bombeiros, a vítima foi identificada como Dhefferson Crystian Vieira Alves, de 15 anos.

Os Bombeiros informaram que Alves foi nadar depois de comer e passou mal. Ele afundou e não foi mais visto. Pessoas que estavam no local tentaram localizá-lo, mas não conseguiram.

Os militares foram chamados e encontraram o jovem perto do local onde ele estava nadando. Juntamente com os profissionais do Samu, eles fizeram os primeiros socorros e tentaram reanimar a vítima por cerca de 40 minutos.

Dhefferson Crystian Alves chegou a ser levado para o Hospital Geral de Palmas, mas não resistiu. Ele era natural de Araguaína.

G1 Tocantins

Foto/Divulgação/ilustrativa

Undime Tocantins realizará fórum extraordinário nos dias 18 e 19 de abril

Nesse sentido, é destinado aos dirigentes municipais de educação e técnicos das secretarias.

O IV Fórum Estadual Extraordinário da Undime Tocantins será realizado na capital Palmas, nos dias 18 e 19 de abril. O tema em discussão ao longo dos dois dias de evento será “A conjuntura atual da educação municipal: desafios e possibilidades”.

O fórum tem a finalidade de contribuir para a efetivação das políticas públicas educacionais destinadas à rede municipal de ensino, visando aprofundar o debate e colaborar para uma educação pública de qualidade. Nesse sentido, é destinado aos dirigentes municipais de educação e técnicos das secretarias.

Segundo informações da seccional, serão discutidos: Base Nacional Comum Curricular (BNCC); Plano de Ação Articulada (PAR) e pendências; piso salarial, carreira, equilíbrio de gasto com pessoal, evolução de receitas e despesas, organização de redes; processo de elaboração do Plano de Cargo Carreira e Renumeração; ferramenta de receitas, despesas e profissionais; e análise da avaliação e monitoramento do Plano Municipal de Educação. Haverá também atendimento institucional do FNDE sobre o PAR, obras e prestação de contas.

Como participar?

As inscrições já estão abertas e deverão ser realizadas pelo link https://tinyurl.com/IV-Forum-TO. Municípios adimplentes com a Undime TO em 2018 não pagam taxa de inscrição. Os inadimplentes devem pagar uma taxa de inscrição no valor de R$120,00 por pessoa.

IV Fórum Estadual Extraordinário da Undime Tocantins
Data: 18 e 19 de abril de 2018
Local: Auditório da Associação Tocantinense de Municípios – ATM, localizado na Qd. 501 Sul, Avenida Joaquim Teotônio Segurado, 46 – Plano Diretor Sul. Palmas/ TO
Inscrições: https://tinyurl.com/IV-Forum-TO  
Informações: (63) 3234-0207

Fonte: Undime

Palmas recebe Seminário de Educação Empreendedora do Sebrae

O evento acontece nesta sexta e pretende reunir cerca de 400 pessoas.

Nesta sexta-feira, 13, o Sebrae realizará mais uma edição do Seminário de Educação de Empreendedora no auditório do Colégio São Francisco às 19h30.

O objetivo é reunir gestores, empreendedores, professores, estudantes e especialistas ligados à educação para discutir boas práticas de empreendedorismo nas mais variadas áreas do ensino e o futuro da educação no Brasil. O evento já percorreu os municípios de Araguatins, Araguaína, Guaraí, Colinas, Paraíso, Gurupi, Dianópolis e Porto Nacional. 

De acordo com a coordenadora de educação do Sebrae Tocantins, Vanlucy Oliveira, a educação empreendedora não se trata de uma estratégia pedagógica destinada exclusivamente a preparar os alunos para criar uma empresa. “Ela desenvolve o potencial dos alunos para serem empreendedores em qualquer atividade que escolherem” esclareceu. Vanlucy também acrescentou que cabe ao aluno fazer opções profissionais e decidir que tipo de empreendedor irá ser.

“A Educação Empreendedora estimula a capacidade de escolha do estudante, preparando-o para as suas próprias opções. Trata o empreendedorismo como uma forma de ser e não somente de fazer, transportando o conceito que nasceu na empresa para todas as áreas da atividade humana. Por isso, é pauta obrigatória quando se discute o futuro do Tocantins. É um modelo propõe a ruptura do tradicional modo de ensinar. É o fortalecimento da crença em um futuro melhor, em que cada um é capaz de construir e empreender”, explicou o superintendente do Sebrae no Tocantins, Omar Hennemann.

Dados

Com início em 2014 no Tocantins, o programa de educação empreendedora do Sebrae atende cerca de 600 professores por ano.  No ano passado o programa atendeu mais de 20 mil potenciais empreendedores. Para 2018, estão previstos 27mil atendimentos de alunos no Tocantins, com um investimento de cerca de um milhão de reais. 

Serviço

Data: 13 de abril 

Local: Auditório do Colégio São Francisco

Horário: 19h30

Palestrante:  Luciana Allan- Instituto Crescer/ Marcus Nakagawa – ESPM/ Fabiana Pinho- Sebrae MG

Fonte: Imprensa Sebrae

Corpo de servidor da Adapec é encontrado em estado de decomposição dentro de casa em Palmas

Um servidor da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) foi encontrado morto dentro de casa nesta terça-feira, 27, na quadra 1005 sul, em Palmas.

Segundo as informações do órgão, Wagner Sundfeld de 58 anos era engenheiro agrônomo e inspetor de defesa agropecuária.

A Polícia Militar informou que o corpo do servidor foi encontrado em estado avançado de decomposição.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Palmas (IML) e as causas da morte ainda serão apuradas.

Um laudo deve sair nos próximos dias apontando o que de fato aconteceu.

Em nota, a Adapec lamentou o ocorrido e informou que Sundfeld era natural de Araraquara (SP) e tinha dois filhos. e servidor do órgão desde 1999.

Contribuiu com projetos na área vegetal sendo diretor técnico entre 2004 e 2006. Depois, foi Delegado Regional da Adapec. Atualmente era inspetor de defesa agropecuária.

Presidente da AL/TO desembarca em Palmas e dá entrevista coletiva no aeroporto

Ele acaba de conversar com os jornalistas. Diversos veículos de comunicação aguardavam sua chegada no aeroporto. 

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS), acaba de desembarcar no Aeroporto Internacional Brigadeiro Lysias Rodrigues, em Palmas(TO), nesta sexta-feira, 23, vindo de São Paulo, onde acompanhava a mãe em tratamento de saúde.

Carlesse é o primeiro na linha de sucessão e assumirá, interinamente o governo do Estado, com o afastamento do governador Marcelo Miranda(MDB) e a vice Cláudia Lélis(PV), por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ontem, 22.  

Segundo a Diretoria de Comunicação da AL/TO, o presidente Carlesse seguirá direto para a Assembleia Legislativa, onde se reunirá com deputados e assessores, para analisar a situação e os primeiros passos que serão tomados para a troca de comando no Palácio Araguaia. 

Por enquanto, ainda não houve publicação no Diário de Justiça do TSE do acórdão relativo à cassação de Marcelo Miranda. Só depois desta publicação é que o presidente da AL será oficialmente notificado da decisão. 

Orlanoticias

Risco de contaminação da água consumida em Palmas é tema de discussão na Câmara

Atualmente o ribeirão é um dos principais responsáveis pelo abastecimento de água da Capital.

Nesta quinta-feira, 15, às 9h, na Câmara Municipal de Palmas acontecerá uma sessão especial sobre o risco de contaminação da nascente do Ribeirão Taquarussu por agrotóxicos.

Moradores do entorno e organizações da sociedade civil do Tocantins estão preocupadas com essa situação e estarão reunidas na sessão especial, na qual também estarão presentes órgãos governamentais, bem como especialistas.

Paralelo a sessão está acontecendo um abaixo-assinado em defesa das nascentes.

A partir da sessão, almeja-se a proposição de um Projeto de Lei que proteja as nascentes com a criação do Parque das Águas na região das micro bacias Taquaruçu Grande, Macacão, Macaquinho, Cotovelo e Mata Verde.

Kátia Abreu fará audiências em Palmas e Brasília para discutir impactos da transposição do Rio Tocantins

Senadora, relatora do projeto, é crítica à obra: “não podemos condenar um rio para salvar outro”.

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado aprovou nesta terça-feira (13) requerimento da senadora Kátia Abreu para realização de três audiências públicas destinadas a discutir o projeto de transposição do Rio Tocantins para a Bacia do Rio São Francisco. A parlamentar, relatora da matéria, é crítica à obra.

As audiências – duas a serem realizadas no Senado Federal e uma em Palmas (TO) -, visam a discutir, do ponto de vista técnico e científico, os possíveis impactos para o Rio Tocantins caso a obra de transposição seja realizada.

Para Kátia Abreu, relatora do Projeto de Lei da Câmara 138/2017, a proposta poderá representar grave ameaça ao maior rio do estado, que já vem sofrendo com forte estiagem. “Nos últimos cinco anos, estamos assustados com o que está acontecendo com os rios Tocantins e Araguaia. Durante a seca, é possível atravessar a pé esses dois rios. Nunca vimos isso antes”, destacou a senadora.

O projeto, já aprovado pelos deputados federais, prevê um percurso de 733 km de interligação entre o Rio Tocantins e o Rio Preto, na Bahia, que está vinculado à bacia do São Francisco. 

“Não vamos aceitar ficar à margem dessa discussão. Primeiro queremos a salvação do nosso rio dentro do estado do Tocantins, para depois avaliarmos do ponto de vista técnico e cientifico se temos condições de doar água a outros estados, o que faremos com o maior prazer caso isso não traga risco ao nosso rio. Antes disso, lutaremos com todas as forças para evitar a aprovação do projeto sem darmos garantia à população”, afirmou durante a reunião.

Durante a reunião da Comissão de Infraestrutura, Kátia Abreu recebeu a adesão do senador Vicentinho Alves (PR-TO). “Pode contar com meu apoio e minha solidariedade. Você está aqui representando os tocantinenses com altivez nesse tema e em vários outros”, disse o conterrâneo. 

Convidados

Para a audiência em Palmas, (veja lista completa abaixo) serão convidados representantes do governo estadual, do Ministério da Integração Nacional, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Fórum das Águas, Universidade Federal do Tocantins, Conselho Estadual de Recursos Hídricos do Tocantins e Associação de Conservação do Meio Ambiente e Produção Integrada de Alimentos da Amazônia (GAIA).

Já em Brasília, serão convidados representantes dos ministérios do Meio Ambiente, de Minas e Energia e da Integração Nacional, além da Agência Nacional de Águas (ANA), da Embrapa, do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e do Fórum Tocantinense de Comitês de Bacias Hidrográficas, entre outras entidades ligadas ao tema. 

Veja a lista completa de convidados para as três audiências públicas:

AUDIÊNCIA Nº 1: EM BRASÍLIA – DF

– Representante do Ministério do Meio Ambiente;

– Representante do Ministério de Minas e Energia; 

– Sra. Christianne Dias – Diretora-presidente da Agência Nacional de Águas / ANA;

– Sr. Maurício Antonio Lopes – Presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa; 

– Sr. Rafael Ribeiro Silveira – Coordenador-Geral de Engenharia e Estudos do Ministério da Integração Nacional;

– Sr. Anivaldo Miranda – Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco/CBHSF;

– Representante do Fórum Tocantinense de Comitês de Bacias Hidrográficas – FTCBH;

AUDIÊNCIA Nº 2: EM PALMAS – TOCANTINS

– Sr. Rafael Ribeiro Silveira – Coordenador-Geral de Engenharia e Estudos do Ministério da Integração Nacional;

– Sr. Walter Ohofugi – Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil –  Seccional Tocantins / OAB/TO;

– Sr. Jean Carlos Almeida Teixeira – Diretor do Grupo Jaime Câmara e Organizador do Fórum das Águas;

– Sr. Anízio Costa Pedreira – Superintendente de Irrigação e Drenagem da Secretária de Planejamento e Orçamento do Governo do Estado de Tocantins;

– Sr. Fernán Vergara – Professor da Universidade Federal do Tocantins – UFT;

– Representante do Conselho Estadual de Recursos Hídricos do Tocantins – CERH/TO;

– Representante da Associação de Conservação do Meio Ambiente e Produção Integrada de Alimentos da Amazônia – Gaia;

AUDIÊNCIA Nº 3: EM BRASÍLIA /DF

– Sr. Hypérides Macêdo – Engenheiro Civil, Professor e Consultor na área de Recursos Hídricos;

– Sr. João Suassuna – Fundação Joaquim Nabuco;

– Sr. Fernán Vergara – Professor da Universidade Federal do Tocantins – UFT;

– Sr. Divaldo Resende – Instituto Ecológica Palmas/TO;

– Sr. Vicente Andreu – Especialista em Recursos Hídricos;

– Representante do Fórum Tocantinense de Comitês de Bacias Hidrográficas – FTCBH;

– Representante da Associação de Conservação do Meio Ambiente e Produção Integrada de Alimentos da Amazônia – Gaia;

Assista à participação da senadora Kátia Abreu durante a audiência: https://youtu.be/xSg_rr0QdVk

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

 

Assessoria de Comunicação da Senadora Kátia Abreu/Palmas (63)