Denúncia contra Michel Temer: Veja como votaram os deputados do Tocantins

O “sim” é pela não investigação, e o “não” é pela investigação do presidente Temer pelo STF.

São mais de dez horas de debates e muita confusão na Câmara dos Deputados até que se iniciou a votação pela aceitação ou rejeição do relatório da Comissão de Constituição e Justiça que decide não denunciar o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva.

Os deputados votaram “sim” a favor do relatório e “não” para que o Supremo Tribunal Federal possa investigar o presidente.

Seguindo o rito do impeachment, o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia, chamou os deputados de um estado do Sul e, depois, do Norte, seguindo até finalizar os 26 estados brasileiros.

Quando chegou a vez do Estado do Tocantins, o “sim” tinha mais votos que o “não”.

Confira como votaram os deputados federais do Estado:

Carlos Henrique Gaguinho: Sim

Cesar Halum: Não

Dulce Miranda: Sim

Irajá Abreu: Não

Josi Nunes: Sim

Lázaro Botelho: Sim

Professora Dorinha: Sim

Vicentinho Júnior: Ausente

 

Oito pessoas ficam feridas após batida entre dois carros em Paraíso do Tocantins

Vítimas de um dos veículos foram socorridas pelos bombeiros e Samu e levadas para hospital. Causas do acidente serão investigadas pela polícia.

Oito pessoas ficaram feridas e pelo menos cinco foram levadas ao hospital após dois carros baterem de frente. O acidente aconteceu na noite desta terça-feira (1) próximo ao Parque Industrial de Paraíso do Tocantins, na região central do Tocantins.

De acordo com o corpo de bombeiros, em um dos carros havia uma criança. As vítimas foram socorridas também pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levadas para o Hospital Regional de Paraíso.

As pessoas de um dos veículos saíram do local por conta própria. As causas do acidente serão investigadas pela polícia.

G1/TO

Suspeito de violentar e matar idosa é condenado a quase 19 anos de prisão

Idosa foi abusada dentro da própria casa em novembro de 2016. Justiça considerou as provas suficientes para a condenação do suspeito.

O suspeito de violentar e matar uma idosa em Natividade, no sudeste do Tocantins, foi condenadoa quase 19 anos de prisão. Ele teria matado a lavradora Maria Conceição, de 69 anos, dentro da própria casa dela. O crime aconteceu em novembro de 2016.

A decisão foi comunicada nesta terça-feira (1) e divulgada nesta quarta-feira (2) pelo Ministério Público Estadual. A Justiça considerou os fatos suficientes para a condenação do suspeito. A pena aplicada para o crime foi de 18 anos e nove meses de reclusão em regime fechado.

O condenado ainda pode recorrer da decisão. O G1 não conseguiu contato com a defesa do homem.

Entenda

A vítima foi encontrada caída e ensanguentada em um colchão na sala da casa da família em Natividade, na região sudeste do Tocantins. Ela foi levada ao hospital ainda com vida, mas não resistiu aos graves ferimentos.

Após o crime, uma bermuda, um chinelo e os documentos pessoais do suspeito foram encontrados na casa. O criminoso foi visto escondido em uma fazenda da região.

G1/TO

Defesa pede à Justiça que empresário dono de postos fique preso no quartel da PM

Eduardo Augusto Rodrigues Pereira está foragido há quase quatro meses. Ele é suspeito de mandar matar um concorrente e de formação de cartel na capital.

A defesa do empresário Eduardo Augusto Rodrigues Pereira, conhecido como Duda Pereira, pediu à Justiça que ele tenha direito a uma cela especial no Quartel de Comando Geral da Polícia Militar, em Palmas. O pedido se baseia em uma ameaça de morte que o empresário alega ter recebido. Ele é investigado por formação de cartel em Palmas e teve a prisão decretada por ser o suposto mandante da morte de um concorrente em Porto Nacional.

O empresário, que tem uma rede de postos de combustíveis na capital, está foragido há quase quatro meses, desde que teve a prisão decretada. O nome dele chegou a ser mandado para a lista da Interpol depois que o Ministério Público Estadual informou à Justiça que há indícios de que ele esteja nos Estados Unidos.

No documento, a defesa lembra que um dos suspeitos de ser o executor do crime foi assassinado dentro da Casa de Prisão Provisória de Palmas e o crime ainda não foi solucionado. O advogado de Duda Pereira afirma que os presídios do Tocantins não oferecem a segurança necessária para que o cliente se entregue.

O Ministério Público Estadual se manifestou contra o pedido. O advogado de Duda Pereira não atendeu as ligações do G1 para comentar o caso. A questão não tem prazo para ser analisada.

O crime

Wenceslau Leobas, morreu aos 77 anos, no dia 14 de fevereiro após ficar 17 dias internado. Ele foi baleado em Porto Nacional no dia 28 de janeiro, no momento em que saía de casa para trabalhar. No mesmo dia da tentativa de homicídio, dois suspeitos foram presos. A polícia disse que um deles chegou a confessar a participação no crime.

Os dois acusados de executar o crime Alan Sales Borges e José Marcos de Lima iriam a júri popular, mas José Marcos foi encontrado morto dentro da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP) na manhã do dia 3 de março deste ano.

No mês de junho do ano passado, o juiz aceitou a denúncia contra Duda. Ele é acusado de ser o mandante do crime. Segundo o promotor Abel, o processo contra o Duda corre separadamente. A audiência de julgamento dele já estava marcada para o mês de maio. Na época, Duda disse que estava sendo acusado injustamente.

Cartel

Eduardo Pereira também é investigado a respeito de um suposto cartel nos postos de combustíveis em Palmas. Duda é apontado como comandante do cartel. Em uma conversa telefônica gravada pela Polícia Civil, com autorização da Justiça, ele fala com Neizimar Cabral (a quem chama de Leidimar), chefe de fiscalização do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) no Tocantins, e chega a ameaçar um dos fiscais. Durante a conversa, Cabral promete que irá mudar o fiscal.

G1/TO

Pai e mãe são presos suspeitos de maus-tratos e estuprar filhas

O pai das garotas teria perdido a guarda delas, segundo a Polícia Militar.

Após ameaças de um casal ao Conselho Tutelar, um homem e uma mulher foram presos, nessa terça-feira (2), em Rondonópolis, a 218 quilômetros de Cuiabá, suspeitos de maus-tratos e estuprar as duas filhas, de 2 e 3 anos. O pai das garotas teria perdido a guarda delas, segundo a Polícia Militar.

De acordo com informações do G1, depois de as crianças serem atendidas em um posto médico, profissionais afirmaram que a de 3 anos sofreu estupro. Já na outra menina, sinais de abuso sexual. As duas vão passar por exames no Instituto Médico Legal (IML).

O pai e a mãe das crianças foram levados para a 1ª Delegacia da Polícia Civil de Rondonópolis, que vai abrir uma investigação sobre o caso. Elas estão sob os cuidados de um abrigo para crianças na cidade.

Noticias ao Minuto

 

Grávida é morta com tiro dentro de carro após abordagem de criminosos em Goiás

Marido e filho do casal, de 2 anos, também estavam no veículo, mas não se feriram. Segundo esposo, vítima foi baleada após discutir com um dos suspeitos, que havia assumido a direção do automóvel.

Uma mulher de 28 anos foi morta após ser baleada dentro do carro onde viajava, em Ivolândia, região central de Goiás. Segundo a Polícia Civil, a representante comercial Vanessa Camargo, grávida de 3 meses, estava acompanhada do marido e do filho do casal, de 2 anos, quando eles foram abordados por dois homens em uma moto. O esposo, que dirigia o veículo, parou e um dos suspeitos assumiu a direção. Ele disse em depoimento que a vítima discutiu com o rapaz e levou um tiro na cabeça. Até o momento, ninguém foi preso.

O crime aconteceu na segunda-feira (7) em uma estrada vicinal da cidade. O marido e a criança não se feriram. De acordo com o delegado Ramon Queiroz, responsável pelo caso, a família mora em Iporá, também na região central, e seguia para Goiânia por motivo de trabalho.

“O marido dela disse ontem [terça-feira, 1º] que eles foram abordados na GO-060, cerca de 15 km depois de Iporá. Depois que um dos homens assumiu a direção, o outro continuou na moto e seguiu o carro. O condutor pegou o caminho inverso, entrou em uma estrada de terra e fugiu com o comparsa na moto depois de cometer o crime”, disse o delegado.

Ainda conforme Queiroz, o marido de Vanessa, que é empresário, afirmou que a esposa discutiu com o criminoso porque queria descer do veículo. Ele disse também que como seu celular estava sem sinal, pegou o filho e foi até a estrada para pedir ajuda. Porém, a mulher não resistiu.

O responsável pelo caso disse que nenhum pertence foi levado. O esposo da vítima afirmou que ficou com medo e parou o veículo após ver a arma do motociclista.

“Não descartamos nenhuma possibilidade. Temos que checar tudo. Estou tentando marcar a reconstituição do crime ainda para esta semana para que o marido possa mostrar como se deram os fatos”, afirmou Queiroz.

G1/TO

Homem é preso após furtar botijão de gás e carne de comércio

Suspeito havia deixado um presídio onde respondia por outro furto há menos de um mês. PM desconfiou quando ele tentou jogar os objetos fora ao ver a viatura.

Um homem de 22 anos foi preso na madrugada desta quarta-feira (2) com produtos roubados de um comércio no centro de Palmas. Entre os itens encontrados com ele, estão um botijão de gás, 10 quilos de carne, um ventilador e dois litros de leite. Os policiais acharam a atitude do homem suspeita, já que ele tentou se esconder e jogar fora os objetos quando o carro da polícia se aproximou.

O suspeito estava livre há menos de um mês, ele deixou um presídio onde respondia por outro furto realizado na capital recentemente. Além dos produtos roubados também foi encontrado um pé-de-cabra que pode ter sido usado no arrombamento. O comércio assaltado fica na quadra 103 Norte.

Como a prisão foi em flagrante, o homem voltou para o presídio, onde deve aguardar decisão da Justiça.

G1/TO

Vistoria encontra facas e celulares no presídio Barra da Grota em Araguaína

Diretor da unidade disse que alguns presos não encontravam dificuldades para estar com celulares nas celas. Na unidade há mais de 440 detentos.

A Polícia Civil realizou uma revista no presídio Barra da Grota, em Araguaína, norte do Tocantins. Facas de fabricação caseira e 13 celulares foram encontrados dentro das celas. A operação “The end”, que significa “fim”, foi nesta terça-feira (1º). 

O diretor do presídio Barra da Brota, Elizeu dos Santos, falou que alguns presos não encontravam dificuldade alguma para estar com celulares dentro das celas.

“Talvez até ontem foi fácil, mas não vai ser fácil. A gente vai pegar firme no quesito segurança e também sem deixar de falar na nossa ressocialização, faz parte do contexto da penitenciária ”, informou.

G1/TO

Carro atropela mulher durante ultrapassagem e capota na TO-201

Vítima foi arremessada para fora da pista e morreu no local. Motorista também teve ferimentos e foi levado para o Hospital de Augustinópolis.

Uma mulher morreu ao ser atropelada na TO-201, entre Augustinpopolis e Axixá do Tocantins, no extremo norte do estado. A Polícia Militar informou que o acidente aconteceu quando o motorista do carro tentava fazer uma ultrapassagem. A mulher era moradora de um povoado na região, ela ainda não foi identificada.

O condutor do carro também ficou ferido, já que o carro capotou após a batida e precisou ser levado para o Hospital de Augustinópolis. A mulher morreu no local após ser arremessada para fora da pista. O acidente foi na tarde desta terça-feira (1º).

G1/TO

Prefeitura de Palmeirópolis oferece cadastro gratuito no CAR a pequenos agricultores

Prefeitura convida pequenos agricultores para realizarem inscrição no Sistema de Cadastro Ambiental Rural a partir de segunda feira, 7 de agosto.  

O Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais.

Consiste no levantamento de informações georreferenciadas do imóvel, com delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP), Reserva Legal (RL), remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, áreas de interesse social e de utilidade pública, com o objetivo de traçar um mapa digital a partir do qual são calculados os valores das áreas para diagnóstico ambiental. 

A ação será realizada pelos técnicos do Consórcio Capim Dourado, contratado pelo Governo do Estado para a realização do CAR, no prédio da Secretaria de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, localizada na Rua Cinco, nº 471 (Em frente ao Pelotão da PM).

Documento de propriedade a ser apresentado:

– Certidão de registro; Contrato de compra e venda; Escritura; Emissão de posse ou carta de anuência ou concessão real de direito de uso; Contratos; Declarações; Termo de doação, etc.

– Documentos pessoais: Identidade, CPF, Comprovante de endereço.

(Será aceito qualquer um deste documentos citados)

Para maiores informações:

Fone: 63-3386-1835

E-mail: sema.palmeiropolis@gmail.com

ATENÇÂO: Neste atendimento, o público-alvo são os pequenos proprietários rurais que possuem até 320 hectares (4 módulos fiscais ou 66 alqueires). Mais de 400 propriedades faltam fazer o CAR.