Dois homens ficam feridos após carro capotar e sair da pista na TO-387

Por causa da gravidade dos ferimentos, as vítimas estão sendo transferidas para o Hospital Geral de Palmas em uma UTI aérea. Acidente foi próximo de Dianópolis, sudeste do Tocantins.

Dois homens ficaram feridos após um acidente de trânsito próximo de Dianópolis, no sudeste do Tocantins, na tarde dessa terça-feira (24). Segundo a Polícia Militar (PM) o carro em que as vítimas estavam capotou na TO-387 e saiu da pista. Por causa da gravidade, as vítimas foram resgatadas em uma UTI aérea.

No momento do acidente as vítimas foram socorridas por fazendeiros da região. Os policiais não informaram o que pode ter causado o acidente. A parte da frente do veículo ficou destruída.

Por causa da gravidade dos ferimentos, as vítimas saíram do hospital por volta das 16h em uma ambulância do Corpo de Bombeiros e foram levadas até ao aeroporto de Dianópolis, onde uma UTI aérea espera para realizar o transporte para o Hospital Geral de Palmas.

O carro que os homens estavam é da G7 Net, que oferece serviços de internet. A gerência informou que os feridos são funcionários da empresa, estavam trabalhando, e que eles não correm risco de morrer.

G1 Tocantins

Crimes motivados por tráfico de drogas em Arraias são alvo de denúncias do MPE

As denúncias foram realizadas pela Promotoria de Justiça.

Três acusados de homicídio qualificado e um de latrocínio foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE) em Arraias. Todos os casos têm relação com o tráfico de drogas e tiveram grande repercussão na cidade no último ano.

Tiago Teles da Silva é acusado do homicídio de José Divino da Silva Menezes, morto no dia 24 de maio de 2017, com três tiros, em Arraias. Segundo o Promotor de Justiça João Neumann Marinho, a finalidade do crime foi obter vantagens na disputa e concorrência no comércio ilícito de drogas no Município. Tiago e a vítima estariam envolvidos com o tráfico de drogas, mas em organizações diferentes. O crime teria acontecido sob o pretexto de “eliminar o concorrente” e aumentar ganhos e lucratividade nas atividades criminosas.

O envolvimento com o tráfico de drogas também motivou o assassinato de Fábio Júnior Serafim Batista, conhecido como “Bilu”. Segundo apurado pela Promotoria de Justiça de Arraias, Davi Rodrigues Izabel matou a vítima com três tiros a mando de um traficante de drogas da região, que foi denunciado pelo MPE e está sendo procurado pela polícia.

A morte foi encomendada para quitar uma dívida da vítima com o traficante. Como recompensa, o acusado Davi Rodrigues teve perdoada a dívida que possuía com o tráfico.

O último denunciado, David Wilkerson Gomes dos Santos, é acusado de matar um idoso, a golpes de enxada e de faca, com o intuito de roubar o dinheiro da aposentaria. Conforme apurado, o denunciado planejou a execução do crime de roubo com o objetivo de usar o dinheiro para comprar drogas.

Três dos quatro acusados encontram-se atualmente presos preventivamente na Cadeia Pública da Comarca de Arraias pela prática dos crimes.

imprensampto/Daianne Fernandes
Imagem/divulgação

Defesa aponta provas ilegais na cassação de Marcelo Miranda e pede que processo vá para o STF

Pedido é analisado pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral antes de chegar ao supremo. Defesa afirma que provas foram retiradas de celular sem autorização da Justiça.

A defesa de Marcelo Miranda (MDB) e Cláudia Lelis (PV) entrou com um novo recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os advogados pedem a subida do processo que resultou na cassação dos políticos, por caixa dois durante a campanha de 2014, para o Supremo Tribunal Federal (STF). O principal argumento é de que as provas utilizadas durante o processo foram adquiridas de forma ilegal, sem autorização judicial.

O recurso extraordinário foi feito na noite desta segunda-feira (23). Agora, o pedido vai para as mãos do ministro Luiz Fux, que é presidente do TSE e relator do processo. Ele vai decidir se o caso pode chegar até o Supremo.

Se o ministro negar a subida do processo, a defesa ainda pode entrar com um pedido direto no STF e forçar que o caso passe para as mãos de Gilmar Mendes. “Reconhecemos que há várias matérias constitucionais para serem debatidas. Principalmente em razão de prova, ilicitude de provas. A maior discussão do julgamento foi se as provas extraídas de telefone celular, do whatsapp, seriam lícitas ou não. No entender da defesa, só esse tema é suficiente para se aceitar o recurso e debater isso no Supremo”, explicou o advogado Thiago Boverio.

A alegação da defesa é de que as provas utilizadas para condenar Marcelo Miranda foram obtidas sem autorização judicial pela polícia de Goiás, após a apreensão de um avião com R$ 500 mil e material de campanha em Piracanjuba (GO), em 2014.

Além deste recurso, outro advogado de Marcelo Miranda entrou com um pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal pedindo que os efeitos da cassação sejam suspensos até que todos os recursos sejam julgados pela Justiça. Enquanto isso, o calendário da eleição suplementar ocorre normalmente.

“Se o supremo acatar essa alegação reforma a sentença. Tirando isso [as provas], cai tudo. A gente acredita no êxito. Não vamos discutir a decisão do TSE, se foi certa ou errada, mas entendemos que em matéria de prova, se é ilícito ou não, a última palavra é do Supremo”, afirmou.

Entenda

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou no dia 22 de março os diplomas do governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice-governadora Cláudia Lelis (PV). O processo, que analisa caixa dois durante a campanha de 2014, começou em 2015 após uma aeronave ser apreendida com R$ 500 mil em Goiás.

Um pedido de liminar feito ao Supremo Tribunal Federal pedindo a suspensão da cassação até que todos os recursos possíveis sejam julgados. O site teve acesso ao documento em que o advogado alega que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) agiu de maneira “atípica” e “estranha” ao dar celeridade ao julgamento dos embargos de declaração. A defesa pede que o afastamento do cargo seja suspenso até que todos os recursos possíveis sejam encerrados.

O pedido está nas mãos de Gilmar Mendes, que deve emitir uma decisão nos próximos dias.

G1 Tocantins

Caminhão fica destruído ao pegar fogo em rodovia do Tocantins

Motorista trafegava pela pista quando percebeu a fumaça. As chamas começaram pelo painel e se espalharam pelo veículo; ninguém se feriu.

Um caminhão ficou completamente destruído ao pegar fogo na TO-080, entre Paraíso do Tocantins e Palmas. O incêndio foi registrado pelo Corpo de Bombeiros na noite desta segunda-feira (23). O motorista contou aos militares que trafegava pela rodovia, quando percebeu o fogo no painel da cabine.

O condutor estacionou o caminhão e saiu sem ferimentos. Momentos depois, o veículo foi tomado pelas chamas. Os Bombeiros apagaram as chamas e a Polícia Militar ajudou no controle do tráfigo da pista.

G1 Tocantins

Deputado Wanderlei Barbosa é o vice de Carlesse

Chapa de Carlesse é registrada com Wanderlei de vice e com slogan governo de titude.

O advogado Juvenal Klayber registrou a candidatura de Mauro Carlesse do PHS para o governo por volta das 19:30. O governador interino não conseguiu chegar a tempo.

A coligação se chama “Governo de atitude”.

O vice mudou de ultima hora, agora é o deputado estadual também do (PHS), Wanderlei Barbosa por uma questão de representatividade de Palmas e da região Central.

Os partidos aliados de Carlesse são PP, Democratas, PTC, PMN e PRB e PPS.

Gazeta do cerrado

Amastha consegue registrar candidatura com Célio Moura de vice e vai recorrer de ordem do PT

Apesar de intervenção do PT Nacional, sobre coligação e apoio, Amastha registra candidatura com vice petista, Célio Moura; O ex-prefeito não foi até o TRE.

O candidato ao Governo e ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), enviou ao Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE), nessa segunda, 23, representantes para realizar seu registro de candidatura, ainda com o advogado petista, Célio Moura, como candidato a vice-governador, apesar da intervenção Nacional do Partido dos Trabalhadores.

“Eu não tenho conhecimento do pedido, nos temos que tomar conhecimento, saber do teor para depois manifestar. Não sabemos nem o que tá escrito lá”, afirmou o advogado Leandro Manzano. 

Ainda no final da tarde, a chapa de Amastha tinha um futuro incerto com a declaração de intervenção do PT Nacional que impedia a aliança do partido com o ex-prefeito, e também que o PT ficasse contra a também candidata ao Governo, Senadora Kátia Abreu.

Manzano e vereador da base protocolam candidatura de Amastha com PT na vice (T1 Notícias)

T1noticias

Olyntho tem nome cotado para vice de Carlesse, mas Ataídes é impasse para coligação

Deputado Estadual Olyntho teria sido cotado como vice de Mauro de Carlesse e chegou a receber o convite; Candidatura estaria sendo negociada com Ataídes, presidente do PSDB.

Fontes de bastidores conferiram que o deputado estadual Olyntho Neto (PSDB) foi convidado para compor a chapa encabeçada pelo atual governador, Mauro Carlesse (PHS), como o candidato a vice-governador. O convite só não teria ainda sido aceito, por impedimentos partidários.

As informações que correm são de que o nome do deputado estadual tem sido bastante considerado e apoiado por todos os prefeitos, de ambos os partidos, já que não seria bom para o PSDB ficar de fora do processo eleitoral depois da desistência do Senador Ataídes, presidente do partido, ao pleito das suplementares de 3 de junho.  

Olyntho teria disposição para aceitar o convite de Carlesse, dizem pessoas próximas ao parlamentar. “Ele está no momento em pé de negociação com Ataídes”. O senador, por sua vez,  afirmou na convenção do PSDB no domingo, 22, que o partido não coligaria com ninguém nessa eleição.

 “O PSDB-TO não participará das eleições suplementares ao Governo do Tocantins, que acontecerão em 3 de junho e consequentemente não coligará com nenhum partido”, afirmou Ataídes Oliveira.

O Portal tentou entrar em contato com o Senador para mais informações, mas ele não atendeu nossas ligações.

T1noticias

Direção Nacional usa resolução e intervém para impedir PT de disputar contra Kátia

Suplente da senadora Katia Abreu, Donizeti Nogueira confirmou que entrou com recurso contra decisão do PT Regional de apoiar Amastha e foi acolhido pela Direção Nacional.

“O PT não pode ficar de sacana, de desleal. A senadora Gleisi Hoffman fez um acordo ontem, que foi desrespeitado. Então nós entramos com um recurso e a Direção Nacional usou uma resolução que determina que a posição do partido em eleições estaduais seja discutida com  a Nacional”.

Com estas palavras, o suplente de Senador, Donizeti Nogueira confirmou ao site que o PT Nacional intervirá no Tocantins nas próximas horas impedindo a aliança da legenda com o ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB).

Segundo Nogueira, após uma conversa com a Nacional, o deputado Paulo Mourão havia retirado sua candidatura. Durante o dia no entanto, seu grupo articulou para levar o partido para o palanque de oposição à senadora Kátia Abreu, da qual  a legenda tem o suplente. “Depois de toda a defesa que a senadora fez, em nível nacional, pela presidente Dilma, pelo PT, pelo presidente Lula, e contra o impeachment é impensável que o partido vá subir num palanque de oposição a ela, para tentar derrotá-la no Tocantins”, disse Nogueira.

A decisão que acata o recurso impetrado na Nacional deverá ser comunicada ao partido nas próximas horas, informou Nogueira.

O site entrou em contato com a direção nacional, que confirmou que “o Diretório Nacional do PT, reunido nesta segunda-feira, 23, em Curitiba, anulou os atos da Convenção do PT Tocantins e determinou a retificação da ata incluindo o partido na Coligação que apoia a candidatura da senadora Kátia Abreu ao governo do Estado nas eleições suplementares de 3 de junho”, declara a Executiva Nacional em nota.

Com a intervenção confirmada caberá ao PSB substituir o vice, ou mantê-lo e recorrer judicialmente.

T1noticias

Gaguim compõe palanque de Carlesse durante convenção

Sete siglas confirmaram a aliança efetiva com o governador interino, sendo formado pelo PHS, PRB, PPS, PMN, PTC, DEM e PP.
Após confirmação de apoio à candidatura de Mauro Carlesse (PHS) às eleições suplementares, o deputado federal Carlos Henrique Gaguim (DEM) participou do lançamento da convenção humanista de Carlesse no auditório da Assembleia Legislativa, em Palmas. 
 “Quem conhece o povo é vocês. Não vamos administrar esse estado por rede social. Dinheiro tem, o que falta é empenho para realizar bons projetos. Você não pensou na política, você pensou no Estado, Mauro. Vamos fazer um projeto para não decepcionar mais o povo tocantinense”, destacou Gaguim.
Ascom deputado Gaguim

Casal de namorados morre após ser atingido por carro em frente a parque no Tocantins

Acidente aconteceu em cruzamento no centro de Araguaína, próximo ao parque Cimba. Casal estava em uma motocicleta morreu no local.

Um casal de namorados morreu após ser atingido por um carro no centro de Araguaína, norte do Tocantins. O acidente aconteceu na madrugada desta segunda-feira (23) no bairro São João. Vanessa Fernanda Andrade Nascimento, de 16 anos, e Lucas de Souza Silva, de 20 anos, estavam em uma motocicleta e morreram no local.

A colisão aconteceu no cruzamento das ruas Alfredo Nasser e Princesa Isabel, ao lado do Parque Cimba, um dos principais pontos turísticos da cidade. Silva ficou preso embaixo do veículo e a jovem foi arremessada. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os dois não resistiram aos ferimentos.

Moradores afirmam que o local liga grandes bairros da cidade e por isso o tráfego de veículos é intenso, mesmo assim, não possui sinalização adequada com quebra-molas e redutores de velocidade. O motorista do carro ficou no local aguardando a chegada do socorro. O site solicitou mais informações sobre a ocorrência para a Polícia Militar e aguarda resposta.

G1 Tocantins