MPE recomenda que prefeitura efetue pagamentos atrasados em Peixe Tocantins

A medida é consequência de um Inquérito Civil instaurado pela Promotoria de Peixe.

O Ministério Público Estadual (MPE) expediu, nesta segunda-feira, 20, Recomendação à prefeitura municipal de Peixe, para que adote as providências necessárias para efetuar o pagamento do salário dos servidores públicos municipais contratados referente ao mês de dezembro de 2016, que estão em atraso.

O Promotor de Justiça Mateus Reis também solicita que a prefeitura se abstenha de realizar gastos com festividades como carnaval e temporada de praias até que a folha de pagamento esteja quitada.

Segundo o Promotor, o objetivo da recomendação é evitar altos gastos com festas no ano de 2018 enquanto não for regularizada a folha de pagamento atrasada, sob pena de ajuizamento de ação para bloqueio de verbas e aplicação de sanções da Lei de Improbidade.

A medida é consequência de um Inquérito Civil instaurado pela Promotoria de Peixe que apurou que o pagamento do salário referente ao mês de dezembro de 2016 de parte dos servidores públicos contratados pela Prefeitura ainda não foi efetuado pela atual gestão

Assessoria de Comunicação do MPE-TO/Daianne Fernandes

Motociclistas são flagrados fazendo racha na contramão no sul do Tocantins

Segundo a polícia, nove pessoas, com idade entre 18 e 24 anos, foram detidas. Elas foram levadas para a delegacia mas pagaram fiança e foram liberadas.

Nove motociclistas, com idade entre 18 e 24 anos, foram detidos em flagrante no momento em que faziam racha na BR-242, entre Gurupi e Peixe, na noite desta segunda-feira (23). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, eles trafegavam em alta velocidade e na contramão.

As disputas eram realizadas entre três motocicletas por vez, segundo a PRF. A polícia chegou até o local após receber uma denúncia anônima. Ao dar ordem de parada, alguns conseguiram fugir e nove foram detidos.

Eles foram levados para a Central de Flagrantes. Cada um pagou uma fiança no valor de R$ 450 e devem responder por direção perigosa.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, participar de corrida, disputa ou competição não autorizada pela autoridade e que coloque pessoas em risco é crime com detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de obter a permissão ou habilidade para dirigir veículos.

G1/TO

Dois corpos são encontrados em arquipélago após canoa virar no rio Tocantins

JianCarlo Consente e Valdemir Marcos desapareceram enquanto pescavam no Arquipélago do Tropeço, em Peixe.

Os corpos de JianCarlo Consente, de 48 anos, e de Valdemir Marcos Ribeiro Santana, de 36 anos, foram encontrados na manhã de ontém quarta-feira (13), no rio Tocantins, no município de Peixe, sul do estado. Eles desapareceram no Arquipélago do Tropeço após uma canoa virar. A região tem 366 ilhas e é o 3º maior arquipélago fluvial do mundo, segundo o Governo do Tocantins.

Barqueiros da região contaram que JianCarlo era estrangeiro e teria a licença de uso de uma das ilhas do arquipélago, conhecida como Ilha do Gringo. A Polícia Militar informou que ele era natural da Suíça. Ele morava há alguns anos na região.

Eles desapareceram na tarde desta terça-feira (12), quando pescavam no rio. A Polícia Militar, que auxiliava nas buscas, informou que três homens estavam pescando, quando a canoa bateu em algumas pedras e virou. Um deles conseguiu nadar, mas os outros dois se afogaram.

Desde o acidente, margulhadores e barqueiros da região realizavam buscas. Quando os Bombeiros chegaram ao local, nesta manhã, os corpos já tinham sido encontrados. Um dos homens estava preso embaixo da embarcação. O outro foi encontrado a cerca de 100 metros do local.

O corpo de Valdemir deve ser velado durante a quinta-feira (14) em Gurupi, no sul do estado. Já a família de JianCarlo está se deslocando da Suíça para Brasil e só deve decidir onde o corpo dele será enterrado após chegar ao Tocantins. 

G1/TO

Dono de ilha e funcionário morrem após canoa virar no rio Tocantins

JianCarlo Consente era dono da Ilha do Gringo. Ele e Valdemir Marcos desapareceram enquanto pescavam numa região conhecida como arquipélago do tropeço, em Peixe.

Os corpos de JianCarlo Consente, de 48 anos, e de Valdemir Marcos Ribeiro Santana, de 36 anos, foram encontrados na manhã desta quarta-feira (13), no rio Tocantins, no município de Peixe, sul do estado. Eles desapareceram numa região conhecida como arquipélago do tropeço após um canoa virar.

Barqueiros da região contaram que JianCarlo era estranheiro e dono da Ilha do Gringo. Ele morava há alguns anos na região. Disseram também que Valdemir era funcionário dele.

Eles desapareceram na tarde desta terça-feira (12), quando pescavam no rio. A Polícia Militar, que auxiliava nas buscas, informou que três homens estavam pescando, quando a canoa bateu nas pedras e virou. Um deles conseguiu nadar, mas os outros dois se afogaram.

Desde o acidente, margulhadores e barqueiros da região realizavam buscas. Quando os Bombeiros chegaram no local, nesta manhã, os corpos já tinham sido encontrados. Um dos homens estava preso embaixo da embarcação. O outro foi encontrado a cerca de 100 metros do local.

G1/TO

Carro bate, pega fogo e morre empresário de Peixe Tocantins

Segundo testemunhas, o acidente aconteceu por volta das 21h desta terça-feira, 27, na BR-242 no trecho que entre o povoado de Vila Quixaba e Peixe.

Uma camionete  Mitsubishi L200 Triton, conduzida pelo empresário Degmar dos Reis Custódio, 51 anos, conhecido como Degmar da Areia, colidiu com uma camionete D-10, a gás, que estava estacionada na margens da rodovia.  As pessoas que estava neste veículo saíram ilesos.

Dagmar da areia faleceu no local do acidente, ele estava conduzindo a Triton. A pessoa que conduzia a gaseira estava parado com parte do veículo dentro da pista, com isso o empresario Dagmar bateu, capotou o veículo e teve o seu corpo arremessado para fora da camionete que pegou fogo com o impacto”, disse a testemunha.

Dagmar da areia era proprietário de uma empresa que atua com mineração de areia às margens do Rio Santa Tereza.

O veículo ficou totalmente destruido.
O veículo ficou totalmente destruido.

 

Com informações de atitudetocantins