Três suspeitos de torturar e decapitar homem em Arraias são presos

Corpo de vítima foi encontrado parcialmente enterrado e em avançado estado de decomposição. Polícia suspeita que crime seja efeito da disputa pelo controle do tráfico na cidade.

A Polícia Civil prendeu três pessoas suspeitas de ter participação na morte de João Marcos Barbosa Pereira, conhecido como ‘Pinguim’, em Arraias, sul do Tocantins. O crime foi em julho e chocou a cidade pela brutalidade. Foram detidos como suspeitos, Rafael Souza Carvalho, de 23 anos, Thais Aquino da Silva, 24 anos e Francisco Filho Cavalcante, de 36 anos.

Segundo as investigações, os três torturaram, decaptaram e enterraram o corpo de Pereira em uma estrada vicinal da cidade. O rapaz ficou com parte do corpo expostas e por isso foi encontrado por moradores alguns dias depois, já em avançado estado de decomposição.

A Polícia Civil não esclareceu o papel de cada um dos envolvidos no crime. Rafael Souza e Thais Aquino foram pesos em Goiás e Francisco Filho estava em Taguatinga, no sudeste do estado. Todos estão sendo levados para Arraias, já que a Justiça determinou a prisão preventiva deles.

A principal linha de investigação é que a execução seja efeito de uma disputa pelo controle do tráfico de drogas na cidade. A vítima e os suspeitos, têm passagens pela posse de drogas na cidade.

G1 Tocantins

Deputado Federal Vicentinho Júnior participa da inauguração da obra do Luz para Todos em Arraias

O investimento de R$ 11,2 milhões na região atenderá 211 famílias ao longo de um traçado de 356 km de rede.
Após a vinda do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, em março de 2017, para a assinatura do termo de compromisso para universalizar a energia elétrica no Tocantins, com o objetivo de atender mais de 6,4 mil famílias na zona rural, o Deputado Federal Vicentinho Júnior (PR/TO) participou da inauguração nesta segunda-feira, dia 2 de abril,  da primeira fase da obra do Luz para Todos que atenderá o Kalunga do Mimoso, uma comunidade quilombola localizada a 120 km do município de Arraias, região Sudeste do Tocantins. 
 
”Essa é a nossa política, política de resultado para o Tocantins. Assim como trouxemos o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, no dia 16 de março, para inaugurar as obras da BR-242, que estavam paralisadas há mais de 10 anos, agora, após a nossa gestão há 1 ano e três meses, em que solicitamos a antecipação de recursos financeiros do Programa Luz Para Todos , no valor de R$ 104 milhões, em 2017 até Jun/2018, também voltaremos com o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho, para entregar a eletrificação para a Região Sudeste”, comemoram o Deputado Federal Vicentinho Júnior e Senador Vicentinho Alves.
 
A inauguração foi realizada em Arraias, no Salão Paroquial da Igreja Matriz N.S.A dos Remédios, com a presença do ministro Fernando Coelho Filho, do prefeito de Arraias, Antonio Wagner Barbosa Gentil, do presidente da Energisa Tocantins, Márcio Mário Zidan e demais autoridades e lideranças políticas.
Ascom deputado Vicentinho Junior

Vereador ferido em acidente segue internado; pai e tio morreram após carro bater em kombi

Colisão foi registrada na TO-050 perto de Conceição do Tocantins. Motorista de kombi escolar também morreu e três alunos ficaram feridos.

O vereador Ricardo Brito (PV) do município de Combinado, ferido durante um acidente na manhã deste sábado (24) na TO-050, segue internado no Hospital Regional de Gurupi.

A informação é do amigo, o vereador Eli Pereira, que o acompanha na unidade. O carro em que ele e mais quatro pessoas estavam bateu numa kombi escolar, próximo a Conceição do Tocantins.

Ricardo passou por uma drenagem no tórax nesta tarde e deve fazer cirurgia neste domingo. O amigo disse que ele está consciente.

O pai do vereador, José de Brito Filho, chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital de Arraias. O motorista Juarez Brito, tio do parlamentar, ficou preso às ferragens e também morreu no local.

A mulher de Juarez ficou ferida e está internada no Hospital Regional de Gurupi. Já a filha do casal, uma adolescente de 12 anos está no Hospital de Arraias. A unidade informou que ela está em observação.

O vereador Eli disse que chegou a conversar com Ricardo e que ele estava desorientado e perguntou pelo pai.

O acidente também provocou a morte do motorista da Kombi, Joaquim Ramalho dos Santos. Ele morreu a caminho do hospital de Arraias.

Três adolescentes que estavam no veículo foram socorridos por pessoas que passavam pelo local e levados para essa mesma unidade.

Momentos depois, um deles foi levado para Gurupi. Os outros foram encaminhados para o hospital de Campos Belos para fazer tomografia. 

Segundo informações da Polícia Civil, o carro de passeio bateu em um bezerro, fazendo o motorista perder o controle da direção e bater na kombi escolar que trafegava no sentido contrário.

G1 Tocantins

Polícia Civil prende suspeito de praticar homicídio no interior do Estado

As investigações realizadas pela Polícia Civil apontaram que o assassinato teria sido cometido devido a uma disputa existente entre vítima e autor pelo controle de pontos de venda de drogas, em Arraias.

Policiais Civis da 9ª Delegacia de Arraias, comandados pela Delegada Vanusa Regina de Carvalho Nunes e pelo Delegado Regional José Antônio da Silva, efetuaram, na tarde desta quarta-feira, (21), a prisão de Tiago Teles da Silva, de 20 anos de idade.

Ele é o principal suspeito de ter matado a tiros, José Divino da Silva Menezes, crime ocorrido no dia 24 de maio de 2017 e foi capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, em Arraias.

Conforme a delegada Vanusa, as investigações realizadas pela Polícia Civil apontaram que o assassinato teria sido cometido devido a uma disputa existente entre vítima e autor pelo controle de pontos de venda de drogas, em Arraias.

Em seguida, os policiais civis identificaram Tiago como o autor do assassinato e, desta maneira, a Delegada Vanusa representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão do indivíduo, a qual foi deferida e comprida, nesta quarta.

Tiago foi capturado logo após deixar a Cadeia Pública da cidade e, no momento de sua prisão, o mesmo estava cumprindo pena, em regime semiaberto, pelo crime de tráfico de drogas.

Diante dos fatos, Tiago foi novamente recolhido àquela Unidade Prisional, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Ainda segundo a Delegada, chamou a atenção da Polícia Civil, o fato de que autor e vítima eram amigos e, um dia antes do crime, a vítima, José Divino, havia emprestado a Tiago Teles, um revólver calibre 38, que este, supostamente, usaria para realizar um entrega de drogas.

No entanto, no dia do crime, o suspeito foi até a casa da vítima e a chamou no portão. Quando José Divino saiu para atender, foi atingido por vários disparos e veio a óbito.

Secretaria da Segurança Pública/Rogério de Oliveira

Polícia Civil desvenda homicídio e prende autor do crime em Arraias

Suspeito de invadir casa para matar rival é preso; vítima dormia quando foi baleada.

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Arraias, sob a coordenação do Delegado de Polícia Ronan Almeida Souza e sua equipe, desvendou, na manhã desta segunda-feira, 12, a autoria do crime de homicídio qualificado, o qual vitimou Fábio Júnior Serafim Batista, vulgo “Bilú”.

Crime foi em Arraias, sul do Tocantins, em 2017. Polícia Civil acredita que morte esteja ligada a disputa pelo controle do tráfico de drogas na região.

Por sua vez, um menor de idade, que também participou do crime e que estava foragido, foi apreendido no dia 09 de março do corrente ano, na cidade Uruaçu/GO com a valiosa colaboração da Polícia Civil daquela cidade.  

Os dois suspeitos encontram-se recolhidos na Cadeia Pública da cidade de Arraias à disposição do Poder Judiciário.

Conforme apurado, Davi Rodrigues Izabel, em concurso com o adolescente infrator, durante a madrugada do dia 08 de julho de 2017, valendo-se de conhecimento prévio da ausência de tranca da porta dos fundos da residência da vítima, adentraram no imóvel e efetuaram dois disparos de arma de fogo contra Fábio Júnior Serafim Batista, enquanto este dormia, causando – lhe a morte.

Tão logo tomou conhecimento do fato, a equipe de policiais civis de Arraias, coordenada pelo delegado Ronan Almeida efetuou diversas diligências com o propósito de capturar e levar a justiça, os autores do grave delito que chocou e tirou o sossego dos moradores da cidade.

Durante as investigações, o delegado representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão preventiva de Davi e pela internação provisória do menor, as quais foram deferidas e devidamente cumpridas.

Conforme demonstraram as investigações, a prática do delito está ligada ao tráfico de drogas e o motivo da execução, seriam dívidas oriundas da mercancia de entorpecentes.

Rogério de Oliveira/Secom Segurança Pública

Arraias: adolescente suspeito de tráfico de drogas é detido com cigarros de maconha

A Polícia Militar apreendeu, na tarde desta quarta-feira, 21, um menor infrator de 17 anos, por suspeita de tráfico de entorpecentes em Arraias do Tocantins.

Com ele a PM localizou 30 cigarros e um tablete de substância análoga à maconha.

O fato ocorreu por volta das 18 horas, durante patrulhamento tático especial feito por policiais militares da 1ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) no setor  Buritizinho, quando a equipe avistou alguns indivíduos em atitude suspeita na arquibancada da  quadra de esporte.

Quando percebeu que a PM iria efetuar a abordagem, o menor se dispersou do grupo. Os militares fizeram a volta no quarteirão com a viatura e avistou o jovem dispensando um volume, sendo feita a abordagem  do mesmo e recolhendo no local  um pacote contendo sete “dolas” (cigarros) de substância análoga à maconha.

Diante do fato, o indivíduo foi conduzido a Delegacia de Polícia, onde foi acionado o Conselho Tutelar.

Na delegacia, o mesmo confessou que comercializava  a droga na referida quadra e que ainda tinha certa quantidade de entorpecente na sua residência.

Diante do exposto, a equipe de Força Tática, acompanhada pelos conselheiros tutelares e o infrator,  deslocou até a residência e encontrou debaixo do sofá da sala num recipiente (pote de café) outro pacote contendo 23 “dolas” e um “tablete” de substância análoga a maconha.

A Equipe retornou à Delegacia de Polícia e apresentou o infrator ao delegado de plantão para formalização do procedimento cabível.

Gazata do Cerrado

Idoso é preso suspeito de participar de homicídio na região de Arraias Tocantins

O indivíduo é investigado pela suposta participação no crime de homicídio.

Na manhã desta segunda-feira (5), uma ação conjunta realizada por policiais civis da Delegacia de Aurora do Tocantins e também de Arraias, sob o comandado da delegada Melícia Resende Rocha Ganzaroli de Ávila, resultou na prisão de Edigar Domingos Passos, de 64 anos.

O indivíduo é investigado pela suposta participação no crime de homicídio, que vitimou Domingos Pereira de Souza, fato ocorrido em 22/10/2017 e foi capturado, mediante cumprimento de mandado de prisão temporária.

Conforme a delegada Melícia, as investigações apontaram para a participação de Edigar no crime e, dessa maneira, a delegada representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão do homem, a qual foi deferida e cumprida, na manhã de hoje.

Por ser o crime considerado hediondo, a prisão temporária tem o prazo de 30 dias e, durante esse período, Edigar Domingos Passos permanecerá recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Novo Alegre, à disposição do Poder Judiciário.

gazetadocerrado

 

Criança morre após ser atropelada por vizinha na calçada de casa em Arraias To

Acidente aconteceu no centro de Arraias, sudeste do Tocantins. Mulher entrou em estado de choque; caso deve ser investigado como homicídio culposo.

Uma criança de dois anos morreu após ser atropelada na porta de uma casa no centro de Arraias, sudeste do Tocantins. Conforme informações da Polícia Civil, o acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (18) no momento em que uma vizinha da vítima entrava na garagem da casa.

A responsável pelo atropelamento é uma professora de 39 anos. Segundo a polícia, ela prestou socorro e levou Ana Flávia Pereira para o hospital, mas a menina chegou na unidade sem vida.

A mulher contou que não viu a criança e só percebeu o acidente ao sentir que tinha passado por cima de alguma coisa. A professora entrou em estado de choque e está internada no hospital da cidade.

O corpo da menina foi levado para o IML de Porto Nacional. O caso está na delegacia de Arraias e o atropelamento deve ser investigado como homicídio culposo.

Carnaval de Arraias continua com muita festa e a tradição de molhar as pessoas

Cidade de Arraias: O Carnaval mais alegre e contagiante do Tocantins, para muitos o melhor do Brasil.

Sem brigas e considerado uma festa para todas as famílias, o carnaval de Arraias faz parte de uma das mais antigas tradições e tem características próprias que o difere das festas convencionais realizadas no país. É também a festa mais popular e animada do sudeste do Tocantins.

Os moradores celebram o Entrudo, que se constitui em um antigo folguedo carnavalesco, onde a característica principal é a brincadeira de jogar água: as pessoas saem pelas ruas em blocos animados, com música de sanfona ou trio elétrico e, além de dançarem animadamente, joga água fria nas pessoas, o que dá um toque especial de cultura e folclore à festa popular. Essa tradição remonta à época do nascimento da cidade e vem sobrevivendo de geração a geração. 

A cada ano se mostra um local de brincadeira saudável, tranquilo, familiar e arrebanha cada vez mais gente. Para muitos não é um carnaval qualquer, mas sim uma festa entre amigos. Porque é a marca da expressividade brasileira, irreverente e são quatro dias em que as pessoas se desapegam da sua rotina para curtir e festejar. Cada um escolhe a sua maneira de aproveitar cada instante, ouvindo as marchinhas ou as baladas do momento; namorando; dançando; vagando, ou trabalhando.

Leia

Entrudo: Tradição e Cultura 
Wilson Paulo Batista de Paula

Não é difícil falar de uma tradição que perpassa anos e anos, sempre inovando e orgulhando cada arraiano. Como me sinto honrado por ter oportunidade em falar de urna festa que causa alegria e me enche o peito de orgulho por conhecer e participar de uma tradição que foi, é, e sempre será a melhor.

O entrudo arraiano causa ansiedade em pessoas mostrando que Arraias não é histórica somente pela idade, mas também pela felicidade que propicia a cada folião.

Quem é que não gosta de andar pelas ruas da cidade, entrando nas casas das pessoas, deixando-as encharcadas e chamando-as para a festa. É tão bom brincar ao som das marchinhas do carnaval.

Antes essa festa era tocada por pessoas que saiam nas ruas para se divertir e molharem os outros, sendo que era e ainda cedido às crianças o primeiro dia de carnaval para que não interferissem no entrudo dos adultos. E bom destacar o tempo em que João Cardoso saia com um jumentinho pintado que conduzia um saco de couro cheio de litros de água para molhar as pessoas que encontravam nas ruas e dizia “Xepa ou não Xepa” e água nas custas de quem fosse escolhido por essas palavras. Na época não havia água encanada, por esse motivo as pessoas se viravam como podiam. O que não podia faltar mesmo prazer alegria e muita folia.

À tarde saiam os blocos fantasiados, e um bloco que se destaca até hoje é o das bichas, é a hora em que os homens se vestem de mulheres e vão para as ruas alegrar o entrudo.

Hoje o entrudo já tem uma animação diferente, mas sem perder a tradição e trazendo cada vez mais pessoas para a cidade no carnaval. O trio elétrico é a modernização da tradição, contudo essa brincadeira ainda segue pelas ruas entrando nas casas das pessoas deixando-as bem molhadas.

À noite tem o baile onde os blocos desfilam e esbanjam alegria no salão ao som das marchinhas, pois cada arraiano é um folião, cada madame é uma colombina, a mocidade é um pierrô que pula e grita:
a tradição não acabou!

E por toda essa história que eu peço a cada arraiano que não deixe acabar a tradição, pois essa festa de anos e anos vem enfrentando dificuldades para se manter viva. Não deixe morrer um costume que atrai a felicidade, sinta-se lisonjeado por ser filho de uma cidade que não tem vergonha de se divertir com sua própria tradição, pois se hoje ela faz história com sua cultura, atrai pessoas de todo país é porque ela se orgulha dos filhos que a mantém viva com o entrudo que é tradição e cultura.

Redação campeã do concurso promovido pela ONG Viva Arraias durante o I Viva Arraias (2003)
Aluno: Wilson Paulo Batista de Paula
Série: 2° ano do ensino médio básico
Professora: Mônica Rosa De Mártins Gomes 
Colégio Estadual Profª. Joana Batista Cordeirounnamed (2)unnamed
 
 Fonte:Diomar Miranda