Destaque, Governo do Tocantins

Análise dos embargos de Marcelo Miranda é retirada da pauta do TSE

Motivo da mudança na data ainda não foi informado pelo tribunal. Nova data para o julgamento não foi marcada.

A análise dos embargos declaratórios que a defesa de Marcelo Miranda (MDB) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral foi retirada da pauta da sessão desta quinta-feira (12). O motivo da mudança na data ainda não foi informado pelo tribunal e ainda não há uma nova data para que isto seja realizado.

A votação seria decisiva para o governador do Tocantins, já que o resultado poderia obrigá-lo a deixar o cargo novamente. O processo investiga o uso de caixa 2 na campanha de 2014 e tem relação com o avião com R$ 500 mil apreendido em Goiás.

Miranda está no cargo através de uma liminar do Supremo Tribunal Federal, mas o processo segue em andamento no TSE. A defesa queria que os ministros esclarecessem pontos contraditórios da sentença que cassou o mandato dele.

Para o Ministério Público Eleitora, o governador tenta um ‘rejulgamento’ do caso e quer desqualificar provas. A defesa negou e disse que os embargos são instrumentos legítimos para esclarecer dúvidas.

A liminar, concedida pelo Ministro Gilmar Mendes, permite que ele fique no cargo até que o TSE termine de julgar os embargos. O tribunal cassou no dia 22 de março os diplomas de Miranda e da vice-governadora Cláudia Lelis (PV).

G1tocantins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.