terça-feira, agosto 16, 2022

Últimas Notícias

Presa babá flagrada agredindo garoto com deficiência

Ela respondia em liberdade pelo fato ocorrido em setembro de 2015, em GO
Mulher foi detida no Fórum; denuncia agora passa de maus-tratos para tortura

Uma babá, de 38 anos, que foi flagrada agredindo um garoto de 12 anos, que possui deficiência múltipla, foi presa em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF. O caso ocorreu em setembro de 2015 e desde então ela respondia ao processo por liberdade. Câmeras de segurança de da casa onde ela trabalhava registraram as agressões .

A prisão foi decretada pela juíza Cláudia Silva de Andrade Freitas, titular da 1ª Vara Criminal da cidade. Ela explica que analisou o parecer do Ministério Público (MP) e resolveu acatar o pedido co o intuito de assegurar a instrução criminal.

“Entendi que havia elementos para receber a denúncia, considerando que havia suspeita que ela fugisse para o Maranhão. Além disso, isso coíbe que ela, eventualmente, ameace alguma testemunha”, disse ao G1.

A babá foi presa na quinta-feira (26), no Fórum da cidade. A magistrada explica que na ocasião, a mulher estava no local para prestar esclarecimentos à Justiça, procedimento padrão da medida cautelar que cumpria uma vez que respondia pelo crime em liberdade.

“Ela tinha que ir mensalmente ao Fórum para prestar contas sobre sua vida. O escrivão que a atendeu verificou que a prisão havia sido decretada e procedeu com a medida”, disse.

Cláudia determinou ainda a mudança do crime pelo qual a mulher responderá, assim como solicitou o MP. Acusada antes de maus-tratos, ela passa agora a ser denunciada por tortura. Se condenada, pode pegar uma pena de 2 a 8 anos.

Agressões
Nas cenas gravadas, é possível ver quando a mulher dá um chute na cabeça do garoto, que está deitado no chão. Ela também é flagrada ao colocar o pé sobre o menino e em outros momentos, ao tirar a roupa e trocar a fralda do menino, ela puxa o garoto com agressividade.

À polícia, ela confessou que as agressões aconteceram poucas vezes, alegou problemas pessoais e pediu perdão à família da criança.

Na ocasião, a mãe da vítima, uma atendente que não quer ser identificada, conta que a babá cuidava há dois anos do filho. O menino nasceu com uma doença no coração e, depois de uma cirurgia, ficou com deficiência múltipla.

A mulher não desconfiava da funcionária. Ela decidiu instalar o sistema de monitoramento para aumentar a segurança da família devido à violência na região.

A babá chegou a ser detida na época, mas assinou um termo de comparecimento ao Juizado Especial Criminal e foi liberada.(fonte:g1/go)

Últimas Notícias

spot_imgspot_img

Não deixe de ler

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS

Quer ficar informado em primeira mão? Se cadastre na nossa Newsletter e receba o Mapa da Notícia no seu e-mail.