quinta-feira, agosto 18, 2022

Últimas Notícias

Ex-morador de rua se despede de Gurupi

Depois de ficar quase 20 anos longe de seus familiares, o ex-morador de rua, Renato Costa de 45 anos, diagnosticado com transtorno mental, retornou para a cidade de origem com sua irmã e uma acompanhante.

Renato morou por um longo tempo em situação desumana nas ruas de Gurupi, mas, depois de denúncias nos veículos de comunicação, incluindo neste Portal, resultou em uma recomendação do Ministério Público obrigando o Poder Público a tomar uma medida e, em março desde ano Renato Costa foi resgatado e encaminhado para o Hospital Regional de Gurupi (HRG) .

A boa noticia aconteceu no início de abril com a chegada de Rosana Costa, irmã de Renato e, desde então iniciou via-crúcis, devido a burocracia, para o retorno para  Rodônia, onde mora a irmã, chegando a desanimá-la.

“A irmã dele relatou que não tem mais condições de ficar aqui com ele. Ela quer levar-lo para onde mora toda a sua família . Já conseguiu duas passagens de avião, mas, o médico responsável pelo mesmo, só libera se um médico acompanhá-lo na viagem. O problema e que a família não tem condições de arca com essa diária médica e a irmã teme ter que ir embora é deixá-lo aqui e ele voltará novamente para a Rua”, disse no sábado a assistente social, Nete Marinho.

Em nota o Hospital Regional de Gurupi adiantou ao Portal Atitude que no domingo, 22,  conseguiu liberação para que Renato Costa retornasse a cidade de origem.

“Sobre o caso do ex-morador de rua, Renato Costa de 45 anos, o Hospital Regional de Gurupi informa que  ele já recebeu alta   e voltou a cidade de origem, juntamente com  a irmã dele que o acompanhava. A viagem aconteceu na manhã da segunda-feira 23, e foi acompanhado de um profissional da saúde”, informou a assessoria.

Apesar da equipe do CAPS I (Centro de Atenção Psicossocial) e da Secretaria Municipal da Ação Social terem atuado no tratamento do paciente, o Portal Atitude tentou ouvir a Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria de Comunicação, mas uma vez foi em vão que apenas disse: “Infelizmente daqui não vamos disparar mais sobre esse assunto”, informou.(fonte:atitude tocantins)

Últimas Notícias

spot_imgspot_img

Não deixe de ler

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS

Quer ficar informado em primeira mão? Se cadastre na nossa Newsletter e receba o Mapa da Notícia no seu e-mail.