domingo, junho 26, 2022
spot_img

Últimas Notícias

Equipes colhem amostras de água em rios no sul do estado para identificar o que causou a morte de peixes

Situação intriga moradores e autoridades de Talismã há mais de duas semanas.

Mortes de peixes em rios que passam pela região sul do Tocantins estão sendo investigadas.

Equipes do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) estiveram no rio Canabrava, em Talismã, onde vários animais sem vida foram encontrados ao longo do curso d’água. As análises vão apontar o que pode estar causando as mortes.

A situação intriga moradores e autoridades há mais de duas semanas. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Defesa Civil de Talismã recomendou que os animais que estão morrendo não sejam consumidos pela população.

O receio é de que a carne dos peixes possa provocar problemas de saúde.

Exames realizados também vão indicar como está a qualidade da água.

A principal hipótese para o problema é o PH da água que está muito alto. Neste ano, o rio ficou muito tempo cheio em decorrência das chuvas. Surgiram muitos peixes provenientes de rios maiores. “Agora a água está baixando e ele não estão conseguindo produzir oxigênio necessário pra segurar esse tanto de peixe com vida”, disse a Defesa Civil.

Um problema semelhante que vem acontecendo no rio Pau Seco. O rio fica na divisa dos municípios de Araguaçu e Talismã. Ele nasce em São Miguel do Araguaia (GO) e desagua no rio Formoso, no sul do Tocantins. Os moradores contaram que é possível encontrar peixes mortos por pelo menos um quilometro e a causa ainda é desconhecida.

Em caso de denúncias ou para tirar dúvidas, moradores podem ligar na Unidade de Saúde de Talismã, no telefone (63) 3385-1140, e na Defesa Civil através do telefone (63) 98473-1148.

g1 Tocantins

Últimas Notícias

spot_imgspot_img

Não deixe de ler

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS

Quer ficar informado em primeira mão? Se cadastre na nossa Newsletter e receba o Mapa da Notícia no seu e-mail.