domingo, agosto 14, 2022

Últimas Notícias

Caso Silveira: ‘Reputação de governo deslizou de frágil para burlesca’, diz jornal

A saída de Fabiano Silveira do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle foi apontada como um simbolismo das debilidades do governo interino de Michel Temer em reportagens da imprensa estrangeira nesta terça-feira

Os jornais destacaram que o homem à frente da pasta encarregada de combater a corrupção foi gravado em conversas que sugeriam seu envolvimento em manobras para obstruir as investigações da Operação Lava Jato.

Em tom crítico, o jornal britânico Guardian afirma que “a reputação do novo governo interino deslizou de frágil para burlesca” após o episódio.

“A renúncia de Silveira eleva a pressão sobre o governo de Michel Temer, que encontra dificuldades de sacudir as acusações de que tomou o poder da presidente suspensa Dilma Rousseff com o objetivo de obstruir a maior investigação de corrupção na história do país.”

Para o argentino La Nación, “o desgaste político do governo interino se acelera a um ritmo vertiginoso”.

A reportagem lembra a “indignação” que as conversas entre Silveira e Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro – subsidiária de logística da Petrobras – geraram “em amplos setores da sociedade brasileira e inclusive em organismos internacionais anticorrupção”.

Na segunda-feira, chefes regionais do ministério em pelo menos 21 Estados entregaram seus cargos ou deixaram-nos à disposição exigindo a saída do ainda ministro.

Imagens dos funcionários do Ministério “limpando” o edifício em Brasília foram transmitidas em emissoras de TV estrangeiras, incluindo a BBC.

O nova-iorquino New York Times destacou a “atmosfera cada vez mais paranoica na capital, Brasília”, em que “membros das elites políticas e econômicas estão gravando secretamente gravando uns aos outros para fazer acordos de delação premiada”.

Michel Temer
Image copyrightREUTERS Image captionJornais destacam dificuldades do presidente interino, Michel Temer, em construir sua credibilidade

A conversa com Silveira e o presidente do Senado, Renan Calheiros, foi gravada por Machado, novo delator da Lava Jato, em 24 de fevereiro.

Nela, Silveira critica a condução da Operação Lava Jato pela Procuradoria Geral da República e dá conselhos a investigados.

Na segunda-feira, a ONG Transparência Internacional elevou a pressão sobre o ministro, afirmando que suspendia sua cooperação com o Ministério.

A cooperação envolvia três frentes de trabalho, uma das quais a participação na elaboração de propostas para a iniciativa internacional Parceria para Governo Aberto.

“Não deve haver impunidade para os corruptos e nem acordos a portas fechadas. É decepcionante que o ministro encarregado da transparência esteja agora sob suspeita, como parte de uma operação abafa”, disse – antes da renúncia – o diretor para as Américas da organização, Alejandro Salas.(fonte:bbc brasil)

Últimas Notícias

spot_imgspot_img

Não deixe de ler

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS

Quer ficar informado em primeira mão? Se cadastre na nossa Newsletter e receba o Mapa da Notícia no seu e-mail.