terça-feira, agosto 16, 2022

Últimas Notícias

Após estupro em Palmas, protesto pede o fim da violência contra mulher

Integrantes de movimentos sociais se reuniram na Praça dos Girassóis
Servidora pública foi estuprada ao sair do trabalho

Movimentos feministas fizeram uma manifestação pedindo o fim da violência contra a mulher nesta quinta-feira (2), em Palmas. O ato aconteceu na praça dos Girassóis e foi organizado depois que uma servidora pública foi estuprada ao sair do trabalho nesta quarta-feira (1º).

Manifestantes pedem o fim da violência contra a mulher (Foto: Divulgação)
Manifestantes pedem o fim da violência contra a
mulher (Foto: Divulgação)

Os manifestantes levavam cartazes com frases como “A culpa não é da vítima”, “Seu machismo mata” e “Desconstruindo a cultura do estupro”.

A estudante Ellis Mayza Ferreira Cunha, de 21 anos, participou da manifestação e afirmou que o objetivo é cobrar do governo segurança para a mulher em todo estado.

“Ela foi atacada, violentada em plena luz do dia. Temos que lutar por mais segurança, dentro e fora de casa. Precisamos acabar com esse machismo doentio, com essa relação de posse do homem sobre a mulher”.

O protesto teve a participação dos seguintes grupos: Movimento de mulheres de Palmas, União Brasileira de Mulheres, União da Juventude Socialista, Marcha Mundial das Mulheres, União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, Centro Universitário de Cultura e Arte da UNE, Mulheres Negras Tocantins, Coletivo de Mulheres da UFT e Kizomba.

Segundo a Polícia Militar, cerca de 60 pessoas participaram da manifestação. Os organizadores contabilizaram 150.(fonte:g1/to)

Últimas Notícias

spot_imgspot_img

Não deixe de ler

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS

Quer ficar informado em primeira mão? Se cadastre na nossa Newsletter e receba o Mapa da Notícia no seu e-mail.