Energisa orienta população sobre poda de segurança

Mais de 100 mil podas serão realizadas este ano.

Mais de 59 mil podas de segurança em árvores já foram realizadas neste ano de 2018 pela Energisa no Tocantins. A ação, que faz parte da rotina de manutenção de redes, tem como objetivo garantir a segurança da comunidade.

E ainda, evitar transtornos como a interrupção no fornecimento de energia elétrica. Por ano, a empresa realiza mais de 100 mil podas de árvores em todo o Estado, além de orientar a população sobre a poda de segurança e alertar para os riscos do contato de árvores com a rede de energia.

Bruno Queiroz, coordenador de Construção e Manutenção da Energisa, destaca que a poda de árvores próximas à rede evita o rompimento e a queda de cabos energizados em caso de ventos e chuvas fortes.  “Quando há a proximidade ou contato dos galhos com a rede de energia, a população deve entrar em contato com a Energisa para que a poda seja realizada com segurança”, informou o coordenador.

Especializadas e aptas a realizarem o serviço de poda, sem desligar a rede de energia, as equipes da Energisa atuam com o apoio do triturador de galhos, reduzindo assim o volume de resíduos, e consequentemente os impactos ambientais.

Plantio

De acordo com Mauricio Teles, engenheiro ambiental da Energisa, o plantio de árvores de grande porte não deve ser realizado embaixo da rede de energia. Sendo necessário avaliar o tipo de árvore e porte para assim evitar riscos à segurança. “Nos casos em que já existe a árvore, o proprietário da residência ou a Prefeitura (quando for área pública) devem manter a poda em dia e evitar o contato da árvore com a rede de energia”, orientou.

A interferência de árvores na rede elétrica é um problema que pode ser evitado com planejamento dos municípios e plantio de espécies apropriadas para a área urbana, de modo que não alcancem a altura da rede elétrica. “Em calçadas sob rede elétrica, devem ser plantadas árvores de pequeno porte, com altura máxima de 5 metros”, destacou o engenheiro ambiental.

Segurança

O contato das árvores com a rede elétrica pode trazer consequências sérias como:

  • Vazamentos de corrente elétrica da rede para o solo (por meio das árvores), podendo inclusive atingir pedestres, principalmente em caso de chuvas;
  • Rompimento de condutores secundários (220/380 Volts) e primários (13.800/34.500 Volts), com risco de acidentes com pessoas;
  • Risco de curto-circuito com interrupção de energia, danos em aparelhos elétricos das residências, interferência com o sistema de sinalização, desligamento da iluminação pública e comprometimento dos sistemas de segurança, entre outras consequências;

A Energisa reforça ainda que no caso de cabos caídos no solo a população não deve se aproximar, acionando de imediato a concessionária pelo 0800 721 3330.

Comunicacão Energisa – ETO

Centro comercial de Palmas compromete-se com MPE a adotar medidas de segurança e combate a incêndio

Compromisso de adotar uma série de medidas de segurança, prevenção e combate a incêndio apontadas pelo Corpo de Bombeiros.

Representante do Centro Empresarial Tukana (antigo Centro Comercial Wilson Vaz) assinou Termo de Ajustamento de Conduta em que assume, perante o Ministério Público Estadual (MPE), o compromisso de adotar uma série de medidas de segurança, prevenção e combate a incêndio apontadas pelo Corpo de Bombeiros.

As orientações do Corpo de Bombeiros decorrem de vistoria realizada no último dia 25 e contemplam medidas gerais relativas ao prédio, bem como providências específicas para o térreo e para o primeiro e segundo pavimentos.

Segundo o acordo, assinado nesta quinta-feira, 28, a administração do empresarial terá que viabilizar a implantação de sistema de detecção e alarme de incêndio, hidrantes e chuveiros automáticos anti-incêndio (sprinklers). Também terá que ser instalada uma central de gás no térreo e formada uma brigada de incêndio.

As salas que se encontram desalugadas terão que ser desocupadas, não podendo servir de depósito, para que fiquem livres de qualquer material que possa vir a se transformar em material combustível. Os corredores também precisam ficar livres, para o caso de evacuação emergencial.

O acordo ainda especifica que o segundo pavimento do centro empresarial não poderá ser utilizado comercialmente até que sejam feitas as adequações às exigências contidas em projeto do Corpo de Bombeiros, especialmente quanto ao telhado da construção.

O Corpo de Bombeiros também assinou o Termo de Ajustamento de Conduta, assumindo o compromisso de realizar vistorias ao prédio posteriormente, para conferir se o acordo está sendo cumprido. As providências têm prazos distintos, sendo a última delas a instalação de chuveiros anti-incêndio, em 29 de março de 2019.

O Termo de Ajustamento de Conduta foi proposto pela Promotora de Justiça Kátia Chaves Gallieta, que atua na área de defesa da ordem urbanística. A intenção é garantir a segurança e a integridade física de centenas de pessoas que trabalham e transitam naquele local.

Assessoria de Comunicação do MPE-TO.

Wanderlei Barbosa e Comandante-Geral da PM discutem melhorias para a Segurança Pública do Tocantins

Para Wanderlei, o apoio da Casa é fundamental para fomentar políticas públicas de combate à violência.

Na tarde desta terça-feira, 13, o deputado Wanderlei Barbosa (SD) se reuniu, juntamente com o Presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse (PHS) e outros parlamentares, com o Comandante-Geral da Polícia Militar do Tocantins, Coronel Edvan de Jesus Silva, para definir ações que podem melhorar a segurança pública do Estado. 

Durante o encontro, o comandante apresentou aos deputados pontos importantes que irão beneficiar a Segurança Pública e pediu apoio dos deputados.

Dentre os assuntos discutidos, está a destinação de verbas de emendas para projetos apresentados pela PM para compras de viaturas, investimentos em infraestrutura, tecnologia, além de outros projetos que irão beneficiar à população.

O parlamentar ouviu atenciosamente as demandas solicitadas pelo coronel Edvan de Jesus e mostrou interesse em contribuir e apoiar as ações propostas pelo comandante-geral. 

Requerimento

Durante a sessão ordinária, a pedido de vereadores, o parlamentar apresentou propositura solicitando ao Secretário de Segurança Pública o aumento do efetivo e policiamento ostensivo na cidade de Campos Lindos do Tocantins, não somente visando a redução da criminalidade, como também objetivando uma maior interação entre polícia e sociedade.

O parlamentar espera que os órgãos competentes tomem as devidas providências em defesa da Segurança Pública do município.

Ascom deputado Wanderley Barbosa

Nomeação de aprovados do concurso da Polícia Civil ampliará segurança nos Municípios, afirma ATM

Entidade defende a nomeação dos aprovados para os cargos de delegado, escrivão e perito criminal.

O presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano, se reuniu nesta quarta-feira, 07, na sede da entidade, com membros da Comissão dos Aprovados no Concurso da Polícia Civil do Estado do Tocantins, certame ocorrido em 2014.

Na ocasião, Mariano defendeu a nomeação dos aprovados na seleção, em virtude da falta de segurança enfrentada pelas populações nos Municípios pequenos do Estado e, também, dos recentes casos de atentados praticados contra agentes políticos.

“Os Municípios precisam de polícia repreensiva e, também, de polícia preventiva. A polícia civil deve estar ativamente presente nas pequenas cidades, à disposição para eventuais ocorrências. Em algumas situações, os policiais militares precisam deslocar mais de 100 quilômetros para registrar uma ocorrência, sendo que em muitos casos as cidades ficam completamente desassistidas de guarnições policiais”, revelou o presidente da ATM, que destacou o interesse da grande maioria dos prefeitos em firmar uma eventual parceria com o Governo do Estado para auxiliá-lo na manutenção dos serviços de segurança.

Termo de Cooperação Técnico

“Se for preciso os Municípios firmam um Termo de Cooperação Técnico com o Estado no qual se comprometem a ajudar na manutenção de delegacias, na disponibilização de materiais de expediente e, se preciso for, até mesmo na cessão de servidores municipais. O Estado precisa garantir aos 139 municípios tocantinenses uma segurança pública em sua totalidade, com unidades à disposição do cidadão”, frisa Mariano, que garantiu aos representantes dos aprovados que expedirá ofícios ao governador Marcelo Miranda e ao secretário de Segurança Pública do Tocantins, Cesar Roberto Simoni de Freitas, pedindo a nomeação dos aprovados e se colocando a disposição para intermediar parceria entre Estado e Municípios.

Demanda

Segundo o representante dos aprovados ao cargo de delegado no Concurso da Polícia Civil, Joadelson Rodrigues Albuquerque, há um déficit de servidores para atuarem na Polícia Civil, devido às aposentadorias e exonerações.

“A Lei Estadual 581, de 1993, especifica o número de cargos de Delegado que deverá conter na estrutura da Policia Civil do Tocantins, um total de 244 cargos. Atualmente, há em exercício 172 delegados, para atender 220 unidades de segurança e 15 plantões de polícia”, conta o aprovado, que disse já ter passado por todas as etapas do certamente, como teste físico, academia de polícia, entre outros. “Falta apenas a nomeação”, diz Albuquerque.

O representante dos aprovados para o cargo de perito criminal, Heyder Monteiro Lopes, pede a nomeação de 37 participantes aprovados no concurso. “Hoje temos 137 peritos criminais em atuação. O déficit é de 80, e o número de aprovados não contempla toda a demanda”, explica. A Comissão pede ainda a nomeação de 40 delegados de polícia e 78 escrivães.

Ocorrências

Na semana passada a ATM lamentou na imprensa os fatos ocorridos contra o prefeito de Tocantins, Manoel Silvino. O gestor teve a casa invadida por criminosos que renderam a família e, posteriormente, disparam contra o prefeito e seu motorista, João Mascarenhas Barros.

Fato similar ocorreu com o prefeito de Chapada da Natividade, Joaquim Urcino, em 2016, quando o gestor foi rendido por criminosos em sua residência. “É papel do Estado ofertar segurança de qualidade. E esse serviço precisa estar de prontidão em todas as cidades do Tocantins”, finaliza o presidente da ATM.

Associação Tocantinense de Municípios – ATM

Taxista é amarrado durante assalto e consegue se soltar após morder cinto de segurança no Tocantins

Ele foi feito refém por quatro homens que contrataram o táxi em Palmas. Vítima foi amordaçada e amarrada com um cinto do carro e abandonada em uma mata.

O taxista Silvino Lucena de Cavalcante, de 61 anos, foi amarrado e amordaçado com um cinto de segurança durante um assalto na madrugada deste sábado (6), por volta das 2h54, em Palmas. Ele foi abandonado em uma mata e conseguiu se soltar após morder o cinto. Quatro criminosos participaram da ação e além do veículo, levaram R$ 1.100.

De acordo com a mulher da vítima, Maria Consuelo Cavalcante, os crimininosos ligaram para pedir um táxi no setor Jardim Aureny III. No local, três homens entraram no carro e informaram que precisavam ir até o Aureny IV para buscar uma mulher. Ao chegar no endereço, o quarto suspeito entrou no veículo.

Nesse momento, eles colocaram o motorista deitado embaixo do banco de trás do carro, com uma arma apontada para ele. Ao chegarem na saída para Lajeado, os suspeitos amordaçaram e amarraram o motorista usando um dos cintos do veículo e o abandonaram em uma região de mata.

Em seguida, os criminosos fugiram com o carro. Segundo Consuelo, o taxista mordeu a mordaça até conseguir rompê-la e em seguida conseguiu se soltar e pedir ajuda.

Conforme Consuelo, o veículo foi encontrado abandonado nesta manhã na quadra 806 Sul. A Polícia Militar informou que faz buscas pelos suspeitos.Carro foi encontrado na quadra 806 Sul (Foto: Arquivo Pessoal)

G1 Tocantins

Segurança ateia fogo em creche e ao menos 4 crianças morrem queimadas

O porteiro da escola, que teria problemas mentais, é o principal suspeito de ter ateado fogo nas crianças.

Várias crianças foram queimadas por chamas provocadas intencionalmente em uma creche no município de Janaúba, no norte de Minas Gerais, na manhã desta quinta-feira, 5. O Corpo de Bombeiros da cidade vizinha de Montes Claros confirma que ao menos quatro crianças morreram e há dezenas de feridos sendo resgatados. A Polícia Militar informou que um homem colocou fogo no próprio corpo e em crianças.

O porteiro da escola, que teria problemas mentais, é o principal suspeito de ter ateado fogo nas crianças, disseram os bombeiros. Cerca de 50 alunos estavam no recreio no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, no bairro Rio Novo.   

O número de feridos ainda não foi divulgado, mas, segundo a assessoria do Hospital Regional de Janaúba, cerca de 40 pessoas, entre crianças e adultos, deram entrada na unidade de Saúde. Alguns com ferimentos graves.  

“A Polícia Militar de Janaúba foi acionada para atendimento a uma ocorrência na creche municipal de Janaúba, denominada “Gente Inocente”, localizada no bairro Rio Novo, onde o porteiro da creche surtou e teria jogado álcool em algumas crianças e nele mesmo, ateando fogo, em seguida”, diz um comunicado da PM. Com informações do Estadão Conteúdo.

Noticias ao Minuto

Cinco pessoas são detidas com armas roubadas de empresas de segurança

A suspeita é que uma das armas seja do segurança baleado no último dia 27, em Araguaína. Dois homens e três mulheres foram autuados por porte ilegal de arma de fogo.

Cinco pessoas foram presas com armas de fogo roubadas de empresas de segurança em Araguaína. A suspeita é que uma das armas seja a que foi roubada do guarda Mauro Carlos Monteiro da Silva de 42 anos, baleado no último dia 27 de agosto. As prisões foram por volta das 3h30 desta segunda-feira (4).

A polícia informou que recebeu uma ligação anônima informando que cinco pessoas armadas em um carro estariam saindo do povoado Novo Horizonte em direção a cidade de Araguaína. No veículo, a polícia encontrou duas armas e drogas. Os cinco ocupantes, dois homens e três mulheres, foram levados para delegacia e autuados por porte ilegal de arma de fogo.

G1/TO

Jovem quebra vidraça para furtar lanchonete, mas é flagrado e detido por segurança

Segundo a polícia, suspeito jogou pedra em vidro e furtou celular de estabelecimento. Segurança viu ação e fez imobilização até a chegada da PM.

Um jovem de 22 anos foi detido pelo segurança de uma lanchonete em Araguaína, norte do Tocantins, na madrugada desta terça-feira (22). Segundo a Polícia Militar, o vigia flagrou o jovem jogando uma pedra na vidraça do estabelecimento para praticar um furto.

A ação aconteceu por volta das 3h. Enquanto o jovem arrombava o comércio, o segurança observava de longe. Depois que o suspeito saiu da loja, o segurança o imobilizou até a chegada da Polícia Militar.

Com o suspeito foi encontrado um aparelho celular, segundo a PM. Ele foi levado para a delegacia de Polícia Civil em Araguaína.

O proprietário disse que esta não é a primeira vez que o comércio é alvo desse tipo de ação. Só este ano, a lanchonete foi arrombada outras quatro vezes. A suspeita é que o mesmo jovem tenha participado dos outros crimes. A presença do segurança foi uma alternativa do dono para evitar maiores prejuízos.

G1/TO

No Tocantins: Criminosos entram em ônibus, assaltam passageiros e atiram em câmeras de segurança

Transporte coletivo trafegava pela TO-050, da região norte para a sul. Dois homens entraram no veículo e roubaram dinheiro e celulares.

Passageiros e motorista de um transporte público foram vítimas de um assalto registrado na noite desta segunda-feira (31), em Palmas. O crime aconteceu por volta 22h08. Segundo a Polícia Militar, o coletivo trafegava na TO-050, sentido sul da cidade, quando dois homens entraram e anunciaram o roubo. Eles levaram celulares e dinheiro. Os criminosos ainda atiraram contra as câmeras de segurança.

A PM disse que durante o trajeto, dois homens em uma motocicleta fizeram sinal de parada, perto de um estabelecimento comercial. Mas o motorista do coletivo não parou. Minutos depois, um passageiro acionou o sinal de parada, mas ninguém desceu.

Segundo a polícia, os dois homens aproveitaram para entrar no veículo e anunciaram o assalto. Eles roubaram o aparelho celular do motorista e a quantia de R$ 250. Os criminosos ainda roubaram alguns passageiros. A polícia não informou quais objetos foram levados.

O motorista contou à polícia que um dos homens atirou contra o piso do veículo e três câmeras de segurança. A empresa responsável pelo transporte não se manifestou sobre o assalto.

G1/TO

Virou festa: Mais oito presos fogem de prisão em Jataí

Sem investimentos por parte do governo de Marconi Perillo há mais de 20 anos na área de segurança pública, as cidades do Sudoeste de Goiás se tornaram o paraíso para os criminosos goianos. Depois de várias fugas em Rio Verde, agora o problema se repete na vizinha Jataí, que teve a segunda fuga registrada na semana.

Na tarde do último sábado, 18, oito presos fugiram do presídio da cidade, na região Sudoeste do Estado. De acordo com a direção da unidade, os presos conseguiram escapar depois de fazer um buraco na parede de uma das celas. Depois os detentos pularam o muro do prédio e entraram em uma mata. Durante a fuga eles pularam no Rio Claro, que abastece o município.

A suspeita é de que um dos presos, ainda não identificado, tenha se afogado. Uma equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros fez buscas por mais de 12 horas e não o encontrou. Em menos de uma semana essa é a segunda fuga na cadeia de Jataí. Na semana passada 11 presos fugiram pela área do banho de sol.(Fonte:Goiás Real)