Tempestade de raios mata 80 cabeças de gado em fazenda no Tocantins

Gado deve ser enterrado em valas na própria fazenda, em Talismã, sul do estado. Outros 24 animais morreram após serem atingidos por descargas em fazendas na região sul e sudeste do estado.

Chuvas com raios seguem causando a morte de gado em fazendas do Tocantins. Desta vez, conforme a Defesa Civil, 80 animais morreram após uma descarga atmosférica atingir a fazenda Santo Antônio, na zona rural de Talismã, na noite deste domingo (7) durante uma tempestade.

Em cerca de 10 dias, outros 24 animais foram eletrocutados em propriedades rurais da região sul do estado.

A fazenda onde os 80 animais morreram fica a cerca de 20 km de Talismã. Segundo a Defesa Civil, a propriedade rural atingida está em uma das regiões mais altas do município. Um vídeo feito por um funcionário da fazenda mostra os animais espalhados pelo pasto. 

Como a carne do gado é imprópria para consumo, uma vala deve ser aberta por uma retroescavadeira para que os animais sejam enterrados. A Defesa Civil da cidade informou ainda que foram registrados apenas sete milímetros de precipitação, porém, houve grande quantidade de raios.

Outros 24 animais morreram em fazendas do sul e sudeste do estado desde o início do ano. Um levantamento feito pela TV Anhanguera, apontou que quatro animais morreram em Gurupi, sete em Talismã e 13 em Pindorama.

G1 Tocantins

Chuva com raios provoca apagão em quadras do centro de Palmas

Chuva atingiu a capital no final da tarde deste sábado (18). Moradores relataram problemas em pelo menos seis quadras do centro da cidade.

A chuva com raios que atingiu Palmas no final da tarde deste sábado (18) deixou várias quadras do centro da cidade sem energia. Moradores relataram problemas em pelo menos seis pontos da cidade. Nas quadras 205, 207, 305, 307, 405 e 407 Sul houve oscilações. Ainda não há informações sobre se o apagão foi em função de algum raio ou por outro fator.

O jornal entrou em contato com a Energisa e aguarda resposta. A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia é de que a chuva continue durante o domingo (19) em pontos isolados. Em casos como este a Defesa Civil recomenda alguns cuidados:

  • Ao menor sinal de inundação, procure abrigar-se em locais seguros e mais altos;
  • Oriente-se e veja se locais próximos a você podem inundar, como córregos, rios, canais etc;
  • Se estiver em casa, desligue a energia elétrica na caixa de força de sua casa. Não toque em equipamentos elétricos se tiver descalço ou com os pés molhados;
  • Não ande na água, porém, se for extremamente necessário, use uma vara ou madeira para verificar se a área é firme e rasa;
  • Não dirija em áreas inundadas;
  • Não se abrigue debaixo de árvores, pois há riscos de quedas;
  • Coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos bem fechados e em local protegido;
  • Revise a resistência da sua casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado;
  • Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda (risco de queda pelo vento).

G1/Tocantins

Mulher morre e adolescente fica ferido ao serem atingidos por raios

Segundo o Samu, vítima estava lavando roupas quando sofreu a descarga.
Já o menor foi salvo pelo cachorro, que morreu ao retirar varal de cima dele.

Uma mulher de 39 anos morreu e um adolescente de 14 anos ficou ferido ao serem atingidos por raios em bairros diferentes de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Sheila Barbosa lavava roupas no quintal quando sofreu a descarga. Ela foi socorrida, levada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), mas morreu no hospital.

A diretora geral do Samu em Luziânia, Juliana Paula Colim, disse que estava chovendo quando os dois foram atingidos. “Segundo nos disseram no local, a mulher estava lavando roupas debaixo de chuva. Nós já a socorremos sem os sinais vitais, mas seguimos todo o protocolo de reanimação, a encaminhamos para o hospital. Infelizmente ela não resistiu”, afirmou.

Sheila e o adolescente foram atingidos por raios por volta das 22h de domingo. A mulher morava no Bairro São Caetano e o menor no Setor Industrial, a cerca de 10 km de distância.

O garoto sofreu queimaduras no braço direito e na perna esquerda, também foi levado para UPA, mas, segundo a unidade, não corre risco de vida.

Cão herói
Segundo a diretora geral do Samu, parentes disseram que o cachorro da família salvou a vida do adolescente. Ela afirma que o menino estava no quintal da casa quando o temporal caiu e a descarga elétrica derrubou o varal sobre ele. O cachorro puxou o arame, o desviando do menor, e morreu eletrocutado em seguida.

“O varal caiu em cima do adolescente. O cachorrinho da família correu, pegou o arame e o puxou, liberando o menino. O cão foi herói, livrou o garoto de uma descarga que poderia ter tirado a vida dele. Morreu no lugar do menino”, contou.

G1/Goias