Foragido por estupro é preso durante operação para investigar invasão em loteamento

Paulo da Silva Vieira, de 41 anos era procurado pelo crime no estado do Pará e foi encontrado na zona rural de Palmas. Também foram apreendidas duas armas com ele.

A Polícia Civil de Palmas prendeu nesta sexta-feira (17) Paulo da Silva Vieira, de 41 anos. Ele era procurado pela Justiça do Pará por suspeita de ter estuprado uma menor de idade em Itupiranga. A prisão de Vieira já tinha sido decretada, mas ele estava foragido.

O homem foi encontrado por uma equipe de Delegacia de Repreensão a Conflitos Agrários (Derca). Os agentes estavam no local conduzindo uma investigação sobre invasão de terras no loteamento em que Vieria mora. Os policiais desconfiaram da atitude do furagido durante a conversa.

O loteamento em questão fica na serra do Laejeado, na zona rural da capital. Também foram encontradas duas armas na casa do suspeito. Ele foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas e a Justiça do Pará foi avisada sobre a prisão.

Sobre a invasão de terras, o delegado Pedro Ivo Costa Miranda, que comanda a equipe, informou que o caso continua em investigação.

G1 Tocantins.

Suspeito de tráfico de drogas é morto a tiros na frente da mulher no norte do TO

Homem conhecido como Chicão foi atingido com cinco tiros dentro de casa, onde também funciona um comércio. Suspeitos do crime estavam encapuzados.

Suspeito de tráfico de drogas, Francisco Batista de Sousa, conhecido como Chicão, de 50 anos, foi assassinado a tiros na manhã desta sexta-feira (17) no município de Praia Norte, região norte do Tocantins. A Polícia Militar informou que a mulher presenciou o crime e chegou a ter a arma apontada na cabeça.

Segundo a polícia, o casal estava em casa, onde também funcionar um comércio, quando dois homens encapuzados entraram no local, por volta das 9h40. Eles atiraram várias vezes contra Chicão, que foi atingido com cinco disparos, sendo quatro no rosto e um na perna.

Ele morreu no local. A mulher disse que os suspeitos chegaram em um carro preto e fugiram após o crime.

Chicão tinha sofrido tentativa de homicídio por duas vezes. A polícia informou que ele tinha passagens por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

G1 Tocantins.

Homem é preso após amarrar grávida de nove meses e arrastá-la por matagal

Suspeito foi preso pela Delegacia da Mulher de Porto Nacional em cumprimento a um mandado de prisão. Caso estava sendo investigado há cerca de um mês.

Uma investigação da Delegacia da Mulher de Porto Nacional levou à prisão de Maycon Rodrigues da Silva. Ele é suspeito de agredir e manter a companheira grávida de nove meses em cárcere privado. Uma vez, a mulher chegou a ser amarrada e arrastada por um matagal. O homem foi preso em cumprimento a um mandado de prisão, no final da tarde desta quinta-feira (16)

Segundo a delegada Milena Santana, a investigação começou há cerca de um mês após denúncia anônima. Os policiais foram até a casa da mulher, que negou ter sido agredida por medo do companheiro. Porém, dias depois ela conseguiu fugir da casa e procurou a polícia.

A vítima sofria constantes agressões físicas e em uma determinada vez foi arrastada pelo mato com os pulsos amarrados, sem qualquer chance de se defender das agressões.

A polícia pediu a prisão do suspeito, que ficou foragido por cerca de um mês e foi preso na tarde desta quinta-feira (16) em Porto Nacional.

G1 não conseguiu contato da defesa do suspeito.

Outros casos

Nesta quarta-feira (15), uma mulher foi agredida pelo marido após uma discussão. Conforme o Corpo de Bombeiros, o marido jogou água fervendo no pescoço e abdômen da vítima, que teve queimaduras de primeiro e terceiro grau.

A delegada Milena Santana conta que os casos tem se tornado cada vez mais comuns. “No interior do estado, no geral, esses casos estão sendo muito corriqueiros porque as vítimas tem muito medo. As vítimas precisam procurar, precisam denunciar”, disse.

G1 Tocantins.

Menina de 11 anos acusa idoso de estupro no Tocantins

Criança de 11 anos disse que Sebastião Lopes esperava a mulher sair para trabalhar e praticava o crime, em Augustinópolis. Violência acontecia há mais de um ano, segundo vítima.

Homem de 61 anos é preso suspeito de estuprar neta da companheira

Criança de 11 anos disse que Sebastião Lopes esperava a mulher sair para trabalhar para praticar o crime, em Augustinópolis. Violência acontecia há mais de um ano, segundo vítima.

Um homem, de 61 anos, foi preso suspeito de estuprar uma criança de 11, em Augustinópolis, norte do Tocantins. Segundo a Polícia Civil, a menina é neta da companheira de Sebastião Lopes de Araújo. Ele foi capturado durante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva na noite desta terça-feira (14).

A criança contou à polícia que Araújo esperava a mulher sair para trabalhar para cometer o crime. Disse também que os abusos aconteciam há mais de um ano.

Exame pericial constatou lesões que comprovam a violência sexual. Segundo a polícia, a prisão dele aconteceu 48 horas depois de os policiais serem informados sobre o caso. Ele está preso na Cadeia Pública de Augustinópolis.

G1 Tocantins.

Homem é preso suspeito de quebrar braço do enteado com skate após ‘briga familiar’, em Goiás

Segundo polícia, padrasto confessou agressão na delegacia e alegou que ‘perdeu a cabeça’. Depois de pagar fiança de um salário mínimo, ele foi solto e responderá ao processo em liberdade.

Um homem, cuja idade não foi divulgada, foi preso suspeito de quebrar o braço do enteado, de 17 anos, usando um skate, em Goianésia, região central de Goiás. Segundo a Polícia Civil, a situação ocorreu após uma “briga familiar”. Após pagar fiança, ele foi liberado.

A confusão ocorreu no último domingo (12). Após ser agredido, o adolescente foi levado para o hospital, onde engessou o braço. De lá, ele esteve na delegacia para prestar depoimento, assim como o padrasto e a mãe.

“Ele [padrasto] confessou que atingiu o enteado com o skate durante uma briga familiar, que acabou perdendo a cabeça. A versão foi corroborada pela mãe do garoto”, disse ao G1 o delegado que realizou o flagrante, Marco Antônio Maia.

O motivo do entrevero não foi revelado. Foi estipulada uma fiança no valor de um salário mínimo – R$ 954 – que foi paga pelo homem.

Ele foi solto em seguida e irá responder em liberdade pelo crime de lesão corporal grave.

G1 Tocantins.

Delegado diz que namorado confessou ter matado Patrícia Aline ao ser preso

Iury Italu Mendanha foi encontrado em Campos Lindos e teria informado que matou a jovem com três tiros. Silas Barreira Borges também é suspeito e foi preso junto com Mendanha, ele não confessou.

O delegado de homicídios de Palmas, Israel Andrade, informou que Iury Italu Mendanha confessou o assassinato de Patrícia Aline dos Santos ao ser preso. Ele foi encontrado em Campos Lindos, no interior do Tocantins, e teria dado a declaração aos policias que participaram da operação. Iury alegou que agiu sozinho.

“Ele confessou ter cometido o crime de homicídio. Falou que chamou ela para conversar. Parece que ela falou para ele que já estava com outro. Segundo ele, atirou nela e saiu correndo. Disse que foi no mesmo local onde o corpo foi encontrado, mas não acredito nessa versão. Foi o que ele disse no momento da prisão, mas ainda vou ouvi-lo formalmente”, diz o delegado.

A Polícia Civil informou que ainda acredita que o amigo de Mendanha, Silas Barreira Borges, também esteja envolvido. Ele foi preso junto com Iury, mas não confessor participação no assassinato.

Os dois devem ser trazidos para Palmas até esta quarta-feira para serem ouvidos formalmente na Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa.

Suspeitos de matar Patrícia Aline são presos (Foto: Polícia Civil)Suspeitos de matar Patrícia Aline são presos (Foto: Polícia Civil)

Suspeitos de matar Patrícia Aline são presos (Foto: Polícia Civil)

O caso

A jovem foi encontrada morta em um matagal na última quinta-feira (9), perto de um shopping, na quadra 107 Norte, em Palmas. Dias antes do crime, ela pediu ajuda para uma amiga pelo WhatsApp, afirmando que o namorado queria matá-la.

Patrícia morava em Palmas há cerca de um ano e trabalhava como consultora de beleza. O primo disse que a família está assustada. O corpo da jovem foi enterrado em Serrana (SP) no último sábado (11).

Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (Foto: Arquivo Pessoal)Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (Foto: Arquivo Pessoal)

Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (Foto: Arquivo Pessoal)

Câmera de segurança

Iury e Silas aparecem em um vídeo horas antes de a jovem ser encontrada morta. Nas imagens, gravadas pela câmera de segurança de uma padaria, é possível ver que Iury chega à casa de Patrícia acompanhado pelo amigo.

No vídeo, Iury chega dirigindo e desembarca sozinho do carro. Ele chama Patrícia na porta e os dois conversam por alguns minutos até que o homem, que seria Silas, também desce do veículo. Os três ficam no local por mais alguns minutos e voltam para o carro juntos, desta vez com Iury no banco do passageiro e Patrícia no banco de trás.

A jovem parecia tranquila e chegou a abraçar o suspeito durante a conversa. Amigos de Patrícia disseram à polícia que ela usou a mesma roupa durante todo o dia, o que pode indicar que ela não esperava a visita e não estava preparada para sair de casa. O vestido é o mesmo com o qual ela foi encontrada morta.

G1 Tocantins.

Homem é preso após ameaçar matar a própria mulher e preparar cova para enterrá-la

Caso foi registrado em Arapoema, norte do Tocantins. Após a prisão, delegado descobriu que homem é acusado de matar uma ex-companheira e estava foragido.

Ildo Francisco de Viveiros, de 34 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (14) em Arapoema, no norte do Tocantins. Segundo a Polícia Civil, ele teria agredido a própria mulher e preparado uma cova no fundo da casa deles para enterrá-la. Após a prisão, o delegado responsável pelo caso descobriu que o homem tinha um mandado de prisão em aberto no Maranhão, onde é acusado de matar uma ex-companheira.

O delegado Marco Aurélio Barbosa Lima informou que a atual mulher do suspeito procurou a delegacia durante a manhã e denunciou as agressões. Momentos depois, o homem passou na frente da delegacia e acabou sendo preso.

“Ela foi fazer um B.O. por violência doméstica. Contou que já tinha sido agredida algumas vezes e que ele tinha cavado uma cova no fundo do quintal e prometido enterrá-la no local após matar”, contou o delegado Marco Aurélio.

Ainda segundo a polícia civil, após a prisão os agentes pesquisaram o nome de Viveiros e descobriram que ele é acusado de matar a ex-companheira Vera Lúcia Crispim dos Santos. A mulher foi morta com golpes de foice enquanto estava deitada em uma cama, em 2015.

Viveiros chegou a ser preso em flagrante pela morte, mas fugiu após arrebentar a porta da cela de uma delegacia no Maranhão. “Ele ainda é suspeito de tentar abusar da filha de 11 anos que teve com essa mulher. Na época ele foi indiciado por homicídio qualificado, que hoje corresponde ao crime de feminicídio, e estava foragido desde 2016”, contou o delegado.

O suspeito tinha fugido para o Tocantins e vivia com a atual companheira em um povoado na zona rural de Arapoema. O delegado afirmou ainda que ele vai responder por violência doméstica. Porém, deve ser transferido para o Paraibano (MA), onde responderá pelo homicídio.

G1 não encontrou nenhum advogado que represente o suspeito.

G1 Tocantins.

Jovem é preso suspeito de estuprar e engravidar a irmã, de 11 anos, em Goiás

Segundo Polícia Civil, rapaz de 19 anos confessou ter cometido os abusos pelo menos três vezes. Escrivão disse que, como gestação era de risco, foi interrompida.

Um jovem de 19 anos foi preso suspeito de estuprar e engravidar a própria irmã, de 11, em Teresina de Goiás, região norte do estado. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime em depoimento e contou que o cometeu em ao menos três ocasiões. Ainda conforme a corporação, por ser uma gestação de risco, ela precisou ser interrompida.

De acordo com o escrivão de polícia William Cândido, há pouco mais de um mês, a criança começou a sentir fortes dores abdominais. Após ir a um hospital na cidade e outro em Campos Belos, também no norte, foi enviada para Goiânia, onde foi constatada a gestação.

“A menina contou para os conselheiros tutelares que quem havia a engravidado era o irmão. O jovem foi ouvido dias depois e confessou o crime, mas como já não havia mais flagrante, ele foi liberado”, disse ao G1.

Ainda conforme Cândido, como tratava-se de uma gestação tubária, que poderia causar riscos à menina, ela foi interrompida. No entanto, ele não soube informar em qual hospital o procedimento foi feito.

A polícia entrou com pedido de prisão, que foi deferido pela Justiça. O mandado foi cumprido no último sábado (11).

O jovem está detido no Presídio de Cavalcante, distante 23 km de Teresina de Goiás. Ele deve ser indiciado por estupro de vulnerável e, se condenado, pode pegar uma pena que varia de 8 a 15 anos.

G1 Tocantins.

Jovem é preso em flagrante suspeito de estuprar a própria mãe, em Goiás

Crime foi denunciado pela própria vítima. Polícia Civil informou que horas antes, ele tentou violentar outra mulher que mora perto da casa dele.

Um jovem de 24 anos foi preso no domingo (12) suspeito de estuprar a própria mãe, em Flores de Goiás. Segundo a Polícia Civil, antes do crime, ele teria tentado violentar outra mulher, mas a vítima conseguiu fugir. Ele foi detido quando tentava deixar a cidade.

Segundo a corporação, nenhum advogado se apresentou até a manhã desta segunda-feira (13) para defender o suspeito. O site não conseguiu localizar a defesa do jovem.

De acordo com a polícia, durante a madrugada, o rapaz bateu na porta da casa de uma mulher de 53 anos que morava nas imediações por volta de 4h e, quando ela atendeu, tentou estupra-la. Porém, a vítima conseguiu fugir pulando pela janela de casa e pedindo socorro aos vizinhos.

“O rapaz é usuário de drogas e voltou para casa muito alterado por volta de umas 6h. Ao chegar, com uma faca, ameaçou e estuprou a própria mãe. A vítima procurou a polícia e denunciou o caso”, disse a escrivã da polícia, Juliana Xavier Bastos.

O rapaz foi encontrado no momento em que tentava fugir da cidade. Ele foi preso em flagrante por estupro e tentativa de estupro. Ele foi encaminhado para o Presídio de Formosa, onde vai aguardar pela audiência de custódia.

G1 Tocantins.