Adolescente de 15 anos morre com tiro na cabeça no Tocantins

Após o disparo, Bruno foi encaminhado ao Hospital Regional de Paraíso ainda com vida, mas morreu.

Bruno Almeida da Silva, de 15 anos, morreu na última segunda-feira, 4, em Marianópolis, após ser atingido com um disparo de arma de fogo na cabeça. O caso é investigado pela Polícia Civil, que apura se a vítima e um grupo de amigos, também adolescentes, estariam fazendo “roleta-russa”.

Conforme depoimento de um jovem de 17 anos, o grupo de amigos estava em uma casa e Bruno teria supostamente pedido para ver a arma, quando o revólver disparou. O jovem que levou à arma ao local fugiu, mas se apresentou à delegacia no mesmo dia.

Após o disparo, Bruno foi encaminhado ao Hospital Regional de Paraíso ainda com vida, mas morreu.

T1noticias

Polícia conclui que bebê foi atacado por animal silvestre e decide não indiciar avó

Criança desapareceu em assentamento após sair para brincar em um riacho perto da casa da avó com os irmãos. Partes do corpo dele foram encontradas dias depois, na zona rural de Filadélfia.

Polícia Civil concluiu a investigação sobre a morte do bebê Enzo Gabriel, de 1 ano e quatro meses. Partes do corpo dele foram encontrados próximo de um riacho em um assentamento na região de Filadélfia, norte do Tocantins, depois que o menino ficou quatro dias desaparecido. Os dois laudos solicitados pelo delegado responsável apontaram que a criança realmente foi atacada por um animal silvestre.

Conforme o delegado Luís Eduardo Amaral Freitas, não é possível responsabilizar ninguém pela tragédia. Enzo Gabriel foi visto pela última vez brincando próximo a um riacho perto da casa da avó, que estava responsável por ele os irmãos dele, de quatro e sete anos. As crianças tinham sido levadas pela mãe para passar alguns dias no assentamento.

“A conduta das pessoas não é suficiente para imputar responsabilidade criminal. Pelas características do local e de como o corpo foi encontrado os laudos apontaram que ele foi atacado por um felino, possivelmente uma onça. Diante disso a polícia entendeu por não indiciar”, explicou.

Os dois laudos sobre a morte do menino foram feitos pelo Instituto Médico Legal e pela Perícia Técnica. A polícia também ouviu depoimento de parentes da criança e testemunhas. O inquérito foi concluído e encaminhado à Justiça e Ministério Público.Riacho onde menino desapareceu (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Entenda

O menino foi visto pela última vez no dia 10 de outubro brincando em próximo a um riacho com os irmãos. Os Bombeiros chegaram a fazer buscas no local, mas encerraram as atividades na quarta-feira (11). Segundo a família, as crianças eram acostumadas a brincar no local, que fica a 300 metros da casa.

O irmão mais velho chegou a dizer que viu a criança sendo levada por um casal, mas parte do corpo acabou sendo encontrada quatro dias depois às margens do mesmo riacho onde as crianças brincavam.

G1/Tocantins

Polícia prende grupo suspeito de roubar defensivos agrícolas e causar prejuízo de R$ 30 milhões

Investigação aponta que crimes eram cometidos nos estados de Goiás, Maranhão, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

A Polícia Civil de Goiás prendeu quatro homens suspeitos de roubar defensivos agrícolas de fazendas e revender em lojas especializadas. Segundo a investigação, os crimes causaram um prejuízo de pelo menos R$ 30 milhões e a corporação acredita que essa era uma das maiores organizações criminosas especializada neste tipo de ação no país.

Os roubos dos defensivos agrícolas eram cometidos em grandes fazendas nos estados de Goiás, Maranhão, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais e revendidos na cidade mineira.

“O prejuízo é muito grande, às vezes dava prejuízo de R$ 3 milhões a uma única fazenda. O valor total dos roubos é estimado em R$ 30 milhões. Só em Goiás foram R$ 10 milhões”, disse o delegado Glaydson Carvalho, responsável pelas investigações.

Os quatro suspeitos foram presos em Araguari (MG) na última terça-feira (14) durante a segunda fase da Operação Terra Verde, mas a apresentação do caso ocorreu na manhã desta sexta-feira (17), em Goiânia. Em maio, na primeira etapa da ação, outras doze pessoas foram detidas em Goiânia quando se preparavam para roubar uma fazenda.

“Esse grupo era dividido. Tinha quem escolhia e monitorava as fazendas que seriam os alvos, tinha os que roubavam e também os receptadores, que são esses que foram presos agora”, disse o delegado Glaydson Carvalho.

Carvalho pelas investigações conta que os crimes eram encomendados. “Os quatro são proprietários de lojas que comercializam defensivos agrícolas. Então, eles sabiam exatamente o que precisavam, então encomendavam a quantidade e o tipo de cada produto e, depois, revendiam o material roubado, emitindo inclusive nota fiscal aos clientes”, explicou.

O delegado explicou que os quatro homens presos vão responder pelos crimes de roubo e associação criminosa.

G1/TO

Quadrilha presa no TO tinha até central de monitoramento para vigiar polícia

Grupo é suspeito de fraudar documentos e clonar veículos no norte do estado. Operação da Polícia Civil prendeu três homens que seriam membros da quadrilha.

Polícia Civil do Tocantins prendeu três homens suspeitos de fazer parte de uma quadrilha que fraudava documentos e clonava veículos em Araguaína, no norte do estado. O grupo tinha uma central de monitoramento para vigiar a movimentação da polícia na rua onde moravam. Os investigadores encontraram uma câmera de segurança em um poste e rádios que copiavam a frequência da polícia na casa.

A operação é da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic) e do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote). Na casa de um dos suspeitos foram encontrados dois carros com placas e documentos clonados, além de vários documentos pessoais que eram usados no esquema.

O grupo atuava na falsificação de carteiras nacionais de habilitação, identidades e até cartões de banco. A polícia investiga se os homens também faziam os roubos e furtos dos veículos que seriam clonados depois. Todos os presos já tinham passagens por crimes semelhantes aos investigados no caso. Um dos veículos apreendidos também pode ter relação com um homicídio ocorrido recentemente na cidade. 

A operação que desarticulou a quadrilha começou na manhã desta segunda-feira (13) e ainda está em andamento. Os nomes e idades dos suspeitos devem ser divulgados após o fim das trabalhos da polícia. Entre os objetos apreendidos estão uma arma e uma máscara de lobo que teria sido usada nos assaltos.

G1/TO

Polícia Militar do Tocantins realiza formatura do Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos

Os 56 profissionais militar estão aptos para o desenvolvimento de suas funções.

A Polícia Militar (PM) realizou, na noite dessa quarta-feira, 8, a solenidade de formatura do Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS). Na ocasião, 56 sargentos receberam o certificado de conclusão do curso, no auditório do Quartel do Comando Geral (QCG) em Palmas 

O CAS teve carga horária de 202 horas/aulas, distribuídas em aulas semipresenciais e aulas práticas. A realização do curso, além do aspecto de valorização profissional, garante a difusão de conhecimentos e de técnicas específicas, que garantirão uma melhor prestação de serviços de segurança pública à sociedade tocantinense.

A turma recebeu o nome do 1º sargento Paulo Pereira da Silva, in memoriam, que faleceu em serviço. Uma placa foi descerrada em homenagem ao militar, a viúva Marivalda Barbosa dos Santos e os filhos Cainã e Daniel receberam uma homenagem da turma de formandos.

Em seu pronunciamento, o comandante-geral da PM, coronel Edvan de Jesus Silva, destacou que “é com grande alegria que, hoje, estamos concretizando esse curso e galgando essa vitória para a PM, para cada formando e seus familiares. O ensino e o conhecimento são o centeio de nossa corporação, que busca a cada dia a excelência na qualificação profissional”.

O coronel Raimundo Bonfim que, no ato, representava o governador Marcelo Miranda, ressaltou que “são essenciais a busca do conhecimento e a reafirmação de nossos valores para sermos eficientes no combate ao crime. Com certeza, esses 56 profissionais estarão aptos para desenvolvimento de suas funções com excelência na Polícia Militar”.

A primeira colocada na classificação geral do curso, sargento Marilene Aparecida Maia Lima, que também foi oradora da turma, ressaltou que “a conclusão do curso propiciará mais um passo na carreira militar, o que denota a valorização e o nosso reconhecimento como profissionais pela nossa gloriosa corporação”.

Foram homenageados pela turma de formandos o capitão Vinícius Dourado, coordenador do curso; o tenente-coronel Dosautomista Melo, diretor da Diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa; o coronel da reserva, Clóvis Alves Sousa, paraninfo da turma; o coronel Marcelo Falcão, chefe do Estado-Maior da PM e  supervisor do curso; o coronel Raimundo Bonfim, padrinho da turma; e o coronel Edvan de Jesus Silva, comandante-geral da PM.

Portaltocantins

Polícia prende penúltimo foragido suspeito de articular ‘máfia dos concursos’ do DF

Alvo de prisão preventiva, ele fica detido por tempo indeterminado. Detenção ocorreu em chácara na Cidade Ocidental, no Entorno.

 A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu nesta terça-feira (7) outro suspeito de fazer parte da “máfia dos concursos”. Segundo as investigações, Edney de Oliveiria Santos estava foragido desde o dia da segunda fase da operação Panoptes. Ele fica detido por tempo indeterminado. O G1 e a TV Globo tentam contato com a defesa dele, flagrado pela polícia em uma chácara na Cidade Ocidental, no Entorno.

De acordo com os investigadores, ele agia “aliciando” candidatos e atuava como laranja – fornecendo as contas bancárias à organização criminosa para receber o pagamento pelas provas e lavar o dinheiro.

A polícia ainda apura a extensão do esquema. No entanto, a instituição já notou um depósito de R$ 50 mil na conta dele por um canditato no concurso de auditor do Tribunal de Contas de outra unidade da federação, em 2016.

“Todo mundo que está envolvido na organização trabalhava como ‘corretor de vagas’. Se tivesse oporutunidade, ganhava comissão para aliciar as vítimas, ou seja, um percentual em cima do dinheiro”, afirma o delegado Brunno Ornelas, da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco).

Com a prisão de Santos, há apenas um alvo de prisão considerado foragido. O prazo de cinco dias pelos quais deve ficar detido só começa a ser contado a partir do dia em que for preso.

Entenda a operação

Investigação

No dia 30 de outubro, as polícias civis do DF e de Goiás deflagraram duas operações paralelas contra 33 suspeitos de liderar a chamada “máfia dos concursos” pelo país. Entre os alvos, 15 são de Brasília e 18 de Goiânia. Segundo os investigadores, eles tinham intenção de fraudar o Enem.

Em entrevista à TV Globo, o advogado do Cebraspe, Marcus Vinícius Figueiredo, negou a participação do centro em irregularidades. “É uma instituição que tem respeito no mercado por conta dessa prestação constitucional que exerce, e vai continuar cooperando com a autoridade policial em tudo o que ela precisar”, afirmou.

Responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo o país, o Inep afirmou em nota que “foram adotadas todas as medidas para uma aplicação segura, que garanta isonomia entre os participantes e tranquilidade para realização das provas”.

A suspeita é de que esse ex-funcionário do Cespe/Cebraspe age desde 2013, e de que mais de cem pessoas tenham se beneficiado do esquema. Os investigadores agora trabalham para identificar essas pessoas para prendê-las e fazer com que percam a função pública.

G1/GO

Polícia recaptura 12 dos 20 homens que fugiram de presídio em Palmas

Segundo a Secretaria de Cidadania e Justiça, 10 foram contidos momentos após a fuga, outros dois foram encontrados no centro da cidade. Fuga aconteceu após criminosos explodirem muralha de presídio.

A Secretaria de Cidadania e Justiça informou que 12 dos 20 presos que fugiram da Casa de Prisão Provisória de Palmas na noite deste domingo (5) foram recapturados. 10 homens foram contidos pela Polícia Militar momentos após a explosão, os outros 10 saíram pela mata. Outros dois homens foram encotnrados no centro da cidade, próximo a Feira do Bosque, na quadra 502 Sul.

As primeiras informações são de que os fugitivos teriam recebido ajuda externa de um grupo de criminosos que usou dinamite para explodir uma das muralhas da CPP. Uma operação unindo forças da Polícia Militar, Polícia Civil e da Guarda Metropolitana está em andamento. O helicóptero da Secretaria de Segurança Pública também foi acionado.

O caso aconteceu poucas horas após uma outra fuga em Miranorte, na região central do estado, em que três homens arrancaram um vaso sanitário e cavaram um buraco até o pátio da Cadeia Pública da cidade, depois eles pularam o muro. Os fugitivos são Bruno da Silva Luz, Antônio Joaquim Neto e Raidson Lima da Cruz. As buscas na região estão sendo realizadas pela Polícia Militar e pela Polícia Civil.Dois fugitivos foram encontrados no centro de Palmas (Foto: Danilo Gomes Silva/Divulgação)

Superlotação e problemas administrativos

A Casa de Prisão Provisória de Palmas é um dos maiores presídios do Tocantins. Ela tem capacidade para 280 presos e atualmente tem mais de 700 detentos. Em junho, o presídio sofreu uma intervenção parcial em função da superlotação.

Recentemente, o comando da Secretaria de Cidadania e Justiça foi trocado no Tocantins. Ao G1, a antiga responsável pela pasta, Gleidy Braga, afirmou que estava saindo porque discordava do governo a respeito do cumprimento de algumas medidas judiciais relacionadas com a administração da própria CPP e a contratação de funcionários temporários em algumas unidades.

O governo do estado anunciou que a pasta ficaria sob o comando do coronel Glauber de Oliveira Santos, que chefiava a Polícia Militar.

G1/Tocantins

Polícia registra dois abusos sexuais em uma noite no sul do Tocantins

Crimes foram em Talismã e em Gurupi, no sul do estado. Em um dos casos a vítima era uma criança de seis anos, no outro o suspeito conseguiu fugir.

Dois abusos sexuais foram registrados na região sul do Tocantins na segunda-feira (30). Um dos crimes ocorreu em Talismã e outro em Gurupi. Em um dos casos, a vítima era uma criança de seis anos. No outro, um homem armado obrigou uma mulher a ir até uma construção abandonada, local onde ela sofreu o abuso. 

Um dos crimes foi em Talismã. Uma criança de seis anos teria sido abusada pelo vizinho. Segundo a Polícia Militar (PM), a mãe disse que sentiu falta da criança durante a noite. Minutos depois, viu a criança saindo da casa do suspeito sem roupa e chorando. A mãe chamou a polícia e o suspeito confessou o crime.

O homem está preso em Alvorada, também na região sul do estado. O Conselho Tutelar está acompanhando o caso.

Gurupi

Uma mulher de 39 anos foi estuprada após uma abordagem enquanto saia do serviço. O crime foi no setor Parque das Acássias, em Gurupi. Segundo a PM, um homem armado em uma moto obrigou a vítima a ir até uma construção abandonada, onde aconteceu o abuso.

O criminoso conseguiu fugir e está sendo procurado.

G1/TO

Após assalto a carro-forte, polícia pede que moradores deixarem casas para evitar sequestros

Criminosos armados com fuzis explodiram carro-forte na BR-153, na região central do estado. Veículo usado na fuga foi localizado as margens da rodovia, após suspeitos correm para mata.

A polícia pediu para os moradores da região entre Guaraí e Presidente Kennedy, próximo a BR-153, não ficarem em casa devido ao risco de sequestro. Isso porque os criminosos que explodiram um carro-forte nesta sexta-feira (27) na rodovia foram vistos fugindo a pé pela região.

A Polícia Rodoviária Federal informou que o veículo usado pelos assaltantes na fuga foi localizado abandonado próximo a BR-153, perto de uma ponte. Três assaltantes fortemente armados pararam o carro-forte e usaram explosivos para abrir o veículo. Durante o assalto, um caminhão passou em alta velocidade e os criminosos deixaram uma metralhadora .50 cair, junto com uma bolsa de munições.

Ainda não há informações sobre a quantia de dinheiro levada pelos criminosos.

A PRF informou que os suspeitos foram avistados, mas fugiram a pé pela mata. Homens da Polícia Militar e Polícia Civil das cidades de Guaraí, Colinas, Pedro Afonso e Araguaína também participam das buscas.

O carro-forte foi retirado do local pela empresa dona do veículo ainda na sexta-feira.

Entenda

Criminosos armados com fuzis atacaram um carro-forte na BR-153 na tarde desta sexta-feira (27), entre Guaraí e Presidente Kennedy, na região central do estado. Testemunhas contaram que os assaltantes pararam um carro de passeio e incendiaram para bloquear a pista. Houve forte tiroteio na região e o carro-forte foi explodido.

A pista foi interditada por algum tempo. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, três assaltantes fortemente armados atacaram o carro-forte e usaram explosivos para abrir o veículo.

A empresa Prosegur, dona do carro-forte, disse que não há feridos. “A companhia informa que está à disposição das autoridades e colaborando para o andamento das investigações”.

G1/TO

Jovem é baleado pela polícia e morre no Tocantins

Ele era suspeito de praticar assaltos junto com outro jovem que foi preso. Ações foram realizadas no setor Universitário, em Araguaína.

Um jovem de 21 anos morreu após ser baleado pela Polícia Militar na manhã desta segunda-feira (16). A corporação disse que recebeu uma denúncia anônima informando que uma dupla suspeita de assalto estaria em uma casa no setor Universitário em Araguaína. O local seria usado como ponto de apoio para os assaltos.

Chegando no local, a PM cercou a casa e um dos jovens teria atirado contra a polícia, que revidou e o atingiu. O Samu foi acionado, mas o jovem não resistiu aos ferimentos e morreu.

O outro jovem de 18 anos que estava na casa, tentou fugir, mas foi preso pela polícia. No imóvel, foram encontradas uma arma, um tablete de maconha, munições e outros objetos.

G1/TO