Caminhão tomba após suspensão quebrar e motorista perder o controle no Tocantins

Acidente foi no km 668 da BR-153 e não deixou feridos. Veículo estava carregado de verduras e seguia para Goiânia quando tudo aconteceu.

Um caminhão tombou na BR-153 no final da tarde desta quarta-feira (8). O acidente foi no km 668, no perímetro urbano de Gurupi, sul do estado. O motorista disse para a Polícia Rodoviária Federal que perdeu o controle do veículo após uma mola da suspensão quebrar enquanto ele dirigia.

Ninguém ficou ferido e a rodovia não precisou ser interditada, já que o caminhão foi parar no acostamento. A carga era de verduras e seguia para Goiânia.

 G1 Tocantins.

Indígena morre após perder controle de moto em avenida e bater em poste

Acidente aconteceu durante a madrugada em Araguaína, norte do Tocantins. Segundo a PM, testemunhas contaram que o indígena estava em alta velocidade.

Um indígena morreu na madrugada desta segunda-feira (9) após bater a motocicleta que dirigia em um poste. O acidente aconteceu na avenida Cônego João Lima, no setor entroncamento, em Araguaína, norte do Tocantins. Orlando Marruamiwiri Achure Karaja, de 35 anos, morreu no local.

Conforme a Polícia Militar, o acidente aconteceu por volta de 1h50. Testemunhas contaram que a vítima estava trafegando em alta velocidade e uma motocicleta, mas perdeu o controle e bateu em um poste da iluminação pública.

O Samu ainda foi chamado, mas apenas constatou a morte. Ainda conforme a PM, a perícia esteve no loca e o corpo foi levado para o IML. A motocicleta teve apenas pequenos danos.

O corpo do indígena já foi liberado.

G1 Tocantins.

Mais de 5 mil pessoas podem perder o Bolsa Família em cidade do Tocantins

Famílias precisam atualizar informações cadastrais na Unidade Básica de Saúde a qual estão vinculadas. Prazo termina no dia 30 deste mês.

Mais de cinco mil beneficiários podem ficar sem o programa Bolsa Família em Araguaína. É que eles ainda não fizeram o acompanhamento semestral da Saúde. O prazo para atualizar as informações cadastrais termina no 30 deste mês. No município, oito famílias são beneficiadas pelo programa. Deste total, apenas três mil se regularizaram nesse primeiro semestre.

Para atualizar o cadastro, as famílias devem ir ate a Unidade Básica de Saúde à qual estão vinculadas. É preciso levar o Cartão do Bolsa Família, Cartão do Sistema Único de Saúde, cartão de vacinação das crianças menores de sete anos e cartão da gestante. É necessária também a presença de todos os membros da família inscritos para a aferição de peso e altura.

O atendimento nas unidades básicas é de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 h. No ano passado, mais de duas mil famílias tiveram o benefício suspenso por deixar de fazer o acompanhamento.

Em caso de dúvida, os beneficiários podem entrar em contato com a Atenção Básica da Secretaria Municipal da Saúde pelo telefone (63) 3411-7083.

Bombeiro morre após perder controle de motocicleta e bater em poste

Acidente aconteceu no fim da manhã em Miracema do Tocantins. Testemunhas contaram à Polícia Militar que vítima perdeu controle após passar por quebra-molas.

Fazendas alagam no Tocantins e produtores temem perder lavouras de arroz

Estimativa é que até 80% das plantações estejam comprometidas em Lagoa da Confusão. Agricultores também não sabem como vão escoar o que puder ser colhido.

Fazendas estão alagadas na região de Lagoa da Confusão, após uma semana consecutiva de chuvas. Os canais que irrigam os campos de arroz transbordaram e deixaram grande parte das plantações debaixo d’água.

Os produtores temem que até 80% da safra esteja comprometida com os alagamentos.

“A gente está muito preocupado com isso” diz o fazendeiro Cléver Teixeira de Andrade, “Tem uma parte que já está virando cacho e a outra parte já está com a maioria dos cachos para fora, então isso é muito preocupante com este tanto de água. Uma grande parte está tampando os cachos”, diz ele.

Outro desafio é saber como escoar as sacas que puderem ser colhidas, já que a maioria das estradas também tem pontos de alagamentos. Em uma delas o rio Urubu ultrapassou a altura da ponte e já está praticamente cobrindo a estrutura. Sedes de fazendas também estão isoladas e com as máquinas paradas.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já previa uma queda de 1,4% na safra em relação ao ano passado, com as chuvas o número pode ser ainda maior.

G1/Tocantins

Motociclista cai de ponte após bater em buraco e perder controle de veículo

Acidente aconteceu na ponte do setor Itaipú, em Araguaína, norte do Tocantins. Jovem foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e levado para hospital consciente.

O motociclista Pedro Henrique Fernandes da Cruz, de 18 anos, caiu de uma ponte na tarde desta segunda-feira (8) enquanto dirigia pelo setor Itaipú, em Araguaína, norte do Tocantins. A queda foi de uma altura de aproximadamente seis metros.

Governador do Tocantins é condenado pela Justiça e pode perder o cargo

Marcelo Miranda (PMDB) foi condenado no mesmo caso que levou a cassação dele em 2009. Governador ainda pode recorrer da sentença.

O Governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), foi condenado a perda de função pública e a devolver mais de R$ 25 milhões que teriam sido desviados da saúde no estado.

O caso é o mesmo que levou a cassação de Miranda em 2009. A nova sentença da Justiça sai nove anos após o começo do processo que é sobre a contratação de uma empresa para administrar hospitais no estado.

O governador ainda pode recorrer da sentença e, portanto, segue no comando do Palácio Araguaia. A condenação é por improbidade administrativa. O caso corre na Justiça desde 2008 e se refere à contratação sem licitação da Oscip Brasil para gerir os hospitais estaduais, além do desvio de recursos públicos da saúde nos anos de 2003 e 2004.

Se for condenado definitivamente, além de perder o cargo, Marcelo Miranda pode ter os direitos políticos suspensos por sete anos. Além de ser obrigado a devolver o dinheiro que teria sido desviado, pagar uma multa equivalente a 100 vezes o salário atual dele como governador e ficar proibido de fazer contratos com o poder público.

A empresa em questão teria sido criada menos de dois anos antes de assumir o controle de 14 hospitais no estado. A suspeita do Ministério Público Federal é que a empresa não tinha capacidade técnica de realizar o serviço.

O laudo autorizando a empresa a participar da licitação foi assinado por Henrique Barsanulfo Furtado e Petrônio Bezerra Lola, na época secretário e subsecretário de Saúde respectivamente. Petrônio morreu em 2016.

O Governo do Tocantins disse que ainda não foi intimado da decisão e que vai recorrer assim que for notificado. Ainda estamos tentando contato com a defesa de Henrique Barsanulfo.

G1/TO

Homem fica ferido após perder o controle de carro e bater em árvore

Acidente foi no setor Morada do Sol III, em Araguaína, no norte do Tocantins. Vítima tem 38 anos e foi levado para o hospital regional da cidade.

Um homem de 38 anos ficou ferido após o carro que ele dirigia bater de frente com uma árvore. O acidente foi na tarde desta quarta-feira (27), no setor Morada do Sol III, em Araguaína, norte do Tocantins. A parte da frente do veículo ficou destruída.

A suspeita é que o acidente aconteceu depois que o motorista perdeu o controle do carro. Ele estava sozinho no veículo. O Corpo de Bombeiros auxiliou nos primeiros socorros e a vítima foi levada para o Hospital Regional de Araguaína.

G1/TO

PM fica ferido após perder controle da direção e carro sair da pista

Acidente aconteceu na TO-404, a 15 km de Augustinópolis. Vítima Estava consciente, mas apresentava fratura, ferimento no crânio e escoriações no rosto.

 Um policial militar de 25 anos ficou ferido após o carro que ele dirigia sair da pista na TO-404, a 15 km de Augustinópolis. O acidente aconteceu na noite deste domingo (28), por volta das 19h49. Ele contou ao Corpo de Bombeiros, que perdeu o controle da direção.

Segundo os Bombeiros, a vítima que o nome ainda não foi divulgado foi encontrada fora do carro e havia saído por conta própria. Estava consciente, mas apresentava fratura, ferimento no crânio e escoriações no rosto. O PM foi levado para Hospital Regional de Augustinópolis.

G1/TO

‘Serei candidato para ganhar, não para perder’, diz Lula

Ex-presidente é réu em cinco ações na Justiça e investigado na Operação Lava Jato. Se condenado e a decisão for confirmada em segunda instância, o petista fica inelegível.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira, 20, que, “se puder”, vai disputar o Palácio do Planalto pela sexta vez em 2018. Ele disse, porém, que terá de aguardar para a decisão. “Vamos esperar o tempo passar, para a gente saber quem é que pode ser candidato, se eu posso ser candidato, se não posso ser candidato”, afirmou, sem explicar o que poderia impedir sua candidatura.

Lula é réu em cinco ações na Justiça e investigado na Operação Lava Jato. Se condenado e a decisão for confirmada em segunda instância, o petista fica inelegível.

Em entrevista à rádio Fan FM de Sergipe, Lula afirmou que será candidato “para ganhar, não para perder”. “Já perdi a cota de eleições que tinha para perder”, disse, referindo-se às eleições de 1989, 1994 e 1998. “Depois, eu aprendi a ganhar”, afirmou o ex-presidente, eleito em 2002 e reeleito em 2006. “Se puder, serei candidato”, enfatizou o petista.

Lula também foi questionado sobre uma eventual “chapa nordestina” para as eleições presidenciais ao lado de Ciro Gomes (PDT-CE) “É muito difícil dizer isso. Pelo que tenho visto na imprensa, o companheiro Ciro Gomes é candidato a presidente também”, afirmou. “Ainda vai se apresentar muita gente”, completou.

Sobre as duas pesquisas eleitorais divulgadas nesta semana, do Ibope e do Vox Populi/CUT, que afirmaram que Lula é o presidenciável com maior intenção de votos, o petista preferiu não comentar. “É muito cedo para a gente falar de pesquisa, ainda faltam praticamente dois anos para as eleições. Eu não gosto de comentar pesquisa”, disse. “Estou convencido de que, se eu for convidado, tenho condições de ganhar as eleições porque eu sei como cuidar das pessoas mais humildes de regiões diferenciais. Não é teoria não, é prática.”

Citado nas delações da Odebrecht, o ex-presidente não quis comentar as acusações e afirmou que prefere falar ao juiz Sérgio Moro no próximo dia 3, quando tem um depoimento marcado em Curitiba. “O que eu tiver que falar e o que eu penso, vou falar no dia 3. Não tenho que provar minha inocência, eles que vão ter que provar minha culpa”, disse Lula. “Eu duvido que encontrem 50 centavos meus em algum lugar do mundo. Podem continuar investigando.”

Na entrevista, o petista também fez críticas às reformas trabalhista e da Previdência, propostas pelo governo de Michel Temer (PMDB) e que tramitam no Congresso Nacional.

Noticias ao minuto