Pedreiro é morto a facadas ao tentar separar briga em comércio no Tocantins

Crime aconteceu em Guaraí, na região central do estado. Testemunhas contaram que homem tentava defender dono de estabelecimento e foi golpeado no peito.

O pedreiro Leandro Francisco Venceslau, de 32 anos, morreu em um comércio após tentar separar uma briga e ser esfaqueado. De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu em Guaraí, na região central do estado, no final da noite desta segunda-feira (8).

Testemunhas contaram a polícia que o crime aconteceu em um estabelecimento na avenida Rio Grande do Sul, próximo ao setor Pôr do Sol. Venceslau teria morrido tentando defender o dono do comércio, onde também funciona um bar.

A vítima foi atingida por três golpes de faca no peito e morreu no local. O suspeito do crime foi identificado como Zito. Conforme a polícia, o dono do comércio também foi ferido e levado para o Hospital Regional de Guaraí (HRG).

Venceslau era casado e deixa três filhos. O corpo do pedreiro foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína. O suspeito do crime fugiu e ainda não foi localizado pela polícia.Pedreiro morreu após levar facadas no peito (Foto: Arquivo Pessoal)

G1 Tocantins

Jovem de 21 anos é morto a tiros no Tocantins

Crime aconteceu na rua Belgrado, que liga os setores Lago Azul 3 e 4, em Araguaína. Ao lado do corpo dele, foi encontrada uma arma falsa.

Um jovem de 21 anos foi morto a tiros na rua Belgrado, que liga os setores Lago Azul 3 e 4, em Araguaína, no norte do Tocantins. O crime aconteceu na noite desta sexta-feira (5), por volta das 19h25.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito atirou na vítima sem dizer nada, atingindo-a no tórax e na cabeça. O jovem morreu no local. Ao lado do corpo dele, foi encontrada uma arma falsa. Ele já tinha passagem pela polícia por roubo.

G1 Tocantins/Foto ilustrativa

Jovem de 19 anos é morto no sul do Tocantins

Os policiais disseram que atiraram depois que o jovem fez um disparo em direção à viatura. Caso foi no Setor Aliança, em Formoso do Araguaia.

Wilquer Romano da Silva, de 19 anos, foi morto por policiais militares na noite desta quarta-feira (4), em Formoso do Araguaia, na região sul do Tocantins. A Polícia Militar disse que os policiais atiraram depois que o jovem sacou uma arma de fogo da cintura durante uma abordagem e disparou contra a viatura.

Segundo a PM, a vítima estava no Setor Aliança em uma motocicleta e fugiu quando foi abordado. Ainda segundo a PM, Silva apontou uma arma em direção à viatura e fez um disparo, momento em que os policiais revidaram e o atingiram.

Equipes de socorro do município foram chamadas, mas o jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A Polícia Civil informou que a vítima não tinha passagem pela polícia. O corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Gurupi e em seguida liberado para a família. O velória acontece na casa de parente nesta quinta-feira, em Formoso do Araguaia. 

G1 Tocantins

Corpo de homem morto a facadas é encontrado dentro de vala no Tocantins

O corpo apresentava marcas de golpes de faca no peito, nas costas e no pescoço. Ele foi encontrado no setor Morada do Sol II, em Araguaína.

O corpo de um homem foi encontrado dentro de uma vala no setor Morada do Sol II, em Araguaína. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (6), por volta das 8h17. O nome da vítima não foi divulgado.

Segundo a Polícia Militar, o corpo apresentava marcas de golpes de faca no peito, nas costas e no pescoço. A vítima tinha envolvimento com criminalidade relacionada ao uso de drogas.

G1/Tocantins

Fuga de preso acaba em troca de tiros com agentes, um morto e um ferido, em Goiás

Dois homens que estavam em um carro e ajudaram o detento foram atingidos após perseguição; um foi a óbito e o outro, baleado. Inicialmente, polícia trata caso com o legítima defesa.

Um homem morreu e um adolescente ficou ferido após ajudarem um preso do semiaberto fugir da Colônia Agroindustrial, nesta quinta-feira (23), em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. Segundo a Polícia Civil, os três estavam em um carro, que foi perseguido por dois agentes prisionais. Houve uma troca de tiros onde os dois indivíduos, que não tiveram as idades divulgadas, foram atingidos.

De acordo com o delegado Anderson Pimentel, titular do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), o preso conseguiu fugir da unidade e entrou no Ford Ecosport em que os dois comparsas o aguardavam, do lado de fora.

“Uma viatura da Agência Prisional percebeu e começou a persegui-los. Quando entraram em uma avenida, um caminhão que estava fazendo uma manobra impediu a passagem e obrigou os suspeitos a parar em frente a uma igreja”, disse.

Ainda conforme Pimentel, os agentes também pararam e pediram que o trio se entregasse. Nesse instante, o homem que conduzia o veículo e portava um revólver calibre 32, começou a atirar. Os servidores revidaram o atingiram com dois disparos. Ele morreu na hora.

O menor de idade também foi ferido, mas recebeu socorro e foi encaminhado ao Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). O delegado afirmou que ele não corre risco de morrer.

Já o preso saiu ileso, assim como os agentes. Ele foi recapturado e levado novamente ao presídio.

O responsável pelas investigações afirma que os agentes permaneceram no local. “A princípio, o caso está sendo tratado como legítima defesa. Nos próximos dias, os agentes irão prestar depoimento e apresentar as armas, que é um procedimento de praxe”, explicou.

O G1 entrou em contato com a assessoria de comunicação da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) às 18h09 desta quinta e aguarda retorno.

G1/GO

Jovem morto a tiros próximo a escola é velado em Gurupi

O crime aconteceu no setor Alto da Boa Vista. Testemunhas disseram que ele foi baleado por homens que estavam em duas motocicletas.

O jovem Hallyson Shelry Costa, de 20 anos, foi velado na manhã desta segunda-feira (20), em Gurupi. Ele foi morto a tiros próximo a uma escola no setor Alto da Boa Vista, na noite deste domingo (19), por volta das 20h.

“Só tenho coisas boas para falar dele. A gente espera Justiça”, diz o tio da vítima, Reginaldo Soares.

O Samu foi acionado para fazer o socorro, mas ao chegar no local o jovem já estava morto. De acordo com a Polícia Militar, testemunhas disseram que ele foi baleado por homens que passaram em duas motocicletas, sendo dois em cada veículo. O rapaz chegou a correr depois dos disparos, mas foi atingido de novo por mais tiros e não resistiu.

As marcas ficaram no asfalto. A escola tem câmeras de segurança que poderiam ajudar na identificação dos suspeitos, mas segundo a direção do colégio, os equipamentos estão sem funcionar há mais de um mês.

Este é o segundo assassinado em Gurupi em menos de uma semana. O outro aconteceu de forma semelhante, na madrugada de quinta-feira (16), no centro da cidade. Márcio lima Feitosa tinha 33 anos foi morto a tiros ao sair do trabalho.

Os moradores temem o aumento da violência. “A gente não tem mais segurança. Até para trabalhar está difícil”, diz o mecânico Genival Rodrigues.

G1/Tocantins

Empresário é morto a tiros dentro de carro em Goiás

Família diz que Francisco de Queiroz, 42, estava indo fazer a entrega de uma pizza; parentes acreditam que ele foi vítima de uma tentativa de roubo.

O empresário Erisvan Francisco de Queiroz, de 42 anos, foi morto a tiros dentro do carro dele, nesta quarta-feira (7), em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. De acordo com familiares, ele era dono de uma pizzaria e tinha saído para fazer uma entrega, quando foi assassinado. O caso é investigado pela Polícia Civil.

De acordo com um parente da vítima, que não quis se identificar, Erisvan era uma pessoa querida e sem inimizades. Ele acredita que o familiar tenha sido vítima de uma tentativa de assalto. “Ele era muito conhecido por ser uma pessoa muito trabalhadora, pai de família. Era uma pessoa que todo mundo gostava. Pode ter sido tentativa de roubo pelo horário, pelo fato do carro dele ser visado para roubo”, disse.

O crime ocorreu nesta madrugada, na Avenida Santana, na Vila Souza, em Aparecida de Goiânia. Segundo a Polícia Técnico-Científica, o homem dirigia em direção à BR-153 quando foi baleado, com o carro ainda em movimento. O veículo só parou depois que bateu em uma placa, no canteiro central da via.

Testemunhas disseram para a polícia que o atirador estava em uma moto. No entanto, alguns depoimentos alegam que, na verdade, o criminoso estava em um carro. Câmeras de segurança da região deve ajudar nas investigações. De acordo com a perita criminal Dayane Galvão, todo o material recolhido pela perícia deve ser analisado.

“Conseguimos identificar que o carro estava em movimento, porque tinham marcas de fricção e marcas do pneu ao longo da via. Conseguimos achar também projéteis de arma de fogo dentro do veículo, que serão enviados para a balística, para determinação de calibre, e comparações microbalísticas futuras”, explicou.

O caso é apurado pelo Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia.

G1/Goiás

Homem é morto com tiros na cabeça enquanto estava sentado em parque no Tocantins

Crime aconteceu no Parque Cimba, em Araguaína. A Polícia Militar suspeita que o caso se trate de um acerto de contas.

Um homem de 28 anos foi morto com tiros na cabeça no Parque Cimba, em Araguaína, no norte do Tocantins. O crime aconteceu na noite deste domingo (29), por volta das 20h22. Segundo a polícia, a vítima estava sentada no local, quando foi surpreendida pelo suspeito que chegou por trás em uma bicicleta e sem dizer nada, disparou.

Conforme a PM, tudo indica que o crime possa se tratar de um acerto de contas, pois a vítima tinha envolvimento com criminalidade por ocasião de uso e consumo de drogas, era ex-presidiário, tendo passagem pela polícia por furto. Dias atrás teria se envolvido em conflito com o dono de uma boca de fumo, por causa de dívidas.

G1/Tocantins

Lavrador é morto na porta de casa por homem que pediu ajuda na madrugada

Crime aconteceu durante a madrugada em fazenda na zona rural de Monte Santo. Suspeito do crime foi identificado e está sendo procurado pela polícia.

O lavrador Cleiton Nonato de Aguiar, de 43 anos, foi morto na madrugada deste sábado (28) em uma fazenda na zona rural de Monte Santo do Tocantins, a 89 quilômetros de Palmas. O crime aconteceu na casa da vítima, por volta das 3h, depois que o suspeito chegou no local pedindo ajuda. O homem foi morto com quatro disparos na frente da família.

De acordo com a Polícia Militar, Aguiar saiu da casa e foi questionado sobre fofocas que estaria fazendo sobre o suspeito. Após um momento de conversa, Jairon José Milhomem Medrado, de 43 anos, teria atirado quatro vezes contra o lavrador.

A vítima morreu no local. A Polícia Militar foi informada sobre o crime por volta das 5h devido problemas na rede de celular na região. O suspeito do crime está sendo procurado pelos militares.

O corpo foi levado para o IML de Paraíso do Tocantins.

G1/Tocantins

Um é encontrado morto e outro ferido dentro de carro em avenida de Palmas

Homens foram abandonados pelo motorista do carro na avenida Palmas Brasil, região sul da capital. Um dos homens levou um tiro na cabeça e o outro foi ferido no peito.

Um homem foi encontrado morto e outro ferido dentro de um carro na avenida Palmas Brasil, na região sul da capital. A Polícia Militar informou eles foram deixados no local por um terceiro homem por volta das 2h desta segunda-feira (14). Testemunhas informaram que o homem dirigia o carro antes de abandonar a dupla e fugiu assim que estacionou na avenida. Ainda não há informações se ele é suspeito de atirar nos outros dois.

O rapaz que morreu tinha 21 anos de idade, ele foi ferido com um tiro na cabeça. O nome dele não foi divulgado. A segunda vítima não tinha nenhum documento de identificação. Ele foi levado para o Hospital Geral de Palmas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Ele levou um tiro no peito.

A delegacia de homicídios vai investigar o caso, até as 9h30 desta segunda-feira (14) ninguém havia sido preso.

G1/TO