Idoso morre após ser atropelado às margens de rodovia no sul do Tocantins

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, vítima estava desaparecida e sofria de Alzheimer. Motorista do caminhão fugiu do local e ainda não foi encontrado.

Adão Ribeiro Feitosa, de 69 anos, foi encontrado morto às margens da BR-153, na noite deste domingo (20), na região sul do estado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a vítima estava desaparecida há alguns dias e sofria de Alzheimer. O acidente aconteceu próximo de Cariri do Tocantins, na região sul do estado.

Ainda conforme a PRF, o idoso teria sido atropelado por um caminhão enquanto andava nas margens da rodovia. Porém, até o momento o motorista do veículo não foi identificado.

O corpo do idoso foi levado para o IML de Gurupi e depois entregue para a família. O velório está sendo no setor João Lisboa da Cruz, onde o homem morava.

Paraquedista morre após cair em rodovia e ser atingido por carreta

Segundo a polícia, Diego Camargo Martins, de 37 anos, caiu na altura do quilômetro 115 da Rodovia Castelo Branco. Ele morava em São Paulo e saltava com frequência.

Um paraquedista de 37 anos morreu na manhã deste domingo (19) ao cair no quilômetro 115 da Rodovia Castello Branco, em Boituva (SP). Diego Camargo Martins foi atingido por uma carreta que passava pela rodovia, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O caminhoneiro Nelson Hidemi Imot informou para a reportagem da TV TEM que seguia sentido capital, quando o paraquedista apareceu de repente na frente do veículo. Ele não conseguiu desviar a tempo e parou no acostamento cerca de 200 metros a frente do local onde a vítima caiu.

A pista não precisou ser interditada, mas a equipe levou quase três horas para retirar o corpo e fazer a perícia no local.

Diego era paraquedista e morreu na hora após acidente em Boituva  (Foto: Facebook/Reprodução)Diego era paraquedista e morreu na hora após acidente em Boituva  (Foto: Facebook/Reprodução)

Diego era paraquedista e morreu na hora após acidente em Boituva (Foto: Facebook/Reprodução)

Investigação

De acordo com a polícia, o paraquedas que abriu foi o de emergência, que é acionado automaticamente depois que o atleta já está a aproximadamente 750 metros do chão.

Por isso, a suspeita é de que por algum motivo Diego tenha desmaiado ou um problema na queda pode ter feito com que ele parasse na rodovia.

O caso foi registrado na delegacia e será investigado. Agora, a polícia procura a câmera que estava acoplada no capacete do paraquedista, que pode ajudar o que causou o acidente.

A reportagem da TV TEM procurou a Confederação Brasileira de Paraquedismo, mas ninguém quis comentar o assunto.

G1 Tocantins.

Peão que competiu em Barretos morre após cavalo cair em cima dele

Animal teria tropeçado em uma novilha, enquanto Gabriel Melhado fazia o manejo do gado.

De acordo com o G1, Gabriel fazia o manejo do gado, quando realizou um movimento brusco e o cavalo caiu em cima dele. O animal teria tropeçado em uma novilha.

“A informação é que o cavalo tropeçou na novilha e rodou no ar, caindo em cima do Gabriel. No local do acidente tinha bastante pedras, o que pode ter agravado o estado de saúde dele”, afirmou João Francischini, o contador da família do jovem.

O peão chegou a ser socorrido e levado a um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu enquanto estava sendo transferido para um hospital em Cuiabá

Gabriel Melhado morreu em sua propriedade rural após sofrer acidente de cavalo. (Foto: Felipe Turioni/G1)

Por Notícia ao Minuto

Motorista morre após capotar carro na BR-153 no Tocantins

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo saiu da pista e capotou, perto de Wanderlândia. A vítima morreu no local.

Um acidente provocou a morte de uma mulher na BR-153, perto de Wanderlândia, no norte do Tocantins. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, Solange Edilde Alves Sousa Mendonça, 37 anos, conduzia o carro pela rodovia, saiu da pista e capotou nesta quarta-feira (15).

A PRF informou que as causas do acidente podem ter sido falta de atenção ou excesso de velocidade. A motorista morreu no local. O IML de Araguaína informou que o corpo da vítima já foi liberado. Ela é natural do Maranhão.

Andarilho morre atropelado por caminhão em acostamento de rodovia

Segundo a PRF, motorista do caminhão tentou desviar de outro veículo que fazia uma ultrapassagem indevida. Pista estava molhada no momento do acidente.

Um andarilho morreu atropelado na BR-153 próximo a Colinas do Tocantins nesta quarta-feira (15). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista de um caminhão jogou o veículo para o acostamento tentando desviar de outro carro que fazia uma ultrapassagem e acabou atingindo a vítima. O homem ainda não foi identificado.

Chovia no momento do acidente e a pista estava molhada. O trecho tem sinalização de faixa contínua, o que significa que não é permitido fazer ultrapassagens no local. A PRF não informou o que houve com o motorista do outro veículo.

A trava que mantinha a cabine do caminhão no lugar foi danificada no acidente. A parte da frente tombou e o para-brisa acabou quebrando. 

G1 Tocantins.

Micro-ônibus capota em curva e motorista morre após ser arremessado

Acidente aconteceu perto de um povoado em Axixá do Tocantins, no norte do estado. Homem chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

Um micro-ônibus capotou em uma curva da TO-134 em Axixá do Tocantins, norte do estado. O motorista Helton de Jesus Alves, de 35 anos, estava sozinho no veículo e foi arremessado para fora do carro. Segundo a Polícia Militar, ele teve ferimentos graves, foi socorrido, mas morreu no hospital.

O acidente aconteceu na tarde deste domingo (12), próximo ao povoado Lagoa de São Salvador. Parentes contaram que o homem havia saído de São Bento do Tocantins, após visitar os familiares, e estava indo buscar passageiros em uma praia de Itaguatins. Imagens do local mostram que o micro-ônibus ficou destruído.

A suspeita da polícia é de que ele tenha perdido o controle do veículo em uma curva, saído da pista e capotado várias vezes. Ainda conforme a PM, o motorista foi levado para o hospital local pela ambulância da cidade e depois transferido para o Hospital Regional de Augustinópolis.

Ele sofreu uma fratura na cabeça e tinha um forte sangramento. O hospital informou à polícia que a vítima teve hemorragia interna e morreu durante a noite de domingo.

G1 Tocantins.

Micro-ônibus ficou destruído após capotamento (Foto: Divulgação)

Mãe morre e filho fica ferido após serem atingidos por tiros durante aniversário

Vera Felipe de Sousa Silva foi atingida com tiros na cabeça. A família comemorava o aniversário do filho dela, quando dois criminosos atiraram.

Uma mulher morreu e o filho ficou ferido após serem atingidos por tiros na noite deste domingo (i12), em Araguaína. Segundo a Polícia Civil, a família estava na porta de casa, no setor Araguaína Sul, para comemorar ao aniversário do jovem que foi atingido. Dois homens chegaram e uma motocicleta e atiraram.

Mulher morreu ao ser atingida por tiros na porta de casa em Araguaína (Foto: Divulgação)

Vera Felipe de Sousa Silva foi atingida na cabeça e não resistiu. O filho dela levou um tiro nas costas, foi socorrido e levado para o Hospital Regional de Araguaína, onde segue internado. O caso foi registrado por volta das 19h50.

Ninguém foi preso. A Polícia Civil informou que o filho de Vera tinha passagens por tráfico de drogas.

 G1 Tocantins.

Imagem de capa (tiros) ilustrativa

Motociclista morre e motorista fica ferido após acidente

Motocicleta e caminhonete bateram de frente na BR-242. O motorista do carro foi levado para o Hospital da cidade.

Marcelo Almeida Mota morreu após a motocicleta que ele conduzia bater de frente com uma caminhonete em Formoso do Araguaia. O acidente aconteceu no km 437, da BR-242, na madrugada deste domingo (12), por volta das 4h.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o corpo de Mota foi levado para o Instituto Médico Legal. Já o motorista da caminhonete, identificado com Muriel José Milanes, ficou ferido e foi levado para o Hospital de Formoso do Araguaia.

G1 Tocantins.

Menino de 9 anos morre eletrocutado após encostar em fio desencapado

Familiares levaram menino para o hospital, mas ele já chegou sem vida. Polícia Civil está investigando o caso.

Um menino de 9 morreu eletrocutado após encostar em um fio desencapado, em Indiara, no centro de Goiás. Parentes tentaram socorrer a criança e levar para o hospital, mas ele já chegou sem vida. A Polícia Civil investiga o caso.

João Luiz Amaral Almeida morreu na quarta-feira (8). Segundo o boletim de ocorrências da polícia, uma enfermeira relatou que o menino foi levado para o Hospital Municipal de Indiara após ser eletrocutado. Ele estava sem sinais vitais. Os médicos tentaram fazer os procedimentos de reanimação, mas o menino não reagiu.

Nas redes sociais, familiares disseram que João morreu após encostar em um fio desencapado, mas não deram detalhes de como o acidente aconteceu. O velório dele aconteceu na manhã de quinta-feira (9) e o enterro, às 15h, no Cemitério Municipal de Indiara.

G1 tentou contato por telefone com o delegado Queops Barreto, responsável pelo caso, mas as ligações não foram atendidas até a publicação dessa reportagem.

G1 Tocantins.

Aposentada de 63 anos morre após fazer cirurgia plástica em Araguaína

Regina Pereira Melo fez uma abdominoplastia em um hospital particular na última segunda-feira (6). Laudo da morte aponta ‘falência múltipla dos órgãos’ como a causa.

A funcionária pública aposentada Regina Pereira Melo, de 63 anos, morreu nesta quinta-feira (9) após fazer uma cirurgia plástica em Araguaína. O procedimento foi na última segunda-feira (6) em um hospital particular e estava internada desde então. O laudo médico aponta que a morte foi por ‘falência múltipla dos órgãos’.

O médico que fez a cirurgia, Celso Eulálio, diz que todos os exames necessários foram feitos e que Regina não era uma paciente de risco. “Nós fizemos todos os exames pré-operatórios que são necessários e a saúde dela era perfeita. A única patologia que ela tinha, em tratamento, era uma hipertensão arterial, mas o próprio cardiologista dela fez a avaliação do risco pré-operatório e liberou a paciente para a cirurgia. O risco dela era o mínimo possível”.

O procedimento a que ela se submeteu é conhecido como abdominoplastia. O objetivo é retirar o excesso de gordura e pele do abdômen, reduzindo a flacidez da barriga. A cirurgia durou cerca de cinco horas e ela acordou no mesmo dia. No dia seguinte, começou a sentir falta de ar.

O médico diz que quando ela começou a apresentar problemas, durante o pós-operatório, outra cirurgia foi realizada. “Nós abrimos a cavidade abdominal dela para encontrar alguma coisa e simplesmente não encontramos nada. Então não houve nada que justificasse essa evolução dela”.

A família da paciente não quis falar sobre o caso durante o velório dela. A Polícia Civil informou que está investigando o caso e que já ouviu o médico e algumas testemunhas. O prontuário da paciente foi solicitado ao hospital onde a cirurgia foi feita.

G1 Tocantins.