Jovem desaparece enquanto tomava banho em praia no rio Tocantins

Rapaz desapareceu na praia do Piseiro. Buscas foram encerradas e serão retomadas nesta segunda-feira (20).

Um rapaz desapareceu na tarde deste domingo (19) no rio Tocantins, em Porto Nacional. Segundo o Corpo de Bombeiros, testemunhas informaram que o jovem estava tomando banho na praia do Piseiro, próximo da ponte e desapareceu. A identidade da vítima ainda não foi confirmada.

Os bombeiros começaram às buscas durante a tarde, mas não localizaram a vítima até às 18h. As buscas foram encerradas e serão retomadas na manhã desta segunda-feira (20).

Afogamentos

Ao todo, 21 pessoas morreram por afogamento no Tocantins, entre 1º janeiro e os primeiros dez primeiros dias de julho. Os dados são do Corpo de Bombeiros e revelam ainda que houve um crescimento de 110% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 10 pessoas morreram afogadas.

G1 Tocantins.

Jovem resgatado após ser acorrentado em árvore em Goiás passa a morar com irmã: ‘Estou melhor’

Rapaz tem problemas mentais e chegou a sofrer maus-tratos. Agora, tomando medicamento, já faz planos para o futuro.

O jovem de 24 anos que tem problemas mentias e foi resgatado após ser mantido acorrentado a um árvore em Terezópolis de Goiás está morando atualmente com uma irmã e, após tratamento, já apresenta avanços. “Estou melhor, passando bem, tomando remédio, melhor da vida”, disse Divino Ferreira Alencar.

O rapaz chegou a sofrer maus-tratos e ficar com marcas de agressões nas costas. Ele foi resgatado no dia 21 de junho. Segundo a Polícia Militar, ele foi acorrentado pelos próprios familiares e ficou lá por cerca de cinco dias, se alimentando com doações deixadas por vizinhos.

Divino chegou a ficar em uma clínica psiquiátrica, onde ele começou um tratamento. Agora, ele foi acolhido pela irmã, Geisa Ferreira dos Santos, e segue tomando medicação e se mantendo afastado de bebidas alcoólicas.

A casa tem três cômodos, onde vivem sete pessoas. Além do Divino, outros dois têm deficiências mentais. A família ganhou novas camas, mas ainda faltam outras coisas para a família, inclusive comida. “[Não tem] Arroz, feijão, fraldas… Falta essas coisinhas tudo”, disse a irmão do jovem.

Mesmo com todas as dificuldades, Divino faz planos. “Dar uma estudada, arrumar um serviço, ter um futuro bom”, contou.

A Secretaria de Assistência Social de Terezópolis de Goiás informou que está acompanhando o caso do Divino e já está tomando todas as medidas necessárias para incluir o jovem nos programas sociais do governo. Para isso, no entanto, é preciso organizar todos os documentos de identificação, o que será feito na próxima semana.

G1 Tocantins.

Corpo de adolescente que se afogou no Rio Claro é encontrado em Jataí

Luiz Fernando Rodrigues, de 15 anos, estava desaparecido desde domingo, quando nadava com amigos no rio na cidade.

O Corpo de Bombeiros encontrou e resgatou, na quarta-feira (15), o corpo do estudante Luiz Fernando Rodrigues, de 15 anos, que se afogou no Rio Claro, em Jataí, na região sudoeste de Goiás. Conforme a corporação, o adolescente nadava com amigos quando desapareceu.

O corpo do estudante foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Jataí. O site entrou em contato com o órgão, por telefone, às 8h55 desta quinta-feira (16), mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.

Luiz Fernando desapareceu na tarde de domingo (11), no Rio Claro, um afluente considerado perigoso pelo Corpo de Bombeiros. Após o desaparecimento, a família do estudante acionou a corporação, que iniciou, de imediato, as buscas pelo adolescente.

O corpo foi encontrado na tarde de quarta-feira pelas equipes de mergulho.

Procurada pela TV Anhanguera, a família de Luiz Fernando optou por não divulgar detalhes de quando e onde devem ocorrer o velório e o sepultamento do adolescente.

G1 Tocantins.

Jovem detalha à polícia como matou e amordaçou atual namorada do ex-marido,em Goiás

Inglide Rose Tavares de Moura, 26, diz que deu facada em Nayara Xavier, de 17, e tapou a boca dela para que ela não gritasse. Segundo polícia, autora era ex-mulher do namorado da vítima.

A jovem de 26 anos presa suspeita de matar Nayara Xavier, de 17 anos, confessou o crime à polícia e deu detalhes sobre como amordaçou a vítima, em Goiatuba, na região sul de Goiás. No vídeo gravado pela Polícia Civil, Inglide Rose Tavares de Moura diz que deu uma facada na adolescente e tapou a boca dela para que ela não gritasse (assista acima). Conforme a corporação, Inglide é ex do namorado de Nayara.

“Ela [Nayara] veio e falou ‘vai embora’ e me empurrou. Aí eu peguei e fiz assim com a faca e a cortou. Ela viu que eu estava com a faca. Aí cortou. Aí ela ia gritar, uma pessoa pegou e bateu palma. Eu não sei quem foi, não sei se era na casa lá”.

“Aí eu peguei e empurrei ela para a cama, ‘coisei’ a mão dela e tampei a boca dela”, diz a suspeita.

G1 não conseguiu localizar a defesa de Inglide.

Nayara foi achada sem vida na noite de segunda-feira (13) na casa onde morava com o namorado e local onde o crime ocorreu, em Goiatuba. Ela estava amordaçada e com as mãos amarradas. Segundo a corporação, a suspeita é que Inglide, presa na terça-feira (14), em Aloândia, tenha cometido o assassinato por ciúmes.

“Após uma discussão, Inglide, fazendo uso de uma faca, golpeou o pescoço e amarrou as mãos da vítima para trás com uso de fita adesiva, usou a mesma fita para tampar a boca da vítima e ainda colocou um saco plástico na cabeça [da adolescente]”, explicou o delegado Parick Carniel, que investiga o caso.

Segundo ele, a vítima estava morando na casa do namorado e foi encontrada por ele, já sem vida, por volta de 23h no mesmo dia. Após o crime, a Polícia Civil foi acionada e, no decorrer das investigações, chegou até Inglid.

Adolescente Nayara Xavier Domingos, de 17 anos, é encontrada morta em casa em Goiatuba (Foto: Reprodução/Facebook)Adolescente Nayara Xavier Domingos, de 17 anos, é encontrada morta em casa em Goiatuba (Foto: Reprodução/Facebook)

Adolescente Nayara Xavier Domingos, de 17 anos, é encontrada morta em casa em Goiatuba (Foto: Reprodução/Facebook)

Mudança de versão

“Em seu primeiro interrogatório, que ocorreu na manhã de hoje, [a presa] negou ter ido até a residência ou qualquer participação no crime. Após policiais civis realizaram várias diligências, e apresentarem os resultados à investigada, comprovando que a versão dela não teria sustentação em razão das contradições, Inglide confessou o crime e deu detalhes de como aconteceu”, completou Patrik.

Também conforme o delegado, a mulher teve a prisão temporária – de 30 dias – decretada pela Justiça e está detida. Nesse período, a Polícia Civil deve concluir as investigações, mas o Patrik adiantou que ela deve ser indiciada pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e por impossibilitar a defesa da vítima. Se for condenada, pode ficar presa por até 30 anos.

G1 Tocantins.

Jovem é preso suspeito de estuprar e engravidar a irmã, de 11 anos, em Goiás

Segundo Polícia Civil, rapaz de 19 anos confessou ter cometido os abusos pelo menos três vezes. Escrivão disse que, como gestação era de risco, foi interrompida.

Um jovem de 19 anos foi preso suspeito de estuprar e engravidar a própria irmã, de 11, em Teresina de Goiás, região norte do estado. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime em depoimento e contou que o cometeu em ao menos três ocasiões. Ainda conforme a corporação, por ser uma gestação de risco, ela precisou ser interrompida.

De acordo com o escrivão de polícia William Cândido, há pouco mais de um mês, a criança começou a sentir fortes dores abdominais. Após ir a um hospital na cidade e outro em Campos Belos, também no norte, foi enviada para Goiânia, onde foi constatada a gestação.

“A menina contou para os conselheiros tutelares que quem havia a engravidado era o irmão. O jovem foi ouvido dias depois e confessou o crime, mas como já não havia mais flagrante, ele foi liberado”, disse ao G1.

Ainda conforme Cândido, como tratava-se de uma gestação tubária, que poderia causar riscos à menina, ela foi interrompida. No entanto, ele não soube informar em qual hospital o procedimento foi feito.

A polícia entrou com pedido de prisão, que foi deferido pela Justiça. O mandado foi cumprido no último sábado (11).

O jovem está detido no Presídio de Cavalcante, distante 23 km de Teresina de Goiás. Ele deve ser indiciado por estupro de vulnerável e, se condenado, pode pegar uma pena que varia de 8 a 15 anos.

G1 Tocantins.

Jovem é preso em flagrante suspeito de estuprar a própria mãe, em Goiás

Crime foi denunciado pela própria vítima. Polícia Civil informou que horas antes, ele tentou violentar outra mulher que mora perto da casa dele.

Um jovem de 24 anos foi preso no domingo (12) suspeito de estuprar a própria mãe, em Flores de Goiás. Segundo a Polícia Civil, antes do crime, ele teria tentado violentar outra mulher, mas a vítima conseguiu fugir. Ele foi detido quando tentava deixar a cidade.

Segundo a corporação, nenhum advogado se apresentou até a manhã desta segunda-feira (13) para defender o suspeito. O site não conseguiu localizar a defesa do jovem.

De acordo com a polícia, durante a madrugada, o rapaz bateu na porta da casa de uma mulher de 53 anos que morava nas imediações por volta de 4h e, quando ela atendeu, tentou estupra-la. Porém, a vítima conseguiu fugir pulando pela janela de casa e pedindo socorro aos vizinhos.

“O rapaz é usuário de drogas e voltou para casa muito alterado por volta de umas 6h. Ao chegar, com uma faca, ameaçou e estuprou a própria mãe. A vítima procurou a polícia e denunciou o caso”, disse a escrivã da polícia, Juliana Xavier Bastos.

O rapaz foi encontrado no momento em que tentava fugir da cidade. Ele foi preso em flagrante por estupro e tentativa de estupro. Ele foi encaminhado para o Presídio de Formosa, onde vai aguardar pela audiência de custódia.

G1 Tocantins.

Jovem procurado por matar namorada posta foto com segundo suspeito de crime: ‘tamo junto’

Silas Barreira Borges, de 23 anos, é amigo do principal suspeito do assassinato, Iury Mendanha. Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em um matagal de Palmas.

A Polícia Civil identificou o segundo suspeito do assassinato de Patrícia Aline dos Santos, de 29 anos. Ele é Silas Barreira Borges dos Santos, de 23 anos, e é amigo do namorado da vítima, Iury Italu Mendanha, principal suspeito do crime. Os dois aparecem juntos numa foto publicada em uma rede social no mesmo dia em que o corpo da vítima foi encontrado, na última quinta-feira (8), com a seguinte legenda: “Tamo junto meu irmãozinho”. As informações são do delegado Israel Andrade, responsável pelas investigações.

Silas também está sendo procurado pela polícia. O delegado Israel disse que vai pedir a prisão dele, já que o jovem não se apresentou na delegacia e nem foi encontrado em casa.

Ele seria o homem que aparece em um vídeo, juntamente com Iury, horas antes de a jovem ser encontrada morta. Nas imagens, gravadas pela câmera de segurança de uma padaria, é possível ver que Iury chega ao local acompanhado pelo amigo.

Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (TO) (Foto: Arquivo Pessoal)Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (TO) (Foto: Arquivo Pessoal)

Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (TO) (Foto: Arquivo Pessoal)

No vídeo, Iury chega dirigindo e desembarca sozinho do carro. Ele chama Patrícia na porta e os dois conversam por alguns minutos até que o homem, que seria Silas, também desce do veículo. Os três ficam no local por mais alguns minutos e voltam para o carro juntos, desta vez com Iury no banco do passageiro e Patrícia no banco de trás.

A jovem parecia tranquila e chegou a abraçar o suspeito durante a conversa. Amigos de Patrícia disseram à polícia que ela usou a mesma roupa durante todo o dia, o que pode indicar que ela não esperava a visita e não estava preparada para sair de casa. O vestido é o mesmo com o qual ela foi encontrada morta.

Patrícia entrou no carro com ex-namorado e um amigo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Patrícia entrou no carro com ex-namorado e um amigo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Patrícia entrou no carro com ex-namorado e um amigo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A morte

A jovem foi encontrada em um matagal na última quinta-feira (9), perto de um shopping, na quadra 107 Norte, em Palmas. Dias antes do crime, ela pediu ajuda para uma amiga pelo WhatsApp, afirmando que o namorado queria matá-la. Segundo o delegado responsável pelo caso, Israel Andrade, o corpo de Patrícia tinha marcas de tiros.

As amigas chegaram a orientar que ela procurasse a polícia, mas durante os dois meses em que estiveram juntos, Patrícia nunca apresentou queixa contra ele na polícia.

“Inclusive, um dia antes de morrer, em uma das mensagens, ela diz: ‘Amiga, eu estou com um mau pressentimento, eu acho que o Iury vai me matar’. A amiga falou para ela procurar a polícia, ela não quis, falou que não queria que chegasse a esse ponto, que iria deixar”, relatou o delegado.

A Polícia Civil revelou ainda que Patrícia já sofreu violência de um ex-companheiro, com quem morou na capital. “Achamos o boletim de ocorrência que ela registrou junto à delegacia da mulher reclamando que o seu atual companheiro, na época, havia agredido e ameaçado ela de morte. A Justiça deferiu a medida protetiva afastando ele de chegar perto dela, ele descumpriu a medida protetiva, chegou a agredi-la novamente e ameaçá-la. Está tudo registrado”, informou o delegado Israel.

Áudio de Patrícia

Em uma mensagem de áudio enviada para uma amiga, Patrícia relata momentos de terror que viveu quando o namorado pulou o muro da casa dela e disse que ia matá-la. A Polícia ainda procura por Iury Italu Mendanha.

Patrícia: Eu não quero mais. Uma que nós estamos brigando muito e outra que ele quer ficar me xingando, amiga, de vagabunda. E ele já avançou em mim duas vezes. Uma ele bateu na minha cara e a outra ele jogou o celular nos meus braços. Não quero uma pessoa que fica com esse ciúme obsessivo de amiga, de cachorro, de academia. Não tô aguentando mais não. Aí eu fui, larguei, ele foi e perdeu a cabeça. Saiu do serviço, foi direto pra minha casa e pulou o muro. Aí eu não quis abrir a porta pra ele, e ele foi e falou que ia me matar. Eu fui, liguei pra minha amiga, pedi ajuda e ela foi lá me buscar. Ele pegou e falou que ia atrás de uma arma, ia voltar e ia me matar.

G1 Tocantins.

Jovem é morto a tiros na própria casa

Segundo a Polícia Militar, um carro com pelo menos dois homens encapuzados chegou ao local. A vítima correu para o quintal e um dos ocupantes a seguiu e atirou contra ela.

 

Jovem é morto a tiros após ser perseguido por ruas de Araguaína

Polícia Civil informou que Ruan Saladin Sousa, de 18 anos, tinha passagens e que suspeita é disputa entre facções. Ele foi baleado no setor Araguaína Sul.

Ruan Saladin Sousa, de 18 anos, foi morto a tiros após ser perseguido por ruas de Araguaína na noite desta sexta-feira (10). Testemunhas disseram para a polícia que pelo menos dois homens correram atrás da vítima antes de atirar diversas vezes contra ele. O caso foi no setor Araguaína Sul.

A Polícia Civil informou que a vítima tinha várias passagens por tráfico e que a principal linha de investigação é de que se trate de uma disputa entre facções criminosas. A maioria dos tiros atingiu a cabeça de Ruan Saladin.

O corpo dele foi levado para o IML de Araguaína ainda durante a noite e foi liberado para a família. O laudo deve ficar pronto em 10 dias.

G1 Tocantins.

Amigas de jovem assassinada pediram que ela procurasse a polícia após agressões do namorado, diz delegado

Delegado disse que Patrícia Aline dos Santos, de 29 anos, enviou mensagem a amigas dizendo que estava com ‘mau pressentimento’. Ela foi encontrada morta em matagal de Palmas.

O delegado Israel Andrade disse que a jovem Patrícia Aline dos Santos, de 29 anos, relatou por meio de mensagens que estava com mau pressentimento, um dia antes de ser assassinada. As amigas orientaram que ela procurasse a polícia, mas ela se negou. A jovem foi encontrada morta em um matagal, nesta quinta-feira (9), perto de um shopping de Palmas. Ao todo, cinco testemunhas já foram ouvidas, dentre elas amigas da vítima e o pai de Iury Italu Mendanha, principal suspeito do crime e namorado da jovem.

“Inclusive, um dia antes de morrer, em uma das mensagens, ela diz: ‘Amiga, eu estou com um mau pressentimento, eu acho que o Iury vai me matar’. A amiga falou para ela procurar a polícia, ela não quis, falou que não queria que chegasse a esse ponto, que iria deixar”, relatou o delegado.

Andrade disse que já pediu à Justiça a prisão de Iury. Durante o depoimento, as amigas também mostraram mensagens que comprovam que a jovem era ameaçada e agredida pelo namorado.

“Eles namoraram por dois meses. Ele parece que era muito possessivo e violento, mas há uma semana, ela terminou com ele. Então, passou a ser ameaçada e agredida com maior frequência. Inclusive na semana passada, ele esteve na casa dela, pulou o muro e portando um revólver, bateu nela. As amigas dizem que ela aparecia às vezes com hematomas”, relatou.

O pai de Iury foi ouvido pela polícia e disse que o filho mandou mensagem se despedindo nesta quinta-feira, dia em que o corpo da jovem foi encontrado.

“O pai não sabe de muita coisa, sabe que ele teve envolvimento com essa moça, namorou. Falou que desconhecia as armas que ele tinha em casa e nos mostrou mensagens que ele enviou se despedindo ontem pela manhã, no dia que o corpo foi encontrado. Disse que não ia mais trabalhar com o pai na loja, que precisava sair da cidade e que depois voltava”.

Patrícia pediu ajuda a amiga antes de ser morta (Foto: Reprodução/Whatsapp)Patrícia pediu ajuda a amiga antes de ser morta (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Patrícia pediu ajuda a amiga antes de ser morta (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Crueldade

O primo da jovem, Ivanesio de Oliveira Santos, disse que a família não se conforma. Segundo ele, os parentes não chegaram a conhecer o namorado da vítima, já que o relacionamento era recente. “Foi muito cruel. A gente não se conforma porque ela era muito nova, por causa da forma como aconteceu e porque ela estava morando longe da gente”, disse.

O corpo saiu de Palmas na noite desta quinta-feira (9) e deve chegar à Serrana (SP), nesta sexta-feira, no velório municipal. O enterro deve ocorrer no município de Santa Rosa de Viterbo, também interior paulista.

Patrícia morava em Palmas há cerca de um ano e trabalhava como consultora de beleza. O primo disse que a família está assustada.

Assassinato

A jovem foi encontrada morta em um matagal nesta quinta-feira (9), perto de um shopping, na quadra 107 Norte, em Palmas. Dias antes do crime, ela pediu ajuda para uma amiga pelo WhatsApp, afirmando que o namorado queria matá-la. Segundo o delegado responsável pelo caso, Israel Andrade, o corpo de Patrícia tinha marcas de tiros.

G1 Tocantins.