Homem é condenado a 25 anos de prisão por matar e queimar corpo de colega de trabalho

Crime aconteceu em Guaraí em julho do ano passado. Nilcélio Lino Maia foi assassinado com golpes de machado na cabeça enquanto dormia numa fazenda.

Marcos Antônio Coelho de Sousa foi condenado a 25 anos de prisão em regime fechado por matar um colega de trabalho a golpes de machado e queimar o corpo. Nilcélio Lino Maia estava dormindo, quando foi atacado. O crime aconteceu no dia 7 de junho do ano passado em Guaraí. O Tribunal do Júri foi realizado nesta terça-feira (31).

Os dois trabalhavam juntos e tiveram um desentendimento momentos antes do crime. Na época dos fatos, o condenado disse à polícia que esperou o colega dormir e o matou com golpes de machado na cabeça. Depois, disse que colocou fogo no corpo. A polícia informou ainda que ele furtou a motocicleta da vítima e fugiu do local.

Quando Marcos foi encontrado momentos depois do crime, os policiais descobriram que já havia um mandado de prisão contra ele por ter descumprido o regime semiaberto. No ano passado, durante o depoimento na delegacia, ele confessou o assassinato e levou os policiais até a fazenda na zona rural de Guaraí, onde estava o corpo. Indicou onde estavam os objetos usados no crime e deu detalhes sobre o homicídio.

Ele contou que trabalhava com a vítima na fazenda e que teve um desentendimento com Maia enquanto os dois ingeriam bebida alcoólica.

O condenado já tinha passagens por furto e adulteração de veículos.

G1 Tocantins.

Homem que ficou paraplégico após ser atropelado por carro do governo ganha indenização de R$ 200 mil

Acidente foi em 2009 e vítima estava em uma motocicleta quando foi atingido pelo carro oficial. Ainda cabe recurso à sentença e governo diz que não foi notificado.

Homem é preso após agredir mulher, fugir em alta velocidade e quase bater em casa

Conforme a Polícia Militar, homem estaria embriagado, sem habilitação e fazendo manobras perigosas em caminhonete. Homem foi preso em Araguatins, na região norte do Tocantins.

Um morador de Araguatins, na região norte do estado, foi preso pela polícia após agredir a própria mulher e tentar fugir em uma caminhonete. Conforme a Polícia Militar, ele estaria embriagado, sem habilitação e fazendo manobras perigosas pela cidade em alta velocidade. Ele foi detido após perder o controle do veículo e quase bater em uma casa.

A ocorrência foi registrada na noite desta quinta-feira (26). A PM informou que foi chamada após denúncia de violência contra mulher no Setor Vila Cidinha. Ao perceber a aproximação dos policiais, o homem fugiu em uma caminhonete.

Durante as manobras de fuga, o veículo do suspeito saiu da pista e quase atingiu uma casa. Ele foi abordado pelos policiais e preso. Ainda conforme a Polícia Militar, o homem apresentava sintomas de embriaguez e não estava com a carteira de habilitação.

O homem foi levado para a central de flagrantes e autuado por agressão contra mulher, direção perigosa, conduzir veículo sob efeito de álcool e sem habilitação.

Homem morre após ser atingido com sete tiros na porta de casa

Crime aconteceu em Porto Nacional. Vítima teria saído de casa para comprar cerveja, quando foi surpreendida.

 

Corpo de homem é encontrado no rio Tocantins

A suspeita é de que se trate de Raimundo Vieira da Silva. Ele despareceu após cair de um barco na noite de sexta-feira (20).

O corpo de um homem foi encontrado na tarde deste sábado (21), no rio Tocantins, próximo a Esperantina. A suspeita é de que se trate de Raimundo Vieira da Silva, de 44 anos. Ele despareceu após cair de um barco na noite de sexta-feira (20). O homem estaria embriagado no momento do acidente. O Corpo de Bombeiros aguarda a chegada do Instituto Médico Legal para realizar a identificação.

A Polícia Militar informou que só foi avisada do caso por volta das 2h deste sábado (20) , mas que o acidente foi por volta das 21h de sexta.

O Corpo de Bombeiros deslocou mergulhadores de Araguatins, também no norte do estado, para fazer o trabalho de buscas. A área onde tudo aconteceu fica a cerca de 20 quilômetros de Esperantina.

O número de afogamentos no Tocantins já é mais que o dobro que o registrado no mesmo período do ano passado. Até o dia 15 de julho foram 23 casos em todo o estado. A temporada de praias, quando há mais turistas em rios e praias do estado, começou no dia 1º de julho.

Bombeiros fazem buscas por homem que caiu de barco no rio Tocantins

Testemunhas informaram que Raimundo Vieira da Silva, de 44 anos, caiu da embarcação durante a noite e que ele estaria embriagado. Buscas são na região de Esperantina, no norte do estado.

Corpo de Bombeiros está realizando buscas no rio Tocantins, próximo a Esperantina, para tentar localizar Raimundo Vieira da Silva, de 44 anos. Segundo testemunhas, ele caiu de um barco na noite de sexta-feira (20). O homem estaria embriagado no momento do acidente.

A Polícia Militar informou que só foi avisada do caso por volta das 2h deste sábado (20), mas que o acidente foi por volta das 21h de sexta. O Corpo de Bombeiros deslocou mergulhadores de Araguatins, também no norte do estado, para fazer o trabalho de buscas.

A área onde tudo aconteceu fica a cerca de 20 quilômetros de Esperantina.

O número de afogamentos no Tocantins já é mais que o dobro que o registrado no mesmo período do ano passado. Até o dia 15 de julho foram 23 casos em todo o estado. A temporada de praias, quando há mais turistas em rios e praias do estado, começou no dia 1º de julho.

G1 Tocantins.

Suspeito de matar homem por ciúmes é preso no momento em que tentava fugir em Araguaína

Homicídio aconteceu depois de uma discussão. Suspeito tinha ido à casa da vítima para buscar a namorada a força.

Eduardo Venâncio Santos, de 29 anos, foi preso nesta terça-feira (17) no momento em que se preparava para fugir, em Araguaína. Ele é suspeito de matar José Roberto de Sousa, de 65 anos, após uma discussão.

A Polícia Civil acredita que o crime tenha sido motivado por ciúmes. No dia do crime, Eduardo foi até a casa de José Roberto para buscar a namorada a força. No momento, ele interveio e foi atingido por disparos de arma de fogo.

A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu antes de chegar no Hospital Regional de Araguaína.

G1 Tocantins.

No Tocantins, homem morre após ser baleado durante discussão

Discussão teria ocorrido porque suspeito encontrou a namorada na casa da vítima. O homem foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

José Roberto de Sousa, de 65 anos, morreu na tarde desta terça-feira (17), após ser baleado durante uma discussão na casa dele. O caso aconteceu por volta das 13h, no setor Itapuã, em Araguaína, no norte do Tocantins.

Segundo a Polícia Civil, a discussão ocorreu porque o suspeito do crime encontrou a namorada na casa do Sousa. Ela era ex da vítima.

O homem foi socorrido por parentes, mas morreu a caminho do hospital. O suspeito ainda não foi localizado.

G1 Tocantins.

Imagem ilustrativa da internet

Homem morre após ser baleado durante discussão em Araguaína

Discussão teria ocorrido porque suspeito encontrou a namorada na casa da vítima. O homem foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

José Roberto de Sousa, de 65 anos, morreu na tarde desta terça-feira (17), após ser baleado durante uma discussão na casa dele. O caso aconteceu por volta das 13h, no setor Itapuã, em Araguaína, no norte do Tocantins.

Segundo a Polícia Civil, a discussão ocorreu porque o suspeito do crime encontrou a namorada na casa do Sousa. Ela era ex da vítima.

O homem foi socorrido por parentes, mas morreu a caminho do hospital. O suspeito ainda não foi localizado.

G1 Tocantins.

Homem encontrado morto em lago é enterrado como indigente

O enterro foi realizado no cemitério Jardim da Paz,na capital. O corpo já estava em avançado estado de decomposição.

Sem identificação, o corpo do homem encontrado boiando na praia da Graciosa, em Palmas, foi enterrado como indigente na tarde desta terça-feira (17). O enterro foi realizado na cemitério Jardim da Paz, na capital, por volta das 17h.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Tocantins, o enterro foi realizado porque o corpo estava em avançado estado de decomposição. Registros fotográficos da arcada dentária e a numeração do túmulo foram guardados para uma futura identificação.

O corpo foi encontrado boiando no último domingo (15), na área de banho de uma das praias mais movimentadas da capital. Trata-se de um homem branco e calvo e que ficou submerso por cerca de dois dias. Ele estava apenas com uma roupa íntima. Não foram verificados sinais de violência.

Nesta segunda-feira, uma mulher foi até o IML e informou que estava à procura de um parente desaparecido há dois meses e que possui as mesmas características do homem. Mas a mulher não retornou ao instituto para fazer o reconhecimento.

G1 Tocantins.