Caminhão tomba após suspensão quebrar e motorista perder o controle no Tocantins

Acidente foi no km 668 da BR-153 e não deixou feridos. Veículo estava carregado de verduras e seguia para Goiânia quando tudo aconteceu.

Um caminhão tombou na BR-153 no final da tarde desta quarta-feira (8). O acidente foi no km 668, no perímetro urbano de Gurupi, sul do estado. O motorista disse para a Polícia Rodoviária Federal que perdeu o controle do veículo após uma mola da suspensão quebrar enquanto ele dirigia.

Ninguém ficou ferido e a rodovia não precisou ser interditada, já que o caminhão foi parar no acostamento. A carga era de verduras e seguia para Goiânia.

 G1 Tocantins.

Falta de médicos para fazer partos segue sem solução na maternidade de Gurupi

Justiça deu prazo de dez dias para governo resolver o problema. Grávidas estão sendo transferidas para Palmas.

A falta de médico obstetra continua sem solução na maternidade do Hospital Regional de Gurupi, na região sul do estado. Na manhã desta quinta-feira (2), acompanhantes relataram que as Grávidas estão enfrentando muita dificuldade no atendimento. 

A dona de casa Doralice dos Santos Viana diz que a filha dela sente dores e contrações, mas não conseguiu receber atendimento. Elas já estiveram na unidade outras duas vezes, mas foram mandadas de volta para casa.

“Quando foi agora, três horas da manhã ela voltou a sentir muita dor. Era para ganhar até dia 30 [de julho], porque já está com 39 semanas, mas eu cheguei aqui e não tem médico, não tem como atender”, afirmou.

A estudante Vânia Rita Coelho conta que saiu de Sandolândia com a irmã para buscar atendimento em Gurupi “Ela tá completando as 39 semanas, não pode ter parto normal e trouxemos para cá. Só que ao chegar aqui, eles falam que não sabe se vai ter médico ou não. Quando liga, eles falam que é para aguardar porque não pode passar escala e que se ela passar mal vai ter que ser encaminhada para Porto ou Palmas”, contou.

A situação da maternidade vem sendo acompanhado pelo Ministério Público desde o ano passado.

O problema voltou a se agravar na semana passada, quando a maternidade já estava há seis dias sem médico para fazer os partos. A unidade atende outras 17 cidades e as mulheres em trabalho de parto precisavam ser transferidas para Palmas.

Agora, uma decisão da Justiça estabeleceu um prazo de 10 dias para que a situação seja resolvida. Caso contrário, poderá ser aplicada uma multa diária de R$ 1 mil para o governador e secretário estadual de saúde.

Outro lado

A Secretaria de Estado da Saúde informou, em nota, que trabalha para fortalecer toda a rede hospitalar, mas tem dificuldade para encontrar e contratar profissionais. Disse ainda que, mesmo diante disto, a rotina de atendimento está normalizada no Regional de Gurupi.

G1 Tocantins.

Maternidade que atende 17 cidades está sem obstetra há seis dias

Unidade fica em Gurupi e é a única a atender pelo Sus na região sul do estado. No hospital são realizados cerca de 200 partos por mês, a maioria cesáreas.

A Maternidade Pública de Gurupi, que atende outras 17 cidades, está há seis dias sem médico para fazer os partos. É a única unidade de saúde do sul do Tocantins que atende pelo Sistema Único de Saúde (Sus). No local, são feitos cerca de 200 partos por mês, a maioria cesáreas.

A gestante Thayná Pimentel conta que desde que começou a sentir cólicas e algumas contrações tenta atendimento com um obstetra na maternidade.

Ela conta que entrou em contato por telefone, e como é informada de que a unidade de saúde continua sem o médico, a ansiedade pela chegada do Isaque, está se transformando em preocupação. “Eu liguei lá para saber se tinha obstetra e eles me informaram que não tinha”, diz.

Grávidas que precisam de cuidados especiais ou em trabalho de parto estão sendo encaminhadas pra Capital. Uma delas saiu de Palmeirópolis. Depois da longa espera por atendimento, ainda vai percorrer mais de 200 quilômetros de ambulância, até a maternidade Dona Regina, em Palmas.

A Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins (SES), informou que está com dificuldades para realizar a contratação de profissionais, sobretudo especialistas.

A SES disse ainda que as demandas mais urgentes têm sido encaminhadas para as unidades hospitalares mais próximas e que a partir desta quarta-feira (1º), a rotina de atendimento retoma ao normal no HRG.

Suspeito de assaltar distribuidora de bebidas é preso em Gurupi

Criminosos invadiram distribuidora e fugiram levando bebidas, dinheiro e objetos de clientes. Suspeito foi preso após uma denúncia.

Um dos suspeitos de assaltar uma distribuidora de bebidas em Gurupi, no sul do estado, foi preso pela Polícia Militar. O crime ocorreu na semana passada e foi registrado por câmeras de segurança. A ação dos criminosos chamou a atenção devido à ousadia e tranquilidade que agiram.

O suspeito não teve o nome divulgado pela polícia, mas foi preso após uma denúncia anônima sobre um veículo em atitude suspeita. O carro foi flagrado no Jardim Eldorado na noite desta terça-feira (24).

Ainda conforme a PM, os policias chegaram no local e encontraram o suspeito e um adolescente em um bar. O rapaz confessou que era responsável pelo caro e disse que tinha sido usado no assalto à distribuidora.

O suspeito e o adolescente foram levados para a delegacia. O menor foi entregue para a mãe dele. O homem foi ouvido e liberado.

O crime

Uma câmera de segurança registrou um assalto em uma distribuidora de bebidas no centro de Gurupi, na região sul do estado. Os criminosos agiram de cara limpa, com ousadia e tranquilidade no início da noite de quinta-feira (19). Essa foi a segunda vez que o local virou alvo de criminosos.

As imagens do circuito interno mostram quando os suspeitos chegaram e pediram bebidas. Em seguida, eles sacam a arma e anunciam o roubo. Enquanto um dos suspeitos pegou o dinheiro no caixa, o outro saiu e mandou alguns clientes entrarem na distribuidora.

Os criminosos fizeram um dos clientes deitar no chão e também roubaram alguns objetos dele. Depois, fugiram de carro levando também bebidas e cigarros. A polícia foi chamada, mas até o momento ninguém foi preso.

G1 Tocantins.

Câmeras de segurança flagram assalto em distribuidora de bebidas em Gurupi

Criminosos agiram de cara limpa, com ousadia e tranquilidade. Roubo foi registrado em Gurupi, na região sul do estado.

Uma câmera de segurança registrou um assalto em uma distribuidora de bebidas no centro de Gurupi, na região sul do estado. Os criminosos agiram de cara limpa, com ousadia e tranquilidade às 19h30 desta quinta-feira (19). Essa é a segunda vez que o local é alvo de criminosos. Até o momento, nenhum suspeito foi preso. 

As imagens do circuito interno mostram quando os suspeitos chegaram e pediram bebidas. Em seguida, eles sacam a arma e anunciam o roubo. Enquanto um dos suspeitos pegou o dinheiro no caixa, o outro saiu e mandou alguns clientes entrarem na distribuidora.

Os criminosos fizeram um dos clientes deitar no chão e também roubaram alguns objetos dele. Depois, fugiram de carro levando também bebidas e cigarros. A polícia foi chamada, mas até o momento ninguém foi preso.

G1 Tocantins.

Moradores descartam lixo eletrônico em avenida no centro de Gurupi

Impressora e cartuchos foram deixados no canteiro central de uma avenida da cidade. Material pode levar centenas de anos para se decompor de forma natural, o que prejudica o meio ambiente.

Impressora e cartuchos foram deixados no canteiro central de uma avenida de Gurupi, no sul do estado. O material pode levar centenas de anos para se decompor de forma natural, o que prejudica o meio ambiente por causa das substâncias e resíduos químicos contidos nele. Além de chamar atenção, a atitude causa indignação.

“O lixo tem que ser jogado em um lugar específico tanto lixo hospitalar, quanto eletrônico, orgânico. Cada um tem que ter destino próprio”, diz a empresária Cleide Teixeira.

Geralny Leite trabalha há 50 anos na manutenção de eletrônicos. O problema é que nem sempre esses objetos têm conserto. Foi aí que ele esbarrou na dificuldade para descartar esse material, que se acumula.

“A cidade não tem coleta de placas eletrônicas e a gente não pode descartar em qualquer lugar porque contamina o solo. Então a gente fica com o prejuízo. A casa toda ocupada com placas de aparelhos que eram para ir para o lixo”, diz o autônomo.

O ideal é que sejam reciclados e não descartados no lixo comum. Essa é a preocupação do assistente técnico Joatan Borges. Ele separa as peças que podem ser reaproveitadas. “A gente tenta reciclar o máximo que pode. Tem coisas que a gente não consegue e acaba descartando no lixo comum.”

“Tem pessoas que chegam com os aparelhos antigos, de tubo, só para gente fazer o desmanche porque não tem para onde levar. As eletrônicas de hoje são locais para descarte desse lixo, mas a gente não aproveita peças dessas placas”, reclama o autônomo.

Segundo a Prefeitura de Gurupi, existe uma lei que determina que é de responsabilidade dos comerciantes e empresários terem um plano de gerenciamento de resíduos eletrônicos aprovado pela Diretoria de Meio Ambiente.

Disse que atualmente o município já está realizando o levantamento dessas empresas e que campanhas vão ser feitas para informar à população os locais que fazem reaproveitamento. A previsão é que esse trabalho comece em setembro.

G1 Tocantins.

Família diz que eletricista pode ter sido assassinado por engano em Gurupi

Ele foi atingido por tiros no momento em que estava sentado na mesa de um bar. Outras duas pessoas foram assassinadas na cidade, na mesma noite.

 

Três pessoas morrem e uma fica ferida após serem atingidas por tiros na mesma noite em Gurupi

Segundo a polícia, os crimes aconteceram em regiões diferentes. Uma das vítimas é a travesti Daniela Cicarelli, de 24 anos.

Três pessoas morreram e uma ficou ferida após serem atingidas por tiros em Gurupi na noite desta terça-feira (17). Segundo a Polícia Civil, os crimes aconteceram em regiões diferentes. A suspeita é que homens em uma motocicleta tenham efetuado os disparos.

As vítimas são: Manoel Pereira da Silva, de 51 anos, Rogaciano da Rocha Santos, de 34 anos e a travesti Daniela Cicarelli, de 24 anos. O nome da pessoa que ficou ferida não foi informado. Ela está no Hospital Regional de Gurupi.

A travesti foi assassinada por volta das 22h30, na rua Santana, no setor União II. O local, segundo os moradores, é usado como ponto de prostituição.

A Polícia Civil informou que ela estava sozinha no local, quando foi surpreendida. O corpo ainda está no IML, aguardando exames e a liberação. Segundo a polícia, o ponto também era frequentado pela travesti conhecida como Natália, assassinada a tiros em outubro do ano passado.

Na época, um vídeo registrado pelas câmeras de segurança de uma empresa foi divulgado e mostra Josildo Costa dos Santos, de 27 anos, correndo. Ele cai momentos depois, após ser atingido por quatro disparos.

Os outros crimes registrados em Gurupi nesta terça-feira não foram detalhados.

Produtores trocam hortaliças por mandioca para melhorar o lucro no sul do Tocantins

Além da vantagem no preço do quilo, a plantação de mandioca também é menos trabalhosa, segundo os agricultores. Especialista diz que a planta se adapta bem ao clima local.

Produtores do sul do Tocantins estão trocando as grandes hortas por lavouras de mandioca para tentar melhorar os lucros. Segundo eles, além das vantagens com o preço do quilo mais estável, a plantação da raiz demanda menos cuidados.

“A hortaliça, além de dar muito trabalho, o preço é bem menos. O cliente chega pedindo o cheiro verde por R$ 0,50 ou por R$ 0,40. A mandioca o cliente já sabe que o quilo é R$ 5”, explica o produtor José Gomes Pereira.

O agrônomo Evadir Fornari explica que a escolha é boa porque a planta se adapta bem ao clima local. “Comporta-se desde o Rio Grande de Sul até o Norte, Nordeste do país. Inclusive, a Bahia e o Pará são os maiores produtores e o Tocantins vem aí como terceiro ou quarto produtor da mandioca”, diz ele.

No Brasil a mandioca também é conhecida como aipim e macaxeira. A variedade que o seu José planta é chamada de mandioca manteiga e a mulher do agricultor, Luzia Gomes Pereira, explica porquê.

“Ela é muito boa, ela não precisa nem colocar na pressão. Só esquentou a água e ela já está cozidinha, molinha”.

Para acelerar os resultados, o produtor investiu em um sistema de irrigação que é ligado por meia hora todos os dias. Ao invés de esperar por 12 meses, a colheita é feita seis meses após o plantio.

G1 Tocantins.

Gurupi diz que completará nesta quarta 100% de renovação da frota de ambulâncias

São quatro ambulâncias, sendo uma de Serviço Avançado e três de Serviço Básico, para atender a demanda da população.

O prefeito de Gurupi, Laurez Moreira (PSDB), entregará nesta quarta-feira, 27, às 8h30, mais uma ambulância para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e repassará outra ao Serviço de Atenção Básica. Segundo o gestor, com essa entrega o município completa 100% da renovação da frota de ambulâncias da Secretaria Municipal de Saúde. São quatro ambulâncias, sendo uma de Serviço Avançado e três de Serviço Básico, para atender a demanda da população.

Para as quatro ambulâncias que estavam em uso, foi feito o Desfazimento junto ao Ministério da Saúde, que autorizou que elas fossem repassadas para a Atenção Básica. Antes de entrega-la à Atenção Básica todas estão sendo reformadas para garantir um serviço de qualidade.

O secretário  de Saúde, Vânio Rodrigues, ressalta que o Ministério da Saúde só autorizou que essas ambulâncias continuem em uso porque estão em bom estado de conservação. Elas serão entregues, uma ao Distrito Trevo da Praia, uma para Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a outra para atender a Atenção Básica e quarta ficará para suporte ao Samu.

O prefeito Laurez Moreira destaca que essas ações são fruto de um trabalho sério e comprometido para oferecer uma saúde humanizada à população e que ela tenha satisfação em usufruir dos atendimentos. (Com informações da assessoria de imprensa)

CT