Três pessoas morrem e duas ficam feridas após acidente na BR-153

Motorista do carro perdeu controle da direção após desviar de outro veículo que realizava uma ultrapassagem em faixa contínua, causando a batida na moto. Acidente foi em Fortaleza do Tobocão.

Três pessoas morreram e duas ficaram feridas após uma motocicleta e um carro se chocarem no km 350 da BR-153, em Fortaleza do Tobocão, região central do Tocantins. O acidente aconteceu na tarde deste domingo (7).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do carro teria perdido o controle da direção após ser surpreendido por outro veículo que realizava uma ultrapassagem em faixa contínua. Para evitar bater de frente, o condutor desviou para o acostamento e acabou batendo no meio fio.

Ao perder o controle da direção, o carro invadiu a pista contrária causando a batida com a motocicleta. Após a colisão, os veículos capotaram e pararam fora da faixa de rolamento.

Conforme a PRF, na motocicleta estavam Belton Rosa Coelho, de 35 anos e João Pedro Silva Nascimento, de 19 anos. Os dois morreram no local.

Já no carro, estava Olenise Rosane de Castro, de 47 anos, que também morreu na hora. Além do motorista, de 42 anos, e uma adolescente de 13 anos. Eles ficaram feridos e foram levados para um hospital de Guaraí. 

G1 Tocantins.

Uma pessoa morre e sete ficam feridas em acidente entre dois carros no sul do Tocantins

Acidente aconteceu no sul do estado, entre Gurupi e Aliança do Tocantins. Das nove pessoas que ocupavam os dois veículos, apenas uma saiu ilesa.

Lucrecia Batista da Silva, de 45 anos, morreu em um acidente por volta das 4h desta sexta-feira (5), na BR-153, entre Gurupi e Aliança do Tocantins, na região sul do estado. Ela era passageira de um dos dois carros que bateram de frente. Das nove pessoas que ocupavam os veículos, apenas uma saiu ilesa.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um dos carros invadiu a contramão depois que o motorista perdeu o controle da direção. A hipótese dos policiais é que ele tenha tenha passado mal no volante.

O Corpo de Bombeiros informou que os sete feridos foram levados para o Hospital Regional de Gurupi. Os nomes deles não foram divulgados.

O corpo de Lucrecia foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Gurupi.

G1 Tocantins

Quatro homens ficam feridos em acidentes no interior do estado

Casos aconteceram em um trevo de Porto Nacional, na região central, e na zona rural de Dianópolis, no sudeste. Bombeiros dizem que um dos motoristas apresentava sinais de embriaguez.

Quatro pessoas ficaram feridas em acidentes no interior do Tocantins nesta segunda-feira (23). O primeiro caso aconteceu por volta das 1h30 em um trevo de Porto Nacional. O Corpo de Bombeiros informou que a caminhonete saiu da pista e capotou na saída da cidade para a capital, na TO-050. Dois homens, de 42 e 45 anos, estavam no veículo. O homem de 45 anos ficou com o braço preso entre o teto do carro e o chão.

Após o resgate da vítima que estava presa às ferragens, os dois feridos foram levados para o Hospital Regional de Porto Nacional. Parte da carga que estava na carroceria ficou espalhada pelo mato seco no local.

Caminhonete capotou em trevo na TO-050, em Porto Nacional (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Algumas horas mais tarde, por volta das 6h30, o segundo acidente foi registrado na zona rural de Dianópolis. O caso foi na TO-040, próximo ao povoado Novo Jardim, a 25 quilômetros da cidade. Os Bombeiros informaram que dois veículos bateram de frente e que os ocupantes de um deles apresentavam sinais de embriaguez.

Dois homens ficaram presos às ferragens no segundo carro e os militares precisaram cerrar o metal retorcido para fazer os resgates. As vítimas têm 52 e 21 anos e foram levados para o Hospital Regional de Dianópolis. Os Bombeiros também utilizaram serragem para evitar que o combustível que vazou de um dos veículos colocasse a mata em risco.

 G1/TO

Uma pessoa morre e duas ficam feridas após colisão entre caminhões

Batida aconteceu na BR-153 em Nova Olinda, no norte do Tocantins. Luiz José dos Santos, de 65 anos, foi socorrido com vida, mas não resistiu e morreu no hospital.

O motorista Luiz José dos Santos, de 65 anos, morreu e duas pessoas ficaram feridas após um acidente na BR-153 em Nova Olinda, região norte do Tocantins. Segundo informações da Polícia Civil, o caminhão em que o homem estava bateu na traseira de outro veículo. As vítimas são todas da mesma família.

O acidente foi na manhã desta quarta-feira (11). O caminhão de Santos estava carregado de melancia e ficou com a frente destruída pelo impacto. A polícia informou que o homem chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Os nomes das duas pessoas feridas não foram informados. Elas foram levadas para o Hospital Municipal de Nova Olinda. O motorista do outro caminhão não ficou ferido.

A perícia esteve no local e as causas do acidente serão investigadas. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína.

G1/TO

Rampas são retiradas de praia durante reforma e cadeirantes ficam sem acesso

Praia da Graciosa passou por reforma para receber o Iroman. Rampas foram tampadas como o meio-fio da pista para ciclismo.

As rampas de acesso que existiam na Praia da Graciosa foram tampadas como o meio fio da pista para ciclismo durante reforma do local para a realização do evento Iroman. Por causa disso, quem frequenta o local está reclamando da falta de acessibilidade.

O problema dificulta o passeio para quem é cadeirante como o autônomo, Eliezer Rodrigues que sempre precisa de ajuda para se locomover. “Dependendo de onde paro o carro não tem como atravessar porque não tem acesso e as rampas estão todas tapadas”, diz.

Ele até consegue atravessar para chegar no estacionamento, mas corre riscos de se machucar. “Me sinto excluído”, afirma Rodrigues.

Não só os deficientes físicos sofrem com a falta de acessibilidade. Os pais que vem com os carrinhos de bebê tem muita dificuldade para sair do estacionamento e chegar até a praia. “Sozinha eu nem venho porque sem a rampa fica difícil para nós mães que andamos com o carrinho”, afirma a professora Coralina Caetano.

Resposta
A Secretaria de Infraestrutura, Serviços Públicos, Trânsito e Transporte informou que os serviços da Praia da Graciosa ainda não foram concluídos e que será iniciada ainda nesta semana a sinalização, bem como a adequação de mobilidade, garantindo acessibilidade e estacionamento às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

G1/TO