Carlesse reforça campanha limpa e defesa da estabilidade

Carlesse defendeu que uma campanha sem ataques reforça a estabilidade que o cidadão tocantinense deseja.

O governador interino e candidato mais votado do primeiro turno nestas eleições suplementares, Mauro Carlesse, coligação Governo de Atitude, reforçou que pretende seguir realizando uma campanha limpa, sem ataques aos adversários e respeitando o eleitor tocantinense. 

“Vou continuar respeitando a população tocantinense e até os adversários. Eu que não vou entrar no desespero deles. Já começaram a atirar para tudo que é lado. Mas o eleitor fala todos os dias que não aceita mais essa velha política. Podem revirar a vida do Carlesse. Não devo nada, sou ficha limpa, não tenho nenhuma condenação e nunca fui envolvido em corrupção”, declarou.

Mauro Carlesse disse que seguirá mantendo a linha de propositiva. “O tocantinense quer saber é do Opera Tocantins, é do pagamento do Plansaúde, do pagamento dos servidores no começo do mês, da data-base, da recuperação das rodovias, do reinício das obras paradas e tudo isso nós já estamos fazendo”, afirmou. 

“Eles viram que as promessas vazias não surtiram efeito e partiram para a baixaria e para travar o Governo de todo jeito, mas eu não entro nessa. Minha conversa é direta com o eleitor, é olho no olho, é falando a verdade. Não quero saber da vida privada de ninguém. Quero saber é de resolver os problemas do Tocantins”, finalizou.

Ascom Mauro Carlesse

 

Dimas diz que momento é de responsabilidade: “Só Carlesse gera a estabilidade que o Tocantins precisa”

Em entrevista à imprensa na tarde desta quarta-feira, 9, o prefeito Ronaldo Dimas (sem partido) declarou que o momento pelo qual passa o Tocantins é delicado e precisa de muita responsabilidade nesta eleição suplementar de 3 de junho.

Ronaldo Dimas alertou a população para que tomem as decisões com equilíbrio, para evitar que o Tocantins tenha até quatro governadores em apenas um ano. “O momento é de muita responsabilidade, o que gente deseja ver é o Estado ser tratado com equilíbrio, com serenidade, mas com determinação também”, avaliou Dimas.

O prefeito destacou que somente Mauro Carlesse é capaz de dar ao Tocantins a estabilidade que o Estado precisa para vencer a crise.

“Outra situação que é muito importante é a estabilidade. Imaginem se daqui uns dias a gente troca o Governo todo de novo, e depois tem uma outra eleição. Somente o Carlesse pode gerar essa estabilidade que o Tocantins precisa agora. Tenho certeza que ele vai nos ajudar muito, não somente no desenvolvimento de Araguaína, mas de todo o Tocantins”, finalizou.

Ascom Mauro Carlesse

Dimas deixa PR e anuncia apoio a Carlesse sob justificativa de estabilidade no Estado

Ronaldo Dimas afirmou que decidiu apoiar Carlesse pela continuidade de seu governo e garantia de estabilidade para o Estado.

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, declarou apoio ao governador e candidato nas eleições suplementares Mauro Carlesse (PHS) na tarde deste sábado, 5.

O prefeito da cidade com um dos maiores colégios eleitorais do Estado, afirmou que dada a decisão de apoiar Carlesse, ele comunicou na noite desta sexta-feira, 4, sua desfiliação do Partido da República (PR), do senador Vicentinho Alves, à Executiva Nacional.

A desfiliação e conseguinte apoio ao candidato chefe do executivo advêm de um desgaste entre Dimas e Vicentinho, quando ambos do PR demonstraram vontade em ser o candidato do partido a governador.

Devido a insegurança jurídica em torno da possibilidade de Dimas ser o candidato da sigla e dada a inesperada cassação do ex-governador, Marcelo Miranda (MDB), Vicentinho foi o escolhido pelo partido para disputar as eleições suplementares de 3 de junho.

No evento de anúncio de apoio preparado pelo prefeito em Araguaína neste sábado, ele declarou que dada a representatividade que tem a cidade de Araguaína, não poderia deixar de se posicionar e que escolheu apoiar Mauro Carlesse em prol da estabilidade do Estado com a continuidade de seu governo.

“A hora é de escolher um outro caminho, não somente pelo que ocorreu, mas  por acreditar que outro caminho é o melhor pro Estado. Tem outros vários candidatos, muitos deles com competência adequada para ocupar o cargo, mas o problema grande é essa instabilidade pelo qual passa o Tocantins”, declarou à imprensa local.

Dimas narrou as circunstâncias da saída de Miranda e entrada de Carlesse e afirmou que modificar novamente o governo pode ser prejudicial ao Estado. “Onde é que um estado que passa por sofrimentos terríveis com o Tocantins suporta esse tanto de modificações? não dá para que isso seja assim. O mínimo de responsabilidade é entender que o melhor caminho é a permanência de quem está construindo esse mandato”, afirmou.

O prefeito de Araguaína fez elogios à atuação de Carlesse e disse que há abertura do governador para com os municípios.

O prefeito declarou que vê determinação no atual governador. “Eu vejo que ele está determinado com relação à gestão e as coisas que são necessárias de serem feitas, aliado a isso, tem questão da responsabilidade para com o Tocantins. Uma nova mudança não seria bom”, disse. O prefeito ainda citou que o atual governo vem cumprindo suas obrigações com Araguaína e com outros municípios e disse que mesmo não sendo possível a quitação do débito acumulado do Estado com as cidades, espera que com Carlesse no Governo isso seja possível.   

Por fim, acerca de uma nova filiação, Ronaldo Dimas declarou que não irá se filiar a nenhum partido por enquanto. “Não há necessidade porque não sou candidato a nada”. Mais a frente, o prefeito afirmou que vai estudar uma nova filiação partidária, sem pressa.