Corpo de lavrador que havia desaparecido no rio Araguaia foi encontrado

Ele foi localizado por parentes que faziam buscas junto com os bombeiros a aproximadamente 100 m do local onde havia desaparecido. O corpo estava preso em galhadas às margens do rio.

O corpo do lavrador Antônio Valdo Bernardo da Silva, de 24 anos, foi encontrado nesta segunda-feira (1º) por um grupo de parentes dele que fazia buscas junto com o Corpo de Bombeiros.

Ele despareceu no rio Araguaia no último domingo (31), no assentamento Retiro Santa Cruz II, em Araguatins.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, parentes contaram que ele se afogou após ingerir grande quantidade de bebida alcoólica.

O corpo da vítima foi encontrado a aproximadamente 100 m do local onde havia desaparecido, preso em galhadas às margens do rio.

Os Bombeiros informaram que realizaram as buscas durante 1h, mergulhando entre 6 e 8 metros. Também foram feitas buscas superficiais com uso de barcos a motor durante todo o dia.

G1 Tocantins

Encontrado corpo de pastora que estava desaparecida há quase dois meses, diz polícia

Ailsa Regina Gonzaga, que sumiu após sair para alugar casa, estava enterrada em matagal, em Aragoiânia. Segundo polícia, pastor foi preso e confessou ter cometido homicídio a facadas.

A pastora Ailsa Regina Gonzaga, de 40 anos, que estava desaparecida há quase dois meses, foi encontrada morta em Aragoiânia, Região Metropolitana de Goiânia. O corpo estava enterrado em um matagal. A Polícia Civil disse que a identidade da vítima foi confirmada a partir da aliança e das sandálias da vítima, também encontradas na mesma cova.

Ainda de acordo com a corporação, um homem de 47 anos, também pastor, foi preso e confessou ter assassinado a mulher a facadas. Ele ainda indicou aos agentes onde o corpo havia sido enterrado.

Segundo a família, Ailsa tinha sumido no último dia 8 de novembro após sair para alugar uma casa, em Goiânia. Na ocasião, ela deixou os dois filhos, de 15 e 11 anos, na residência e não voltou mais.

O delegado responsável pelo caso, Valdemir Pereira, titular da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), disse que o suspeito foi detido em Brasília na quinta-feira (28). “Ele foi preso temporariamente em cumprimento a um mandado de prisão e também vamos autuá-lo em flagrante por ocultação de cadáver”, disse Pereira.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou em nota que o pastor disse ter matado a mulher porque “teria problemas com ela”.

O comunicado informou ainda que o homem ele é foragido da Justiça, desde 2002, por latrocínio – que é o roubo com resultado morte -, em Itumbiara, região sul de Goiás

 G1 Goiás

Em Jaú do Tocantins, bombeiros encontram corpo de homem que morreu afogado ao salvar mulher

Corpo desapareceu na manhã do último domingo (17) e foi localizado nessa terça-feira (19). Afogamento foi em um rio na zona rural de Jaú do Tocantins.

O corpo de Sandro Faria de Jesus, 40 anos, foi encontrado nessa terça-feira (19) no rio Santa Tereza, no município de Jaú do Tocantins, no sul do estado. Segundo o Corpo de Bombeiros, o afogamento foi na manhã do último domingo (17).

Testemunhas disseram aos bombeiros que o homem desapareceu na água quando foi socorrer uma mulher que estava se afogando. Ela sobreviveu e o homem não foi mais visto. O corpo do homem será levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Gurupi. 

G1 Tocantins

Corpo de vereador é encontrado com tiro na cabeça em Goiás

Wilson Portilho estava desaparecido desde segunda-feira (4).

O corpo do vereador licenciado e atual secretário de Desenvolvimento Econômico e Social de Goianésia, Wilson Portilho, 48 anos, foi encontrado com um tiro na cabeça nesta quarta-feira (6) no Distrito de Cirilândia, que pertence a Santa Isabel. 

Wilson estava desaparesido desde segunda-feira (4), quando teria passado pela prefeitura e saiu do local com um funcionário.

Segundo informações preliminares, Wilson teria deixado esse funcionário na casa dele e depois não foi mais visto. Ele estava usando um carro oficial da prefeitura.

As investigações sobre a morte do vereador estão a cargo do delegado regional Marco Antônio Maia, que não deu detalhes da investigação, mas ele já teria conversado com a esposa do vereador, que deixa, além da mulher, dois filhos. 

Eleito vereador em Goianésa nas eleições de 2016, Wilson Portilho é de família tradicional no município e já foi presidente do Sindicato Rural. 

Diário do Norte

Corpo de homem morto a facadas é encontrado dentro de vala no Tocantins

O corpo apresentava marcas de golpes de faca no peito, nas costas e no pescoço. Ele foi encontrado no setor Morada do Sol II, em Araguaína.

O corpo de um homem foi encontrado dentro de uma vala no setor Morada do Sol II, em Araguaína. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (6), por volta das 8h17. O nome da vítima não foi divulgado.

Segundo a Polícia Militar, o corpo apresentava marcas de golpes de faca no peito, nas costas e no pescoço. A vítima tinha envolvimento com criminalidade relacionada ao uso de drogas.

G1/Tocantins

Corpo com marcas de tiro na cabeça é encontrado em Araguaína

Ele foi localizado na rua dos Babaçus, no Setor Araguaína Sul II. A vítima ainda não foi identificada e segundo a polícia, o crime tem características de execução.

corpo de um homem foi encontrado na rua dos Babaçus, no Setor Araguaína Sul II, em Araguaína, na manhã desta sexta-feira (24), por volta das 6h30. Apresentava marcas de tiros na cabeça e na nuca e ainda não foi identificado.

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas disseram que ouviram a vítima gritar para que o suspeito do crime não a matasse. Em seguida houve três disparos de arma de fogo. Segundo a polícia, o crime tem características de execução.

G1/Tocantins

Corpo de jovem encontrada morta após marcar encontro foi enterrado no TO

Taísa Ribeiro deixa três filhos, de cinco, sete e 11 anos. Ela desapareceu no dia 19 deste mês; imagens de câmeras de segurança mostram homem seguindo vítima.

O corpo de Taísa Ribeiro, de 24 anos, que foi encontrada morta perto do lixão de Paraíso do Tocantins, foi enterrado na manhã desta sexta-feira (24), em um cemitério da cidade. 
Ela sumiu no dia 19 deste mês após marcar um encontro com um homem. O tio da vítima, Edvaldo Gonçalves disse que os parentes ainda não sabem o que realmente aconteceu. Taísa deixa três filhos, de 5, 7 e 11 anos.

O velório começou por volta das 15h30 desta quinta-feira e seguiu até a manhã desta sexta. O corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição, no setor Nova Esperança.

“Estamos sem resposta, não sabemos o que aconteceu. Como podem ter feito tamanha crueldade. Nós que tínhamos sempre a presença dela, sabemos que ela queria o bem de todos. Os filhos são muito pequenos, eles ainda não conseguem saber o tamanho da gravidade disso na vida deles”, disse.

Câmeras de segurança de um comércio registraram os últimos momentos de Taísa antes de desaparecer. As imagens mostram a jovem saindo da casa dela 1h07 da madrugada de domingo (19). Cerca de um minuto depois, um homem aparece no vídeo após pular um muro e começa a correr pela rua, supostamente atrás da vítima.

“O vídeo está sendo periciado e os parentes dela identificaram como sendo um dos ex-companheiros da vítima”, disse a delegada. 

A polícia investiga o caso como crime passional e até o momento tem três suspeitos, dois ex-companheiros da jovem e o homem com quem ela marcou o encontro. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados para não atrapalhar as investigações.

Um dos suspeitos é o pai dos três filhos da jovem. Ele mora no Pará e foi ouvido por um delegado em Redenção. Durante a manhã desta quinta-feira (23), o outro homem que marcou encontro com Taísa foi ouvido em Paraíso do Tocantins e liberado. A polícia ainda não ouviu o segundo ex-companheiro da vítima.

O corpo de Taísa foi encaminhado para o IML de Palmas e passou por exames antes de seguir para o velório. 

G1/Tocantins

Corpo de mulher é encontrado perto do lixão em Paraíso do Tocantins

Corpo está em avançado estado de decomposição. A suspeita é que se trata de uma jovem desaparecida desde o dia 17 deste mês.

O corpo de uma mulher foi encontrado perto do lixão, no setor Nova Esperança, em Paraíso do Tocantins. A polícia foi chamada na manhã desta quinta-feira (23). O cadáver está em avançado estado de decomposição.

A suspeita é que o corpo seja da jovem Taísa Ribeiro, que está desaparecida desde o dia 17 deste mês. A polícia disse que a família dela está no local para fazer o reconhecimento. Mas ainda não é possível afirmar que o corpo é da jovem. 

G1/Tocantins

Corpo de ex-técnico de futebol é encontrado pela irmã em Porto Nacional

Armando Martins Filho, conhecido como Armandinho, dirigiu a categoria de base do Interporto. Crime teria acontecido entre o sábado (4) e o domingo (5).

O ex-técnico de futebol, Armando Martins Filho, conhecido como Aramandinho, foi encontrado morto pela irmã dele na madrugada deste domingo (5). O crime teria acontecido entre nas priemrias horas do dia, mas o corpo só foi encontrado no começo da noite, ensanguentado, na casa onde ele morava, no setor cruzeiro do sul, em Porto Nacional. Até às 15h30 desta segunda-feira (6), ninguém havia sido preso.

A polícia não divulgou detalhes de como foi o assassinato. Armando Martins Filho era funcionário da Prefeitura de Porto Nacional, na Secretaria Municipal Municipal de Educação e liderou as categorias de base do Interporto, onde conseguiu vários títulos, além dos Jogos Escolares.

O técnico era muito conhecido na cidade e foi homenageado pela Federação Tocantinense de Futebol em 2013, quando o Campeonato Estadual Sub-17 levou o nome de ‘Taça Professor Armandinho’.

Ele está sendo velado em Porto Nacional, na funerária Santo Antônio, no setor Vila Nova. O enterro está marcado para às 17h, no cemitério São Pedro.

Armandinho ao lado do jogador Lucca, técnico foi encontrado morto pela irmã (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal )

G1/TO

Corpo de mulher é encontrado carbonizado dentro de barracão em Goiás

Segundo polícia, perícia vai definir se incêndio foi criminoso ou acidental. Um homem, que seria o marido da vítima, chegou a ser levado à delegacia, mas foi liberado em seguida.

O corpo de uma mulher foi encontrado carbonizado neste domingo (15), dentro de um barracão às margens da BR-364, em Mineiros, região sudoeste de Goiás. A vítima ainda não foi identificada. Um homem, que seria o marido da vítima, chegou a ser detido, mas foi liberado em seguida.

De acordo com o sargento da Polícia Militar Carlos Alexandre Lemos Morais, o imóvel foi incendiado na tarde de sábado (14). Os bombeiros foram até o local e apagaram as chamas, mas, na ocasião, não localizaram o corpo, que estava dentro do banheiro.

“Ainda será realizada uma perícia para saber se o que houve foi um incêndio acidental ou criminoso”, disse Morais.

O policial disse que chegou a deter um homem, apontado como marido da vítima, sob alegação de que ele teria a agredido há algumas semanas e poderia ter envolvimento no incêndio. Porém, ele negou a acusação em depoimento e foi liberado em seguida.

O caso foi registrado na Polícia Civil, que investiga a morte.

G1/GO