Cidade do Tocantins: Carro pega fogo e fica destruído em avenida

Quando os Bombeiros chegaram ao local, o fogo tinha consumido a parte interna do veículo. Proprietário disse que automóvel não tinha seguro.

Um carro pegou fogo e ficou completamente destruído na esquina da avenida José de Brito, em Araguaína norte do Tocantins. O incêndio foi registrado neste domingo (16). O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas quando chegou ao local as chamas já tinham consumido toda a parte interna do veículo.

Os bombeiros apagaram o fogo e depois fizeram o rescaldo das chamas. O dono do carro dispensou a presença da Polícia Militar e disse que o veículo não tinha seguro. Ele aguardou o guincho para fazer o reboque do automóvel.

Moradores descartam lixo eletrônico em avenida no centro de Gurupi

Impressora e cartuchos foram deixados no canteiro central de uma avenida da cidade. Material pode levar centenas de anos para se decompor de forma natural, o que prejudica o meio ambiente.

Impressora e cartuchos foram deixados no canteiro central de uma avenida de Gurupi, no sul do estado. O material pode levar centenas de anos para se decompor de forma natural, o que prejudica o meio ambiente por causa das substâncias e resíduos químicos contidos nele. Além de chamar atenção, a atitude causa indignação.

“O lixo tem que ser jogado em um lugar específico tanto lixo hospitalar, quanto eletrônico, orgânico. Cada um tem que ter destino próprio”, diz a empresária Cleide Teixeira.

Geralny Leite trabalha há 50 anos na manutenção de eletrônicos. O problema é que nem sempre esses objetos têm conserto. Foi aí que ele esbarrou na dificuldade para descartar esse material, que se acumula.

“A cidade não tem coleta de placas eletrônicas e a gente não pode descartar em qualquer lugar porque contamina o solo. Então a gente fica com o prejuízo. A casa toda ocupada com placas de aparelhos que eram para ir para o lixo”, diz o autônomo.

O ideal é que sejam reciclados e não descartados no lixo comum. Essa é a preocupação do assistente técnico Joatan Borges. Ele separa as peças que podem ser reaproveitadas. “A gente tenta reciclar o máximo que pode. Tem coisas que a gente não consegue e acaba descartando no lixo comum.”

“Tem pessoas que chegam com os aparelhos antigos, de tubo, só para gente fazer o desmanche porque não tem para onde levar. As eletrônicas de hoje são locais para descarte desse lixo, mas a gente não aproveita peças dessas placas”, reclama o autônomo.

Segundo a Prefeitura de Gurupi, existe uma lei que determina que é de responsabilidade dos comerciantes e empresários terem um plano de gerenciamento de resíduos eletrônicos aprovado pela Diretoria de Meio Ambiente.

Disse que atualmente o município já está realizando o levantamento dessas empresas e que campanhas vão ser feitas para informar à população os locais que fazem reaproveitamento. A previsão é que esse trabalho comece em setembro.

G1 Tocantins.

Indígena morre após perder controle de moto em avenida e bater em poste

Acidente aconteceu durante a madrugada em Araguaína, norte do Tocantins. Segundo a PM, testemunhas contaram que o indígena estava em alta velocidade.

Um indígena morreu na madrugada desta segunda-feira (9) após bater a motocicleta que dirigia em um poste. O acidente aconteceu na avenida Cônego João Lima, no setor entroncamento, em Araguaína, norte do Tocantins. Orlando Marruamiwiri Achure Karaja, de 35 anos, morreu no local.

Conforme a Polícia Militar, o acidente aconteceu por volta de 1h50. Testemunhas contaram que a vítima estava trafegando em alta velocidade e uma motocicleta, mas perdeu o controle e bateu em um poste da iluminação pública.

O Samu ainda foi chamado, mas apenas constatou a morte. Ainda conforme a PM, a perícia esteve no loca e o corpo foi levado para o IML. A motocicleta teve apenas pequenos danos.

O corpo do indígena já foi liberado.

G1 Tocantins.

Jacaré é filmado andando em calçada de avenida em Porangatu Goiás

Gravação foi feita após uma forte chuva que transbordou lago da cidade; segundo autor, bicho voltou para água sozinho.

Um jacaré foi visto andando por uma avenida de Porangatu, na região norte de Goiás, logo após uma forte chuva que transbordou lago da cidade.

De acordo com ele, o animal voltou para a água sem que fosse preciso chamar o Corpo de Bombeiros. Uilton fica surpreso de ver o réptil andando tranquilamente por uma via movimentada da cidade.

“Bora, ‘jaca’! Olha o tamanho do ‘jaca’! Moço, que doideira!”, diz o morador surpreso com a presença do animal na via.

O animal foi flagrado por volta das 20h de sábado (3), na Avenida Brasília, no Centro de Porangatu. O local fica próximo à Lagoa Grande, um dos símbolos da cidade, que transbordou durante uma forte chuva.

A suspeita é que o animal tenha saído do seu habitat durante o transbordamento do local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, quem flagrar algum animal silvestre no ambiente urbano deve ligar para a corporação, não tentar capturá-lo por conta própria e manter a devida distância do bicho, já que ele pode reagir e até atingir as pessoas.

G1 Goiás

Um é encontrado morto e outro ferido dentro de carro em avenida de Palmas

Homens foram abandonados pelo motorista do carro na avenida Palmas Brasil, região sul da capital. Um dos homens levou um tiro na cabeça e o outro foi ferido no peito.

Um homem foi encontrado morto e outro ferido dentro de um carro na avenida Palmas Brasil, na região sul da capital. A Polícia Militar informou eles foram deixados no local por um terceiro homem por volta das 2h desta segunda-feira (14). Testemunhas informaram que o homem dirigia o carro antes de abandonar a dupla e fugiu assim que estacionou na avenida. Ainda não há informações se ele é suspeito de atirar nos outros dois.

O rapaz que morreu tinha 21 anos de idade, ele foi ferido com um tiro na cabeça. O nome dele não foi divulgado. A segunda vítima não tinha nenhum documento de identificação. Ele foi levado para o Hospital Geral de Palmas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Ele levou um tiro no peito.

A delegacia de homicídios vai investigar o caso, até as 9h30 desta segunda-feira (14) ninguém havia sido preso.

G1/TO