O mês de março terminou neste domingo (31) e deixou um salto positivo de chuva. Santa Rosa do Tocantins, localizada na região central do estado, foi a campeã no volume de chuva e registrou 468 mm.

Em Santa Fé do Araguaia, no norte do Tocantins, também foi registrado um grande volume pluviométrico, 440,6 mm. Segundo o meteorologista José Luiz Cabral, o total acumulados nesses municípios superou a média histórica.

No mês todo, foram contabilizados 26 dias de chuva em praticamente todas as regiões do estado. Segundo Cabral, os fenômenos meteorológicos contribuíram com os totais pluviométricos.

“Desde o início do período chuvoso, em outubro, as chuvas vêm permanecendo muito mal distribuídas e irregulares. Muitas regiões ficaram sem receber chuva. O que favoreceu a chuva de março foram os sucessivos fenômenos meteorológicos transitórios do período chuvoso. Eles fizeram com que as ondas de convergência de umidade contribuíssem com chuvas sobre a nossa região”, explicou.

Araguaína, a segunda maior cidade do Tocantins, ficou dentro da média histórica. Foram registrados 280 mm de chuva. Em Palmas, foram 258 mm.

Já em Peixe, sul do Tocantins, as chuvas foram escassas. O volume pluviométrico ficou abaixo do esperado pelo terceiro mês consecutivo. Foram cerca de 180 mm, sendo que o esperado era de 240.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here