Os prefeitos dos municípios de Palmeirópolis e de São Salvador do Tocantins assumiram em fevereiro deste ano, o compromisso de realizar concurso público no prazo improrrogável de sete meses, ou seja, até setembro.

Pelo menos 11 prefeituras devem realizar concurso público em 2019 ou nos próximos anos no Tocantins. Alguns municípios abriram licitação para contratação da banca organizadora e outros já contrataram a empresa.

1 – Guarda Metropolitana de Palmas

O decreto que autoriza a realização do concurso da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) foi assinado pela prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) no dia 28 de fevereiro deste ano. O certame deve ofertar 50 vagas imediatas para a classe ‘A’.

O último concurso para preenchimento de vagas na corporação aconteceu ainda no ano de 2001.

2 – Prefeitura de Paranã

Em Paranã, sul do Tocantins, a prefeitura lançou edital de licitação para contratar a empresa responsável pela realização do concurso com previsão de ofertar 88 vagas distribuídas em 56 cargos diferentes e salários de R$ 998 a R$ 4 mil.

O último concurso do município foi realizado há 12 anos.

3 – Prefeitura Itaguatins

O Instituto de Capacitação Assessoria e Pesquisa (ICAP) já foi contratado para organizar o certame em Itaguatins.

Apesar da contratação, o edital da licitação com os cargos previstos não foi encontrado no site da prefeitura. No entanto, em novembro de 2018, o município assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) concordando em lançar o edital do concurso até 30 de abril de 2019 e o resultado final do certame ser homologado até 30 de outubro.

4 – Sucupira

Em Sucupira, a prefeitura lançou edital de licitação para contatar a banca organizadora prevendo ofertar 55 vagas para 22 cargos diferentes.

5 – Santa Terezinha do Tocantins

O concurso de Santa Terezinha tem previsão de ofertar 39 vagas para 26 cargos diferentes em todos os níveis de escolaridade. Os salários devem chegar a R$ 2,4 mil.

O edital de licitação para contratação da banca organizadora do certame foi lançado ainda no ano passado.

6/7 –  Palmeirópolis e São Salvador 

Os prefeitos dos municípios de Palmeirópolis e de São Salvador do Tocantins assumiram, em fevereiro deste ano, o compromisso de realizar concurso público no prazo improrrogável de sete meses, ou seja, até setembro.

Nos Termos de Ajustamento de Conduta firmados junto ao Ministério Público Estadual ficou especificado que a contratação das bancas organizadoras dos certames deve acontecer no prazo máximo de 60 dias.

8 – Brejinho de Nazaré 

Ré por não realizar concurso, a prefeitura de Brejinho de Nazaré, Miyuki Hiashida, garantiu ao AF Notícias que realizará concurso até o mês de julho após um ‘grande esforço da atual gestão’.

Ela também criou novos cargos e quase 70 vagas sob o argumento de promover as adequações legais para a realização do certame, já que as atuais vagas eram temporárias. 

9 – Dianópolis

Em Dianópolis, o MPE suspendeu uma ação na Justiça após o prefeito Gleibson Moreira Almeida concordar em realizar o certame ainda este ano.

A ação do MPE questionava o fato de o município realizar vários processos seletivos que beneficiavam os servidores contratados. Com o concurso, os temporários devem ser substituídos a partir de 2020.

10/11 – Santa Tereza e Lagoa do Tocantins 

O MPE ainda expediu recomendações administrativas no dia 11 de fevereiro deste ano para que os municípios de Santa Tereza do Tocantins e Lagoa do Tocantins realizem concurso público para o quadro geral.

A promotora de Justiça Renata Castro Rampanelli Cisi afirmou que o município de Santa Tereza realizou o último concurso público no ano de 2002 e conta atualmente com 100 cargos temporários.

Já o município de Lagoa do Tocantins fez concurso público ainda em 2011 e tem nos quadros mais de 80 contratos temporários.Fonte:

Fonte:afnoticias.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here