A adolescente de 13 anos foi estuprada por um homem e dois menores.
O crime aconteceu em Chapada da Natividade, região sudeste do estado.

“Machucou muito”. Este é o desabafo da mãe da adolescente de 13 anos, portadora de necessidades especiais, vítima de estupro coletivo em Chapada da Natividade. O crime chocou a população do município que fica a 200 km de Palmas, na região sudeste do Tocantins.

Um dos uspeitos do crime, um homem de 32 anos, foi preso. Ele foi autuado por estupro de vulnerável e está na Cadeia Pública de Natividade. Outros dois menores de 15 e 17 anos também estão sendo investigados por participação.

O laudo do Instituto Médico Legal confirmou o estupro. De acordo com o documento, os ferimentos foram tão graves que a adolescente precisou ser transferida para o Hospital Regional de Porto Nacional. A irmã conta que logo após o crime ela chorava muito e ficou com medo de sair de casa.

A mãe informou que a filha ficou com dificuldades até para andar e sentar. “Ela sentava meio torta, porque machucou muito”, diz a mulher que não quis se identificar.

O crime foi registrado no dia 15 do mês passado, mas os mandados de prisões foram cumpridos nesta quarta-feira (1º). De acordo com as investigações conduzidas pelo delegado Ibanez Aires, a vítima passava em frente a um colégio, quando um homem e os dois adolescentes, a convidaram para entrar na residência, que fica ao lado da escola.

“Eles foram autuados por estupro de vulnerável, cárcere privado e corrupção de menores”, informou o delgado.

Durante as investigações, o delegado descobriu que além do estupro coletivo, a menina estava sendo molestada há cerca de dois meses por um idoso de 65 anos. De acordo coma a polícia, ele a seduzia com dinheiro. O idoso também jestå preso.. a menor está sendo acompanhada por especialistas.(fonte:g1/to)

Delegado Ibanez Aires investiga o caso (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Delegado Ibanez Aires investiga o caso (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here