O crime aconteceu em uma chácara próximo ao município, no dia 21 de julho desse ano. Ele foi levado para a cadeia da cidade.

Jairo Santana Brito, de 25 anos, foi preso nesta quinta-feira (20), suspeito de ter matado José Reis de Souza, de 64 anos, e depois o roubado. O crime aconteceu em uma chácara próximo à Xambioá, no dia 21 de julho desse ano. Junto com Acácio Pereira de Souza, o homem levou uma motocicleta, um capacete, uma guitarra, um celular, uma quantia em dinheiro e outros objetos de pequeno valor.

Em seguida, Brito, que ficou com a motocicleta e a guitarra da vítima, atravessou a balsa para a cidade de São Geraldo do Araguaia (PA), onde deixou os objetos na casa de um primo.

Após três dias, o primo soube que os produtos eram roubados e teria devolvido para Brito, que abandonou a motocicleta e a guitarra no município.

A motocicleta foi recuperada no mês passando, mas só nesta tarde Brito indicou onde teria deixado a guitarra da vítima. O objeto foi recuperado pelos policiais após uma varredura no local indicado.

O suspeito disse que cometeu o crime sozinho e que Souza só teria chegado ao local depois, mas que teria aproveitado que a vítima estava morta para levar alguns objetos.

Segundo a Polícia Civil, possivelmente será realizada uma acareação entre os dois, uma vez que durante busca na casa de Sousa foram encontrados diversos objetos que teriam sido reconhecidos pelos familiares da vítima.

Os dois suspeitos estão presos na Cadeia de Xambioá.

Entenda

Segundo os moradores da cidade, Acácio Pereira de Souza, de 34 anos, foi ao velório e ao enterro da vítima, ficou ao lado do corpo e até chorou.

Um morador da cidade que foi ao velório contou ao site que viu o suspeito. “Ele ficou no velório, acompanhou o enterro até a cova fechar, como se nada tivesse acontecido. Parentes do idoso tiraram foto dele ao lado do corpo”, contou.

O idoso foi encontrado morto no último domingo (22), na casa onde morava, na zona rural da cidade. Após o assassinato, a Polícia Civil pediu a prisão temporária do suspeito. Ele foi capturado numa casa, na rua Justiniano Pereira.

Com ele, os policiais civis encontraram vários itens roubados, como capacete, uma guitarra, um par de botinas e documentos pessoais, objetos da vítima. Ele foi levado para a cadeia de Xambioá.

Segundo a Polícia Civil, no último domingo, um vizinho percebeu a ausência de Sousa e foi até a casa da filha dele para avisar que a vítima não tinha saído de casa para jogar milho às galinhas, como de costume.

A filha foi até casa do pai, olhou pela janela e viu que ele estava morto. Sousa foi assassinado a tiros. No dia anterior o vizinho o viu tocando violão com um homem, que seria Acácio. Momentos depois, o suspeito saiu do local levando a motocicleta da vítima.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here