Polícia informou que não foi possível identificar vítima pela arcada dentária, mas que exames de DNA foram solicitados. Suspeita é que corpo pertença a jovem que está desaparecido.

O corpo encontrado carbonizado no lixão de Paraíso do Tocantins durante a semana passada foi enterrado na manhã desta terça-feira (10) em um dos cemitérios da cidade. Ele foi sepultado sem identificação, porque não houve resultados conclusivos através do exame da arcada dentária. A suspeita é de que se trate de um jovem morador da cidade cujo desaparecimento foi registrado no dia seguinte a descoberta do corpo.

Os peritos recolheram material genético para tentar realizar um exame de DNA no corpo e em parentes do rapaz desaparecido. Os resultados ainda não chegaram do laboratório, mas como não havia mais necessidade de preservar o corpo, ele foi enterrado. Segundo a SSP, o exame de arcada dentária não deu resultado porque não havia dados clínicos do jovem que está desaparecido suficientes.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Bruno Beaza, um inquérito a respeito do caso foi instaurado. As investigações a respeito do homicídio seguem em sigilo.
A vítima foi encontrada por um catador de lixo que estava no local no último dia 3 de setembro e chamou a Polícia Militar. O corpo estava em avançado estado de decomposição e foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Palmas.

 

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here