Confira o que foi destaque no futebol nesta quarta-feira

Noite contou com jogos da Copa do Brasil, da Primeira Liga e do Campeonato Pernambucano

ATLÉTICO-PR 2 x 0 CORITIBA

Gols: Douglas e Crysan

O clássico do Youtube pelo Campeonato Paranaense, na arena do Furacão, terminou com vitória dos donos da casa. A derrota aumentou a crise no Coxa, que na segunda-feira demitira o técnico Paulo César Carpegiani.

BRUSQUE 0 (4×5) 0 CORINTHIANS

Num jogo morno, as equipes ficaram no 0 a 0 e levaram a decisão para os pênaltis. O destaque foi o erro de Jadson, que reestreou pelo Alvinegro. Ele foi salvo pelas cobranças ruins de João Carlos e Carlos Alberto, que garantiram o time do Parque São Jorge na próxima etapa da Copa do Brasil.

VILA NOVA 1 x 2 VASCO

Gols: Wallyson; Wagner e Thalles

O Vasco não quis saber de jogo bonito ou bem jogado, mas de muita transpiração. Venceu com um golaço de Thalles e com a ajuda do zagueiro adversário Brunão, que deu uma assistência para Wagner. Os cariocas seguem para a terceira fase da Copa do Brasil.

PSTC 2 x 4 SÃO PAULO

Gols: Carlos Henrique e Lucão; Cícero (3) e Cueva

O São Paulo não vem conseguindo deixar de tomar gols em uma partida. Mas também segue balançando as redes muitas vezes. O dono da noite foi Cícero, com três gols, que garantiu o Tricolor na próxima fase da Copa do Brasil.

SINOP 1 x 3 FLUMINENSE

Gols: Alex Ricardo; Henrique Dourado e Sornoza (2)

Os nomes da noite foram os equatorianos Orejuela e Sornoza – o primeiro por ter falhado na defesa, o segundo por ter resolvido no ataque. Agora, o Tricolor enfrenta o Criciúma na terceria fase da Copa do Brasil.

CHAPECOENSE 2 x 2 ATLÉTICO-MG

Gols: Wellington Paulista e Jesiel (contra); Carlos Cesar e Clayton

Em partida válida pela terceira fase da Primeira Liga, a Chapecoense virou o primeiro tempo perdendo por 2 a 0. Conseguiu empatar no segundo mas, com o resultado, acabou sendo eliminada da competição.

SPORT 1 x 1 NÁUTICO

Gols: Neto Moura e Erick

Mesmo jogando com reservas, o Sport arrancou um empate diante do rival que o garantiu na segunda posição do Campeonato Pernambucano, com nove pontos. O Náutico é o terceiro, com oito.(Fonte:Noticias ao Minuto)

Confira o que foi destaque no futebol neste domingo

Fique por dentro do resumo das principais partidas do dia

FLAMENGO 4 x 0 MADUREIRA

Gols: Mancuello, Guerrero, Diego e Lucas Paquetá

Com força completa, o Rubro-Negro não teve qualquer dificuldade e venceu sem sustos, garantindo a vantagem do empate na semifinal contra o Vasco.

LINENSE 0 x 4 PALMEIRAS

Gols: Michel Bastos, Lucas Barrios, Willian e Raphael Veiga

Em um jogo tranquilo em Araraquara, os reforços palmeirenses balançaram as redes para garantir a equipe na liderança do Grupo C. As notas alta e baixa foram Dudu e Moisés: o primeiro jogou demais, embora não tenha marcado, e o segundo sofreu uma lesão no joelho e saiu de campo direto para o hospital.

ATLÉTICO-PR x CORITIBA

Em uma decisão histórica, as duas equipes decidiram não jogar pelo fato de a Federação Paranaense ter impedido a transmissão da partida por meio dos canais dos clubes nas redes sociais. Como ambos não venderam seus direitos à Globo, decidiram fazer um transmissão própria no Youtube, contratando produtora, narrador e repórteres. A alegação da Federação foi a de que a equipe de transmissão não estava credenciada.

ATLÉTICO-MG 4 x 1 AMÉRICA-MG

Gols: Fred (3) e Malcosuel

Fred não ligou para o fato de o América-MG ser a equipe que o lançou para o futebol e marcou três vezes, além de ter dado uma assistência. Com o resultado, o Galo é líder isolado do Mineiro com 12 pontos e o América-MG amarga a sétima colocação, com cinco.

GRÊMIO 1 x 1 SÃO JOSÉ

Gols: Zequinha e Rafinha

Sem sete titulares, o Tricolor Gaúcho não apresentou um bom futebol na arena e saiu de campo apenas com o empate diante de um adversário jogando na defesa.

BARCELONA 2 x 1 LAGANÉS

Gols: Messi (2) e Unal López

Ainda na ressaca da goleada sofrida para o PSG, os catalães mais uma vez deixaram a desejar. O placar foi aberto cedo, dando a impressão de que uma goleada estava por vir. Mas o Leganés empatou e o gol da vitória, após pênalti sofrido por Neymar, foi sair apenas nos minutos finais. O Barça sofre com a falta de criação no meio-campo e com a mediocridade de seus laterais.(Fonte:Noticias ao Minuto)

Pivô da queda da Portuguesa, jogador Héverton é preso em GO

Héverton foi flagrado por agentes da PRF dirigindo com carteira de habilitação falsa.

O jogador Héverton, pivô do rebaixamento da Portuguesa na Série A do Campeonato Brasileiro de 2013, foi detido por agentes da Polícia Rodoviária Federal nesta quinta-feira (29). O meia foi flagrado na BR-060, em Anápolis, Goiás, dirigindo com uma carteira de habilitação falsificada.

De acordo com o globoesporte.com, com informações da PRF, o documento era de Brasília e estava adulterado para Caldas Novas, onde ele pretendia passar o Réveillon. A BMW 320i que o ex-atleta da Portuguesa e atual jogador do XV de Piracicaba conduzia ainda estava com o certificado vencido e com mais de R$ 6 mil em multas.

O jogador, de 31 anos, foi encaminhado para a sede da Polícia Federal em Anápolis. Não há previsão sobre quando o jogador será liberado. Héverton disse que adquiriu a CNH com um despachante em São Paulo.

POLÊMICA

Héverton ficou famoso por protagonizar o caso mais polêmico do Brasileirão de 2013. No dia 8 de dezembro daquele ano, ele foi escalado de forma irregular pela Portuguesa, que enfrentou o Grêmio. O atleta entrou em campo aos 32 minutos da segunda etapa, mesmo estando suspenso. O caso chegou ao STJD e o clube paulista acabou perdendo pontos e sendo rebaixado.

POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Projeto regulamenta a vaquejada como prática esportiva

Proposta recebeu parecer favorável do relator, o senador Wilder Morais.

Projeto que regulamenta a vaquejada como prática esportiva aguarda inclusão na pauta de votações da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado. A proposta, do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), recebeu parecer favorável do relator, senador Wilder Morais (PP-GO). As informações foram divulgadas pela Agência Senado nesta terça-feira (27).

A proposta classifica a vaquejada como manifestação da cultura popular protegida pela Constituição e a define como atividade recreativa ou competitiva, submetida a medidas de proteção à saúde e integridade física do público, dos vaqueiros e dos animais. Estabelece que a infraestrutura do evento deverá contar com atendimento médico; presença de médico veterinário; condições apropriadas de transporte, acomodação e alimentação dos animais; oferta de seguro de vida e de acidentes em favor dos competidores.

Além de proibir expressamente a participação de menores de 18 anos na competição, a proposta admite a organização do evento nas modalidades amadora e profissional, podendo ser patrocinado por entidade pública ou privada. Delega ainda ao veterinário a responsabilidade de atuar como árbitro de bem-estar animal durante as competições.

“Devido às peculiaridades inerentes às provas de vaquejada, é importante que lei federal discipline em todo o território nacional essa prática, de forma a estabelecer parâmetros que visem à preservação do bem-estar animal e à proteção dessa importante manifestação cultural”, sustentou Eunício na justificação do PLS 378/2016.

Ao recomendar a aprovação do projeto, o relator disse de que o rol de medidas sugeridas deverá aumentar a segurança dos vaqueiros, do público e dos animais.

“Julgamos que são especialmente importantes as disposições que buscam prevenir acidentes ou maus-tratos que possam incidir sobre os animais da vaquejada, assim como aquelas que buscam proporcionar-lhes a devida assistência médico-veterinária”, disse Wilder, elogiando, ainda, a previsão de criação do árbitro de bem-estar animal.

Emenda

Uma das emendas do relator insere no projeto a aplicação de penalidade para o caso de descumprimento das regras estabelecidas para a vaquejada. A providência foi inspirada pela Lei 10.519/2002, que regulamentou a prática do rodeio. Além de multa de R$ 5 mil, os organizadores que transgredirem as normas de segurança estarão sujeitos a advertência por escrito, suspensão temporária ou definitiva da vaquejada.

Se for aprovado na comissão e não houver recurso para votação do texto pelo Plenário do Senado, o PLS 378/2016 será enviado direto à Câmara dos Deputados.

PEC

O Plenário do Senado analisa também proposta de emenda à Constituição que reconhece a vaquejada como patrimônio cultural imaterial brasileiro. O texto aguarda votação em primeiro turno. Se aprovado, deverá passar por um segundo turno de deliberação.

(Noticias ao minuto)

Avião com goleiro da Chapecoense chegou a São Paulo

Voo fez uma escala em Manaus para abastecimento e regularização antes de seguir direto a São Paulo

O avião-ambulância com o goleiro da Chapecoense Jackson Follmann pousou à 0h20 desta terça-feira (13) no aeroporto de Congonhas, zona sul de São Paulo.Follmann é o primeiro dos sobreviventes brasileiros da tragédia da Chapecoense a retornar ao país.

O jogador foi levado de ambulância ao hospital Israelita Albert Einstein, no Morumbi, onde fará uma cirurgia na coluna.

Nesta segunda-feira (12), o jogador embarcou no aeroporto de Medellín (foto), localizado na cidade de Rionegro, na Colômbia, rumo ao Brasil.

O voo fez uma escala em Manaus para abastecimento e regularização antes de seguir direto a São Paulo.(fonte:noticias ao minuto)

 

Bolívia prende funcionário que autorizou operação da Lamia

A Procuradoria-Geral da Bolívia deteve nesta quinta-feira (8) o ex-diretor de Registro Aeronáutico Nacional, Gustavo Vargas, que autorizou a operação da companhia aérea Lamia, proprietária do avião que caiu com a delegação da Chapecoense. As informações são da Agência ANSA.

Gustavo Vargas é filho do diretor-geral da Lamia, também chamado Gustavo, e que foi preso ontem (7). A Procuradoria boliviana investiga se houve tráfico de influência para permitir que a Lamia funcionasse na Bolívia. No momento, a licença da empresa no país está suspensa.

Também foram apreendidos documentos na sede da Direção Geral de Aeronáutica Civil, em La Paz, órgão ao qual pertence o Registro Aeronáutico Nacional, onde Vargas foi diretor. Além disso, a Procuradoria não descarta convocar para depoimento o ministro de Obras Públicas, Milton Claros, que já havia cogitado a hipótese de tráfico de influência.

Fundada em 2009, no estado de Mérida, na Venezuela, a companhia aérea começou a operar apenas em 2014 e pouco depois transferiu sua sede para a Bolívia. Sua especialidade eram voos fretados para times de futebol da América Latina, já que oferecia flexibilidade para pousar em aeroportos remotos.

O avião que caiu com a Chapecoense, deixando 71 mortos, era o único de sua frota em condições de operar. Um de seus sócios era Miguel Quiroga, que pilotava a aeronave e morreu na tragédia. A principal hipótese para explicar o desastre é a falta de combustível.(fonte:agência brasil)

‘Força-tarefa’ de três países irá apurar causas da queda de avião na Colômbia

Uma ‘força-tarefa’ formada pelos governos de Brasil, Colômbia e Bolívia investigará as causas da queda do avião da LaMia que matou 71 pessoas em Medellín. Entre as vítimas estavam a delegação da Chapecoense e um grupo de 20 profissionais de imprensa brasileiros.

O primeiro encontro que decidirá os rumos da investigação acontecerá nesta quarta-feira, em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve participar da reunião com procuradores-gerais da Colômbia, Néstor Humberto Martínez Neira, e da Bolívia, Ramiro José Guerrero Peñaranda.

Foi Peñaranda que convidou os procuradores-gerais brasileiro e colombiano. “Esta reunião faz parte da iniciativa dos três procuradores-gerais para energizar a investigação deste evento infeliz e garantir que seja feita Justiça imediata para as famílias das vítimas”, informou, por meio de comunicado, o governo boliviano.

A delegação da Chapecoense fretou o avião da LaMia para disputar a final da Copa Sul-Americana, que seria disputada em Medellín na última quarta-feira contra o Atlético Nacional. O time catarinense saiu de São Paulo, em voo comercial, até Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

A viagem da cidade boliviana até a Colômbia foi feita com a aeronave da LaMia, que caiu nos arredores do aeroporto de Medellín. As primeiras investigações apontam que a aeronave sofreu uma ‘pane seca’, falta de combustível, segundo a Aeronáutica da Colômbia.

O tempo estimado da rota entre Santa Cruz de La Sierra e Medellín era de 4 horas e 22 minutos, e a distância a ser percorrida era de 2.985 km, apenas 15 quilômetros a menos do que o alcance máximo do jato, de cerca de 3 mil km.

Pelas normas internacionais de segurança, o plano de voo deveria ter sido recusado e o avião impedido de sair do aeroporto em Santa Cruz de La Sierra. Após o acidente, a LaMia, que é boliviana, teve sua atividades suspensas.

Neste domingo, o governo boliviano abriu uma investigação com o objetivo de esclarecer a relação da LaMia com funcionários da Direção Geral de Aeronáutica Civil (Dgac), uma espécie de ANAC boliviana.

“Nos chama atenção que exista uma ligação entre servidores e essa companhia aérea. Vamos até o fundo nesse assunto”, disse o ministro de Obras Públicas da Bolívia, Milton Claros. Segundo ele, também será investigada a relação da LaMia, que tinha apenas três aviões, com a Conmebol. A pequena empresa área tinha acesso a clubes e seleções de futebol sul-americanos.

Além disso, um grupo de 20 peritos vai analisar os dados de navegação e da caixa preta do avião. Esse trabalho será feito por ingleses porque o aeronave foi fabricada no Reino Unido, o que pode demorar seis meses.(fonte:istoé)

Em meio a luto e superação, Chape inicia reestruturação do futebol

Clube não vai disputar a partida contra o Atlético-MG no próximo domingo e prevê se reerguer para temporada de 2017

A Chapecoense vive o período mais difícil do futebol nacional. Em meio ao luto pela perda de jogadores e equipe técnica em um trágico acidente que fez 71 vítimas e deixou seis sobreviventes, a equipe de Santa Catarina encara agora uma fase de superação e reestruturação.

Uma força-tarefa da diretoria planeja reerguer o clube e buscar soluções para o futebol. O Globo Esporte destaca que a equipe já definiu oficialmente que não enfrentará o Atlético-MG no próximo domingo, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Não há condições de se jogar futebol no gramado da Arena Condá em 2016, destaca a reportagem.

No entanto, uma equipe da Chape deve retornar aos gramados para a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior, a Copinha, valorizada competição sub-20, em janeiro. 

“Nesse momento nós estamos começando a reconstrução do time. As pessoas querem futebol, as pessoas amam futebol em Chapecó. E a grande alegria da nossa cidade do Oeste catarinense no futebol é a Chapecoense. Então temos que dar continuidade a isso, vamos conversar e acertar, deixar baixar a poeira, e vamos reconstruir o time para o ano que vem “, disse o presidente em exercício Ivan Tozzo, que comandará o clube ao lado do presidente do Conselho Deliberativo da Chape, Plinio David De Nes.

 Futuro

A publicação destaca que o próximo passo do Furacão será dialogar com outros clubes que manifestaram interesse em emprestar jogadores de graça.

Outra informação é de que o principal patrocinador do clube, a Caixa, renovou o contrato, que segundo o Globo Esporte, é bem maior do que os R$ 4 milhões anuais do último contrato. Além disso, a Chape terá ajuda financeira de alguns clubes da Série A, como por exemplo, o Sport. O clube que vai doar a renda da partida contra o Figueirense, neste domingo, em Recife.

Campeã

A Chape foi declarada campeã da Copa Sul-Americana e deve receber uma premiação de R$ 6,9 milhões. O time foi classificado para a Libertadores e conta com apenas 10 jogadores no elenco: os goleiros Marcelo Boeck e Nivaldo (que está se aposentando), os zagueiros Rafael Lima e Demerson, o lateral Cláudio Winck, o volante Moisés, os meias Nenén, Hyoran e Martinuccio, e o atacante Lourency, sendo que Hyoran já está acertado com o Palmeiras para 2017.(fonte:noticias ao minuto)

Avião com corpos de vítimas de acidente aéreo chega a Chapecó, SC

Primeiro avião da FAB pousou na cidade do Oeste catarinense às 9h28.
Presidente Michel Temer acompanha chegada dos corpos.

Chegou a Chapecó, Oeste de Santa Catarina, o primeiro voo da Força Aérea Brasileira (FAB) com corpos das vítimas do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. O avião pousou no Aeroporto Municipal Serafin Enoss Bertaso às 9h28 deste sábado (3) por volta das 9h30, sob aplausos e choro dos familiares. A chegada foi acompanhada pelo presidente da República, Michel Temer.

O presidente chegou às 8h46 a Chapecó. Ele estava acompanhado de ministros, do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e de senadores catarinenses.

Temer está em Chapecó para cerimônia em aeroporto (Foto: Reprodução/TV Globo)
Temer está em Chapecó para cerimônia em aeroporto (Foto: Reprodução/TV Globo)

Conforme a assessoria de imprensa da Presidência da República, haverá em seguida uma cerimônia com honras militares com participação de Temer. Na sexta (2), a assessoria havia informado que ele não participaria do velório coletivo na Arena Condá. Porém, já em solo catarinense, ele decidiu ir ao estádio.

Durante a cerimônia de honras militares, o presidente vai entregar às famílias a Medalha da Ordem do Mérito Desportivo como reconhecimento do governo federal e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao país por todos os que estavam no voo que caiu na Colômbia na madrugada de terça (29).(fonte:g1)

Aviões que transportam corpos de vítimas devem chegar por volta de 10 em Chapecó

Os aviões que estão transportando os corpos das vítimas do acidente aéreo da última terça-feira (29) na Colômbia devem chegar atrasados em Chapecó (SC). A previsão inicial era de que as aeronaves pousassem entre as 7h e as 8h de hoje (3). No entanto, a informação divulgada há pouco no aeroporto da cidade catarinense é de que os voos vão atrasar cerca de uma hora e meia.

Assim que os corpos chegarem no aeroporto de Chapecó, está prevista uma cerimônia fúnebre com a presença do presidente da República Michel Temer. Depois, haverá um cortejo pelas ruas da cidade catarinense que deve durar cerca de uma hora e meia. Três caminhões decorados com a bandeira e as cores do time vão desfilar com os caixões. Eles já estão posicionados no pátio do aeroporto.

Após o cortejo, os corpos serão levados para a Arena Condá, onde acontece o velório coletivo. Durante a primeira hora, a cerimônia será fechada, apenas com a presença da família e dos amigos das vítimas. Depois, os portões do estádio serão abertos para o público em geral.

Apesar de serem esperadas mais de 50 mil pessoas no velório coletivo, apenas 19 mil poderão entrar no estádio para não exceder a capacidade máxima do local. Na área externa da Arena Condá, foram instalados telões e banheiros químicos para as pessoas que não conseguirem ingressar na cerimônia.(fonte:agência brasil)