Ambulância é interceptada e paciente de 19 anos é executado no Tocantins

Ailton da Silva Sousa havia sobrevivido a primeira tentativa de assassinato e estava sendo transferido de hospital quando sofreu o segundo ataque. Polícia Militar acredita em acerto de contas.

O jovem Ailton da Silva Sousa, de 19 anos, foi executado após a ambulância em que ele estava ser interceptada na TO-222, próximo a cidade de Aragominas, no norte do estado. Sousa havia sofrido uma tentativa de assassinato durante a tarde, mas sobreviveu e foi atendido no hospital local. Quando estava sendo transferido para o Hospital Regional de Araguaína houve o segundo ataque.

Segundo a Polícia Militar, a ambulância foi interceptada no km 129 por volta das 19h15 deste sábado (19). A mãe da vítima e o motorista disseram que três homens em um carro branco obrigaram eles a sair do local caminhando e a deixar o jovem para trás. Os atiradores seriam as mesmas pessoas que haviam atacado Ailton Sousa horas mais cedo, quando acertaram um tiro nas costas e outro nas nádegas dele.

Na ambulância, o rapaz foi atingido por pelo menos 10 tiros, principalmente na cabeça. A PM informou que o crime tem características de acerto de contas, já que a mãe da vítima e o motorista da ambulância não foram feridos. Sousa tinha passagens pela polícia por furto e era suspeito de tráfico de drogas.

Até às 10h deste domingo (20) nenhum suspeito tinha sido preso.

Deputado Wanderlei Barbosa parabeniza Palmas pelos seus 29 anos

“Parabenizo Palmas pelos seus 29 anos de emancipação política. Cidade receptiva, onde sonhos se realizam”.

Nesta data, quero parabenizar essa jovem capital a qual eu tenho uma imensa felicidade de fazer parte da sua história. Histórias de lutas, perseveranças e conquistas, afinal já se passaram 29 anos de convivência nesse lugar que nos abriga com sua simplicidade.

Parabenizo a todos que apostaram e que acreditaram. Agradecemos a Deus e aos palmenses que todos os dias lutam pela criação e consolidação de uma grande história.

Que Deus continue abençoando nossas famílias, nosso povo palmense. Parabéns, Palmas! Meus aplausos são para você, feliz 29 anos.

Deputado Estadual Wanderlei Barbosa

Kátia Abreu em Dianópolis: “Seremos um exemplo para o Brasil”

“Eu quero deixar o legado de ter transformado a vida de famílias tocantinenses numa vida digna”

A candidata ao Governo do Estado, Kátia Abreu (PDT) na eleição suplementar de 3 de junho pela coligação Reconstruindo o Tocantins esteve neste sábado (19) em Dianópolis, onde recebeu apoios e falou à população sobre seu plano de governo e apresentou propostas para solução dos problemas enfrentados pela Região Sudeste, lembrando que as mais graves são a falta de água no período de estiagem e o não funcionamento do Hospital Regional.

E garantiu que, assim que assumir o governo, determinará a construção de açudes e poços artesianos: “chega de passar falta de água, isso é inadmissível no mundo atual”, pontuou.

Com relação à saúde, afirmou que o Hospital Regional de Dianópolis será reformado e voltará a atender a população da região, realizando cirurgias de baixa complexidade e eletivas e que os profissionais da saúde serão valorizados.

“Os médicos não querem trabalhar por que não recebem. Nós vamos pagar em dia e por produtividade. Vamos acabar com a fila de espera por cirurgias eletivas no Hospital Geral de Palmas, que deve ser para cirurgias complexas”, afirmou Kátia Abreu.

A candidata voltou a dizer que usará a educação como ferramenta para combater a pobreza com a manutenção dos jovens na escola e bolsas universitárias para os mais carentes e que será a governadora de um estado em que as pessoas terão qualidade de vida.

“ O que quebra Estado é falta de vergonha e corrupção. Dinheiro tem e dá pra fazer. O Estado falhou com essas pessoas que estão abaixo da linha de pobreza e passando fome. Elas não foram prioridade. E eu quero deixar o legado de ter transformado a vida de famílias tocantinenses numa vida digna. Vamos fazer um governo sério que será exemplo para o Brasil”, garantiu Kátia Abreu à população de Dianópolis.

Neste domingo (20) pela manhã a candidata esteve na festa do Divino Espírito Santo em Natividade e em seguida fará reuniões em Palmas no Jardim Aureny IV, no bairro Bertaville e no Distrito de Taquaruçu além de se encontrar com pequenos produtores rurais de Buritirana.

Fotos: Ademir dos Anjos

Assessoria de Comunicação da candidata Kátia Abreu (PDT)

Acidente na BR-153 deixa médica, enfermeira e assistente social feridas

Acidente aconteceu na região norte do estado. Vítimas são servidoras da prefeitura de Piraquê.

Um carro com três servidoras da saúde de Piraquê capotou após se envolver em uma colisão na BR-153, na região norte do estado. O acidente aconteceu por volta das 8h desta sexta-feira (18). Quatro pessoas estavam no veículo. A médica Ana Cristina, que dirigia o carro, foi a que ficou em estado mais grave, segundo o município.

O secretário de saúde do município esteve no local e contou que o acidente ocorreu após um motorista invadir a pista contrária e bater na lateral do carro da médica. A mulher perdeu o controle, saiu da pista, bateu em um morro do acostamento e capotou.

Imagens feitas no local mostram que o carro da médica ficou totalmente destruído. Até rodas do veículo foram arrancadas pelo impacto. Uma assistente social, uma enfermeira e a filha dela também estavam no carro.

As vítimas foram socorridas pelo Samu e Corpo de Bombeiros e levadas para o hospital em Araguaína. A prefeitura informou está prestando todo o apoio necessário às vítimas.

Homem é assassinado com tiros na cabeça no sul do Tocantins

Segundo a PM, o crime aconteceu no setor Jardim Medeiros, em Gurupi. Tiros atingiram a cabeça e a barriga da vítima que morreu no local.

Ivan Ferreira da Silva, 41 anos, foi assassinado a tiros na madrugada desta sexta-feira (18) em Gurupi, na região sul do Tocantins. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem foi atingido por três tiros por volta das 2h40, no setor Jardim Medeiros.

A polícia disse os dois suspeitos do crime estavam em uma motocicleta e usaram duas armas na execução. Dois tiros foram na cabeça e o terceiro atingiu a barriga da vítima. Ele morreu no local.

Os suspeitos fugiram e não foram presos. A perícia esteve no local e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Gurupi e depois liberado para a família.

 G1 Tocantins/

(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Gaguim comemora aprovação do regime de urgência do PLP 137, que regulamenta a criação de novos municípios

O Deputado Federal Carlos Henrique Gaguim (DEM-TO) comemorou a aprovação do regime de urgência para o Projeto de Lei Complementar (PLP) 137/15, que regulamenta a criação de novos municípios no Brasil.

A urgência foi aprovada pelo Plenário da Câmara dos Deputados na noite desta quarta-feira, 16, por 337 votos a 36 e 2 abstenções.

“Há três anos lutando como relator desta matéria, agora tenho certeza que conseguiremos aprova-la. Agradeço o presidente desta Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que se comprometeu com nossa luta e cumpriu. O Projeto foi adequado dentro da realidade do País. A emancipação de novos municípios, que atenderem os critérios da nova lei, permitirá mais investimentos para população que ali vive”, pontuou Gaguim.

O deputado Gaguim destacou ainda, a presença de lideranças emancipacionistas de vários estados, inclusive do Distrito de Luzimangues, nas galerias do Plenário.

Para ser aprovado, um texto de projeto de lei complementar precisa do apoio de 257 deputados. O requerimento de urgência foi apresentado pela deputada Marinha Raupp (PMDB-RO).

Confira a PLP

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=1594899

Ascom deputado Gaguim

Gilmar Mendes nega liminar de Marcelo Miranda para voltar ao cargo

Na decisão, o ministro disse que a realização da eleição suplementar ‘parece inadequada’. Miranda pode recorrer no pleno do Supremo Tribunal Federal.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quarta-feira (16) o pedido de liminar da defesa de Marcelo Miranda (MDB) para suspender os efeitos da cassação feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os advogados tinham alegado, entre outras coisas, que o processo correu de forma “atípica” e estranha, utilizando provas que seriam ilegais.

Marcelo Miranda ainda pode recorrer ao próprio STF contra a cassação, mas terá que aguardar o resultado fora do cargo. Enquanto isso, o calendário da eleição suplementar segue normalmente. A votação será em 3 junho e todo o processo deve custar R$ 15 milhões aos cofres públicos.

Na decisão, Gilmar Mendes criticou a realização de uma eleição direta suplementar. ” A despeito de parecer inadequada a realização de eleições diretas às vésperas das eleições gerais, indefiro o efeito suspensivo”, escreveu.

Outros três pedidos de liminar semelhantes aguardam a análise do ministro. Dois foram feitos pelos partidos de Miranda e Cláudia Lélis (PV) e outro pela defesa da vice-governadora cassada.

Cassação

O caso analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) diz respeito a suposto uso de caixa dois pela chapa de Marcelo Miranda e Cláudia Lelis (PV) nas eleições de 2014. Naquela ocasião, durante a campanha eleitoral, um avião foi apreendido em Goiás levando R$ 500 mil, além de santinhos de Marcelo Miranda e outros políticos.

O julgamento do governador no TSE começou em 2017, quando a ministra Luciana Lóssio votou contra a cassação da chapa. Porém, o ministro Luiz Fux havia pedido vistas para analisar o processo, que ficou parado por cerca de um ano.

A análise do caso foi retomada no dia 22 de março, quando os ministros cassaram os diplomas do governador e da vice por 5 votos a 2. Também foi determinado que o político tinha que deixar o cargo imediatamente, embora ainda pudesse recorrer da decisão. 

Depois disso, o governador iniciou uma batalha jurídica para se manter no cargo. O primeiro passo da defesa foi entrar com pedido de embargos de declaração no próprio TSE. Estes embargos são uma medida jurídica para esclarecer fatos relacionados a uma decisão.

No dia 27 de março, o presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS) tomou posse como governador interino do estado. Governo que durou menos de dez dias, pois no dia 6 de abril Marcelo Miranda conseguiu uma liminar para reassumir o Palácio Araguaia até o julgamento dos embargos.

A primeira liminar foi concedida pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). No dia 13 de março, a procuradora-geral da república Raquel Elias Ferreira Dodge disse que a decisão foi um “absoluto descabimento” e pediu que os demais ministros derrubem a liminar.

Na terça-feira (17), o TSE rejeitou os embargos e com isso Marcelo Miranda novamente teve que deixa o cargo. Com isso, Mauro Carlesse assumiu o cargo nesta quinta-feira (19).

G1 Tocantins

Gaguim cobra do ministro da Saúde liberação de recursos aos municípios tocantinenses

Gaguim cobra do ministro da Saúde liberação de recursos aos municípios tocantinenses
A fim de melhorar os serviços de atenção básica nos 139 municípios tocantinenses, o Deputado Federal Carlos Henrique Gaguim (DEM/TO) esteve, em audiência com Ministro da Saúde, Gilberto Magalhães Occhi, para cobrar a liberação do valor de mais R$ 22 milhões não pagos da Emenda da  Bancada tocantinense no Congresso Nacional. 
Os recursos, oriundos da emenda da bancada de 2017, irão fortalecer o incremento dos Postos de Atenção Básica e dos Postos de Média e Alta Complexibilidade Ambulatorial (PAB/MAC) nos 139 municípios do Tocantins.
A responsabilidade da atenção básica é dos municípios, por isso esses recursos são relevantes para a manutenção e para o aprimoramento da oferta dos serviços essenciais de saúde como o custeio e manutenção de UBSs, aquisição de ambulâncias e materiais odontológicos.
Assessoria de Imprensa dep. Gaguim

Veja os compromissos dos candidatos ao governo do Tocantins nesta quarta (16)

Entre os compromissos do dia estão reuniões, entrevistas e carreatas. Os políticos estão dispostos em ordem alfabética.

Confira os compromissos dos candidatos ao governo do Estado para esta quarta-feira (16). Entre os compromissos do dia estão reuniões, entrevistas e carreatas. Os políticos estão dispostos em ordem alfabética.

Kátia Abreu (PDT)

Palmas

  • 07h45 – Reunião com colaboradores de empresa privada
  • 10h – Visita ao Camelódromo – Centro

Gurupi

  • 12h30 – Entrevista à emissora de televisão local
  • 13h30 – Reunião com líderes políticos
  • 14h30 – Reunião com lideranças
  • 16h30 – Reunião com lideranças
  • 17h – Reunião com líderes políticos
  • 17h30 – Reunião com lideranças
  • 18h – Reunião com líderes políticos
  • 18h30 – Reunião com juventude
  • 20h – Grande reunião no Setor Malvinas

Marcos Souza (PRTB)

  • Tarde: Retorno para Palmas
  • Noite: Visita à veículo de comunicação para gravação de entrevista

Mário Lúcio Avelar (PSOL)

  • 06h – Visita a construção do Hospital Geral de Araguaína, o Hospital Regional de Araguaína e o setor de Radioterapia, a Casa de Prisão Provisória e a uma cratera na TO-022, no perímetro urbano da cidade;
  • 08h – Entrevista em programa de TV em Araguaína
  • 09h – Reunião com camponeses, movimentos sociais e lideranças políticas de Araguaína no Bairro São João, também em Araguaína;
  • 18h – Entrevista em programa de TV em Palmas

Márlon Reis (Rede)

  • 11h – Reunião com presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para falar sobre campanha contra Fake News.
  • 14h – Reunião com representantes do Sindicato dos Delegados da Polícia Civil do Tocantins (Sindepol-TO).
  • 16 horas – Entrevista para TV em Palmas.
  • Noite – reunião em Luzimangues.

Mauro Carlesse (PHS)

  • 7h30 – Apresenta propostas a empresários do ramo da indústria na sede da Fieto, em Palmas
  • Período da tarde – agenda de Governador
  • 19h – Participa de reunião política em Tocantinópolis

Vicentinho Alves (PR)

Palmas

  • 09h – Reunião com liderança religiosa
  • 10h – Reunião com extensionistas rurais

Lagoa do Tocantins

  • 11h – Carreata

Santa Tereza do Tocantins

  • 13h – Reunião na praça 5 de Janeiro

Novo Acordo

  • 15h – Grande Reunião na Praça Central

Palmas

  • 20h30 – Reunião com o partido em Palmas

Municípios têm diferença negativa de valores da Merenda Escolar recebidos em 2018

Equívoco da equipe do FNDE levou ao cadastro errado de matrículas na modalidade de ensino Tempo Integral, que exige mais recursos.

A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) informa a perca de recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) enviados à Rede Municipal de Educação em 2018.

A entidade municipalista chegou à constatação após estudo realizado pela União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), que observou diferença entre os valores referentes ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb e os valores do PNAE.

Quando confrontados os valores para estimativas do Fundeb, divulgados por meio da Portaria Interministerial n° 10, de 2017, com os números da clientela atendida pelo PNAE, a ATM observou diferença entre os dados analisados, principalmente no que se refere às matrículas na modalidade de ensino de Tempo Integral, consideradas ainda aquelas realizadas dentro do Programa Mais Educação.

Números da defasagem

Segundo o estudo da Undime, numa primeira estimativa, há uma defasagem de valores da ordem de R$ 6.759.626,00, número que pode elevar acima dos R$ 10 milhões, se observados também as matrículas efetivadas no Programa Novo Mais Educação, que teve o prazo de adesão em dezembro de 2017. O estudo sugere ainda que as diferenças nos valores podem ter sido resultadas de uma analise equivocada do banco de dados do Censo Escolar 2017, por parte da equipe do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Acompanhamento

O presidente da ATM e prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano, afirma que a entidade irá acompanhar a questão. “Vamos acionar nossa assessoria jurídica para que acompanhe junto à Undime a negociação com o Ministério da Educação, por meio do FNDE, no sentido de que a situação cadastral dessas matrículas seja corrigida e a diferença dos valores restituídos aos Municípios tocantinenses”, defendeu Mariano, ao revelar que as prefeituras já receberam dois repasses do PNAE no ano letivo de 2018.

Como publicado na Resolução Nº 1, de 8 de fevereiro de 2017,  “atualmente, os valores repassados pela União a estados e municípios por dia letivo, para cada aluno são definidos de acordo com a etapa e modalidade de ensino”. Para as escolas de ensino fundamental e médio é repassado o valor de R$ 0,36 aluno/dia destinado à compra de merenda escolar, enquanto para as unidades que ofertam ensino de Tempo Integral é repassado o valor de R$ 1,07 para a aquisição da merenda. “Isso justifica altos valores de defasagem dos repasses para aquisição da merenda escolar de escolas de tempo integral”, avalia o presidente da ATM. 

Associação Tocantinense de Municípios – ATM