Oficiais alegam que delegado baleado “arrancou” com veículo “desobedecendo ordem de parada”

Marivan da Silva Souza foi atingido com três tiros disparados por policiais militares no sábado.

A Turma de Oficiais do Quadro Combatente divulgou nota em defesa dos militares suspeitos de envolvimento na ocorrência em que o delegado regional de Polícia Civil de Colméia, Marivan da Silva Souza, 39 anos, foi atingido com três tiros disparados por integrantes do Batalhão de Choque (BPCHOQUE). Conforme a nota, o delegado “arrancou” com o veículo “desobedecendo ordem de parada”. O documento diz ainda que repudia as notas publicadas por entidades policiais civis e narra os fatos, segundo os oficiais, “omitidos” até agora sobre a ocorrência na cidade de Guaraí.

Os policiais militares identificados no envolvimento são como Frederico Ribeiro dos Santos, João Luiz Andrade da Silva, Tiago Marinho Duarte Peres e Cleiber Levy Gonçalves Brasilino.

De acordo com a nota, os policiais estavam em diligência na região de Guaraí em virtude do roubo a um carro forte em Presidente Kennedy, na tarde de sexta-feira, 27. As equipes trabalhavam com suspeitas do roubo ter sido cometido por uma quadrilha abordada em Itaporã em janeiro.

A nota dos oficiais ressalta ainda que na manhã de sábado, um chacareiro informou aos policiais militares que na tarde de sexta-feira, data do roubo ao carro forte, indivíduos em uma SW4 branca de vidros escuros e rodas pretas se deslocava sentido Itaporã, tentaram abordar seu filho que que estava em uma caminhonete Ford Ranger, porém ele fugiu com medo de serem os assaltantes;

Ainda conforme a nota, os militares saíram em diligência para Itaporã para averiguar o local onde a quadrilha de roubo a banco havia sido abordada em janeiro, sendo que cerca de 20 quilômetros de Guaraí o veículo SW4, placa PSM 3000, cruzou com os militares em altíssima velocidade indo em sentido à BR-153, momento em que a equipe iniciou a tentativa de alcançá-lo, porém só obteve êxito dentro da cidade de Guaraí;

A equipe então, “convicta de serem os assaltantes”, conforme a nota, deu ordem de parada para o motorista, que arrancou com o veículo desobedecendo, momento em que foram efetuados disparos, de acordo com os oficiais, “com o único intuito de cessar a fuga”. O documento diz que o motorista só parou cerca de 60 metros após os últimos disparos, quando desceu do veículo, gritando: “Sou delegado, o carro não é meu, ele está na minha cautela”.

A nota diz que “em momento algum havia sido informado à Polícia Militar de Guaraí que o veículo abordado com assaltantes a banco havia sido disponibilizado para uso do delegado”.

Sindepol
Embora a nota informe que o delegado dirigia em alta velocidade, nesse domingo, 29, o Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Tocantins (Sindepol/TO) afirmou, por meio de nota que Souza estava “em baixa velocidade, desarmado e sozinho, conduzindo uma viatura descaracterizada”. O Sindepol diz que, de acordo com as investigações, “os militares efetuaram os disparos de dentro do veículo que conduziam sem antes se identificarem como militares e sem ao menos averiguar quem se encontrava no automóvel à frente (conduzido pelo delegado)”.

“Ação como essa é o reflexo de atos ilegais que são praticados de forma costumeira pela Polícia Militar do Estado do Tocantins, contrariando Recomendação do Ministério Público do Estadual. Isso demonstra ainda o perigo para a sociedade da atuação de um órgão armado extrapolando suas funções constitucionais”, afirma na nota a presidente do Sindepol, Cinthia Paula de Lima.

Prisão preventiva
O juiz plantonista em Guaraí, que não teve o nome divulgado, decretou no sábado a prisão preventiva dos militares Frederico Ribeiro dos Santos, João Luiz Andrade da Silva, Tiago Marinho Duarte Peres e Cleiber Levy Gonçalves Brasilino. O mandado foi expedido e cumprido ainda na noite de sábado e os policiais foram encaminhados para o Quartel da PM em Guaraí.

Entenda o caso
O delegado regional de Polícia Civil de Colméia, Marivan da Silva Souza, 39 anos foi atingingido com três tiros dado por policiais militares. Um dos tiros atingiu de raspão a cabeça, um segundo, na mão, e outro arrancou parte da orelha.

Souza recebeu os primeiros socorros no Hospital Regional de Guaraí e foi transferido para uma unidade de saúde particular em Palmas.

Leia a íntegrada da nota dos oficiais:

“Nota pública sobre a ocorrência envolvendo a PMTO e um delegado em Guaraí

A Turma de Oficiais do Quadro Combatente (Aspirantes 2007), vem a público REPUDIAR as notas publicadas por entidades policiais civis, e ESCLARECER os fatos omitidos até agora sobre a ocorrência na cidade de Guaraí-TO, onde por fatalidade um Delegado da Polícia Civil foi ferido em uma abordagem feita por policias do Batalhão de Choque.

Como ocorreram os fatos
1- O Batalhão de Polícia de Choque (BPCHOQUE) é uma unidade de elite da PMTO com jurisdição em todo o Estado, cujas funções são de preservação e restauração da ordem
pública, inclusive nos casos de roubo a Instituições financeiras no Estado;

2- A equipe do BPCHOQUE estava em diligência na região de Guaraí em virtude do roubo a um Carro Forte em Presidente Kennedy, na tarde do dia 27 (sexta-feira);

3- As equipes de serviço no local trabalhavam com suspeitas do roubo ter sido cometido por uma quadrilha de roubo a bancos abordada na cidade de Itaporã-TO no mês de janeiro, onde na abordagem foi localizado um veículo SW4, cor branca, placa PSM 3000;

4- Na manhã do dia 28, a equipe do BPCHOQUE foi informada por um chacareiro que no fim da tarde do dia anterior (data do roubo ao Carro Forte), indivíduos em uma SW4 branca de vidros escuros e rodas pretas a qual se deslocava sentido Itaporã, tentaram abordar seu filho
que estava em uma caminhonete Ford Ranger, porém o mesmo fugiu com medo de serem os assaltantes;

5 – Sabendo do ocorrido as equipes saíram em diligência para a cidade de Itaporã para averiguar o local onde a quadrilha de roubo a banco havia sido abordada em janeiro, sendo que aproximadamente a 20km de Guaraí o veículo SW4, placa PSM 3000, cruzou com a equipe do BPCHOQUE em altíssima velocidade indo em sentido à BR 153, momento em que a equipe iniciou a tentativa de alcançá-lo, porém só obteve êxito dentro da cidade de Guaraí;

6- A equipe então, a qual usava colete balístico com a descrição da PMTO de forma ostensiva, convicta de serem os assaltantes, deu ordem de parada para o motorista, o qual arrancou com o veículo desobedecendo a ordem legal, momento em que foram efetuados disparos com o único intuito de cessar a fuga;

7- O motorista só parou cerca de 60 metros após os últimos disparos, momento em que desceu do veículo, gritando: “sou delegado, o carro não é meu, ele está na minha cautela”;

8- Ressalta-se que em momento algum havia sido informado à Polícia Militar de Guaraí que o veículo abordado com assaltantes a Banco havia sido disponibilizado para uso do delegado;

9 – Após ser identificado, a equipe do BPCHOQUE de imediato iniciou o socorro ao delegado, inclusive sendo auxiliada por uma enfermeira que estava próxima ao local;

10- Ao chegar a Viatura da cidade, o delegado foi colocado pelos integrantes do BPCHOQUE em seu interior e deslocaram para o hospital em continuidade à prestação de socorro;

11- No hospital, a equipe do BPCHOQUE se encontrou com o Comandante do 7o BPM, e se apresentaram voluntariamente se colocando à disposição da justiça militar;

12- Ao sair do hospital a equipe do BPCHOQUE se deslocou novamente ao local da abordagem a fim de preservá-lo, onde verificaram que objetos do Delegado haviam sido retirados do veículo por um policial civil, o qual, devido a este fato, foi qualificado na ocorrência;

13- Em seguida, os Policiais Militares do BPCHOQUE se deslocaram para o quartel do 7o BPM, onde permaneceram até o término do procedimento judiciário militar, na presença da Corregedoria da Corporação, ocasião em que os militares prestaram depoimento e entregaram suas armas para perícia;

Sobre a prisão preventiva
Quanto à Prisão Preventiva decretada em desfavor dos Policias Militares, esta turma acredita que a mesma não preenche os requisitos legais conforme o ordenamento jurídico brasileiro razão pela qual merece ser revista, caso contrário ficará a sensação de que os militares estão presos pelo simples fato de serem POLICIAIS MILITARES, visto que o mesmo tratamento não foi dado em ocorrências ainda mais graves envolvendo outras forças policiais.

Da conduta e capacidade dos policiais militares envolvidos no fato
Os policiais militares lotados no Batalhão de Polícia de Choque possuem cursos especializados de altíssimo nível, tendo comportamento excepcional, e possuem uma rotina diária de treinamento, que os capacitam para atuarem nas ocorrências de maior complexidade de forma técnica e profissional.

O capitão PM Cleiber Levy é um oficial de conduta exemplar, respeitado e querido em todas Unidades nas quais já trabalhou, casado, com dois filhos, pastor evangélico, instrutor dos Cursos de Rotam, Giro, GOC, e Força Tática, tendo contribuído com a formação de mais de 1000 policiais militares da PMTO desde seu ingresso na corporação, sendo integrante desta Turma de Oficiais, e admirado por sempre atuar de forma técnica e profissional.

Por fim, lamentamos a fatalidade ocorrida, desejando uma excelente recuperação ao Delegado Marivan Silva Souza, ressaltando a confiança na condução sensata da situação pelo judiciário e pelos comandantes das Instituições envolvidas e acreditando na capacidade de haver uma relação harmoniosa entre a Polícia Militar e Polícia Civil, visto que o conflito entre estas forças em nada contribuem para o bem estar da sociedade tocantinense.

Palmas, 29 de outubro de 2017.”

Site:Clebertoledo

Aluno é flagrado com arma de fogo caseira em escola pública do Tocantins

olegas de sala viram que o menor estava com um objeto na cintura e avisaram para a coordenação. Adolescente foi levado para uma delegacia.

Um estudante, de 16 anos, do Colégio Dom Alano em Palmas foi detido pela polícia após ser flagrado com uma arma de fogo caseira. O objeto foi encontrado dentro da bolsa dele. O caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (26).

O menor foi detido depois que os colegas de sala viram que ele estava com um objeto na cintura. Preocupados, os estudantes avisaram à coordenação da escola, que chamou a Polícia Militar.

O menor disse que só queria mostrar a arma para os colegas. Segundo a polícia, a arma não estava carregada, mas é capaz de disparar.

O adolescente foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente, onde está sendo ouvido. A escola seguiu com as atividades normalmente.

G1/Tocantins

Deputados questionam reajuste de data-base de servidores comissionados da Defensoria Pública

A matéria foi aprovada na primeira fase de votação.

Um projeto complementar de autoria da Defensoria Pública do Estado causou polêmica durante votação da Ordem do Dia da sessão matutina desta quarta-feira, dia 25. A proposta se refere ao reajuste anual da data-base dos servidores comissionados, de 3,98%.

A matéria foi aprovada na primeira fase de votação, mas o presidente Mauro Carlesse (PHS) anunciou que vai retirar a matéria da pauta antes de ser colocada em discussão na segunda fase para ser analisada pela Procuradoria da Casa.

Os parlamentares alegaram que o Governo não tem condições de conceder reajustes a servidores comissionados, uma vez que os benefícios não foram concedidos a funcionários efetivos do Executivo com a justificativa de contenção de gastos.

Para o deputado José Bonifácio (PR), a votação é considerada ilegal do ponto de vista jurídico, já que uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), segundo o parlamentar, suspendeu a concessão de benefícios para servidores de Estados que estão em dívida ou buscando renegociação.

O atraso no pagamento do duodécimo do Legislativo e a não-liberação das emendas parlamentares também foram alvo de críticas dos deputados na manhã de hoje. O deputado Eli Borges (PROS) disse que a falta de repasse dos recursos prejudica a população, que conta com as emendas para a realização de obras e serviços nas cidades do Estado.

Já o deputado José Augusto Pugliese (PMDB) afirmou não haver justificativa para os atrasos, uma vez que o Governo conta com previsão orçamentária elaborada pelo próprio Executivo. Ele cobrou uma atitude enérgica dos órgãos e poderes fiscalizadores, e propôs uma audiência para debater o assunto.

“Uma gestão que já está terminando seu terceiro ano de mandato não pode continuar se apropriando indevidamente de recursos alheios. Refiro-me principalmente aos valores descontados dos servidores do Igeprev, Plansaúde e empréstimos consignados que não são repassados aos bancos, deixando o funcionalismo com o nome sujo”, desabafou Pugliese.

Maisa Medeiros.
Foto: Clayton Cristus

Estudante de direito morre em acidente em Palmas envolvendo moto e viatura da PM

No acidente o estudante de Direito, Jeferson Rodrigues, faleceu em decorrência dos ferimentos.

Um grave acidente ocorrido à meia noite desta quarta-feira, 25, na região Sul de Palmas, envolvendo uma viatura da Polícia Militar e uma motocicleta, deixou uma vítima fatal. No acidente o estudante de Direito.

O acidente ocorreu na Marginal Oeste, em frente ao supermercado Quartetto, no setor Santa Bárbara. Conforme informações iniciais apuradas pelo T1 Notícias, dois rapazes que estavam na motocicleta haviam sido assaltados e estavam a caminho da delegacia para registrar a ocorrência.

Segundo a PM, o motorista da viatura revelou que os policiais trafegavam pela marginal Oeste, no sentido Norte/Sul, para atendimento de uma ocorrência de acidente de trânsito com vítima na Avenida Goiás, no setor Santa Bárbara. “Nas proximidades do supermercado Quartetto, a motocicleta Honda CG 150, vermelha, saiu da Rua 19-A, no sentido oeste/leste, adentrando na marginal oeste, sem observar o tráfego local, colidindo na viatura”.

Ainda segundo a PM, o condutor da viatura perdeu o controle da direção, levando o veículo a capotar várias vezes. Os policiais militares foram encaminhados ao Hospital Geral de Palmas com lesões, onde foram atendidos e tem quadro de saúde estável. O passageiro da motocicleta também foi atendido no HGP com lesões. O corpo do estudante foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Palmas.

Jeferson Rodrigues tinha 21 anos e cursava o 4º período de Direito no Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra).

Viatura da PM teria capotado várias vezes.
T1noticias

Marido acusado de matar professora de teatro em 2010 enfrenta júri popular

Corpo da vítima foi encontrado na estrada para a praia do Prata, em Palmas. Crime aconteceu após mulher descobrir empréstimos feitos pelo marido no nome dela.

Está sendo jugado nesta terça-feira (24) no fórum de Palmas o marido da professora Elizabeth Contini Abílio. João Abílio é acusado de ter matado a mulher em julho de 2010. O corpo da vítima foi encontrado na estrada para a praia do Prata, com mãos e pés amarrados, e enrolado em uma lona. O julgamento em júri popular começou pela manhã e continua durante a tarde.

Conforme investigação da polícia e a denúncia do Ministério Público Federal, o crime aconteceu porque a professora descobriu que o marido fazia empréstimos bancários no nome dela para bancar festas e amantes.

Se for condenado, o réu pode pegar de 12 a 30 anos de prisão. Independentemente do resultado do julgamento desta quarta-feira, os envolvidos podem recorrer da decisão.

Em entrevista à TV Anhanguera, João Abílio negou as acusações e disse não saber quem matou a professora. Segundo o réu, há várias falhas no laudo da perícia científica. A defesa dele contratou um perito particular para fazer uma análise do laudo oficial da polícia.

Elizabeth dava aulas de teatro no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, em Palmas.

G1 Tocantins

Deputados destacam empenho da Assembléia na votação de empréstimo para construção de ponte

O projeto foi aprovado, por unanimidade, no mês passado dois dias após sua entrada na Casa.
Os deputados estaduais destacaram nesta segunda-feira, 23, durante o lançamento das obras da ponte sobre o rio Tocantins em Porto Nacional, a agilidade na votação do pedido de empréstimo do Governo à Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 130 milhões. O projeto foi aprovado, por unanimidade, no mês passado dois dias após sua entrada na Casa.

Para o presidente da Assembleia, Mauro Carlesse (PHS), a aprovação “em tempo recorde” foi possível porque todos os parlamentares sabem da importância do empreendimento. “A falta da ponte estava prejudicando o desenvolvimento de Porto Nacional e de todo o Tocantins. Então, a Assembleia tem tido um papel muito importante na aprovação dessa e de outras matérias, que vêm melhorando a vida da nossa população”.

Carlesse pediu também empenho do Executivo estadual no sentido de viabilizar a construção da rodovia Transbananal (TO-500), ligando o Tocantins ao Mato Grosso, segundo ele, fundamental para o desenvolvimento dos dois estados.

Naturais de Porto Nacional, os deputados Toinho Andrade (PSD), Valdemar Junior (PMDB), Nilton Franco (PMDB), Cleiton Cardoso (PSL) e Wanderlei Barbosa (SD) também destacaram a importância estratégica da obra para o Tocantins, o centro do país e, particularmente, para o município de Porto Nacional.

A ponte

A antiga ponte tem 900 metros e liga o tráfego da TO-050, pelo trevo da TO-255 com a TO-070 até a BR-153. Ela foi construída entre os anos de 1976 e 1979. Danos estruturais fizeram com que o trânsito pesado fosse limitado e atualmente os veículos que ultrapassam 30 toneladas de peso não podem usar a estrutura. Essa limitação de peso começou em 2011.

De acordo com informações do Governo do Estado, a nova ponte terá 1.488 metros de extensão, sendo 1.088 de vão e 400 de aterro. A substituição da estrutura é considerada fundamental para o desenvolvimento do Estado, uma vez que vai integrar o sistema logístico da região.

(Bia Nakamura/Rubens Gonçalves)

Bebê sai ileso após carro ser lançado contra pé de pequi e capotar em acidente

Criança de um ano estava em cadeirinha. Carro era conduzido pelo pai, que teve escoriações durante batida em avenida de Palmas.

Um carro capotou após se chocar com outro, ser arremessado para fora da pista e bater em um pé de pequi. O acidente aconteceu na avenida Teothônio Segurado, em Palmas, na manhã desta terça-feira (24), por volta das 8h.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, no veículo que capotou havia um homem de 37 anos que sofreu escoriações e o filho dele de apenas 1 ano, que estava na cadeirinha e não teve nenhum ferimento. Eles foram levados para a Upa Norte.

Conforme os Bombeiros, o condutor do outro carro não se feriu. A equipe também atuou para evitar um incêndio, já que houve derramamento de óleo na pista. A avenida não chegou a ser interditada.

G1/TO

Criminosos explodem caixa eletrônico de agência bancária no Tocantins

Segundo a polícia, homens não conseguiram levar dinheiro. Caso ocorreu na agência do banco Itaú, na região sul da capital.

Um caixa eletrônico da agência do banco Itaú, localizada na quadra 602 Sul, em Palmas, foi explodido na madrugada desta sexta-feira (20). O equipamento ficou destruído, mas segundo a polícia, os homens não conseguiram levar dinheiro.

O caso ocorreu por volta das 2h. Após a explosão, o alarme acionou e a polícia foi informada. Os policiais foram até o local, mas não encontraram os criminosos. A péricia foi chamada e está no local.

G1/TO

Adolescente coloca fogo em lençol dentro de centro de internação em Palmas

Caso aconteceu no Centro de Internação Provisório de Palmas (Ceio). A Secretaria de Cidadania e Justiça informou que o tumulto foi controlado rapidamente.

Um adolescente que está no Centro de Internação Provisório de Palmas (Ceio), colocou fogo em uma corda feita com lençol, conhecida com Teresa. O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (12).

De acordo com a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça não chegou a haver uma rebelião porque o tumulto foi controlado rapidamente. A Secretaria informou que a segurança no lugar foi reforçada.

G1/TO

Tocantins não terá horário de verão; veja o que muda

Fonte: G1 TO

Agências bancárias do estado abrirão e fecharão mais cedo. Nos Correios, o horário de atendimento não vai mudar.

O horário de verão começa a partir da próxima segunda-feira (15) e segue até o dia 18 de fevereiro do ano que vem. Este ano, mais uma vez, o Tocantins não foi incluído na medida, mas alguns horários vão mudar.

Nas agências bancárias, o horário de atendimento começa uma hora mais cedo e também termina com uma hora de antecedência. As agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil em Palmas, por exemplo, vão abrir às 10h e fechar às 15h.

Nos Correios, o horário de atendimento não vai mudar. As agências abrirão às 9h e fecharão às 17h. Mas para que o produto siga no mesmo dia com destino a outro estado, a postagem deverá ocorrer com uma hora de antecedência.

Segundo informações da Infraero, os aeroportos nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste do país funcionarão de acordo com a programação do horário de verão. Nessas regiões, os moradores devem adiantar os horários em uma hora.

Os estados das regiões Norte e Nordeste não participarão do horário de verão. Por causa disso, a Infraero recomenda que, em caso de dúvidas sobre horários de voos, os passageiros entrem em contato com as respectivas companhias aéreas.