Cantinho do artista, Destaque

Artista que morreu ao cair de penhasco é homenageado com exposição de obras inéditas

Telas da mostra “Os Jardins de Pierre de Freitas” estão expostas no prédio do Tribunal de Justiça. Artista morreu no início do ano enquanto tirava selfie do alto de uma serra.

Faz mais de cinco meses que o artista plástico Pierre de Freitas morreu, mas sua obra e criatividade continuam encantando. Nesta quarta-feira (21) foi aberta uma exposição para homenagear o artista. São 16 telas inéditas que foram produzidas por Pierre nos últimos dois anos. A mostra “Os Jardins de Pierre de Freitas” está aberta ao público até o dia 3 de agosto no hall do Tribunal de Justiça do Tocantins, em Palmas.

Pierre morreu no dia 15 de janeiro após cair de um penhasco na região da Serra do Carmo, na zona rural de Palmas. Segundo os Bombeiros, ele caiu de uma altura de cerca de 70 metros enquanto tentava tirar uma selfie.

A exposição emocionou os visitantes que compareceram na abertura do projeto TJ Cultura. A mulher de Pierre, Thessa Freitas, disse que o marido estava planejando uma exposição e que gostaria que fosse no Tribunal de Justiça.

Motociclista de artista também foi exposta no prédio do Tribunal de Justiça (Foto: Carlos Gomes/TV Anhanguera)
Motociclista de artista também foi exposta no prédio do Tribunal de Justiça (Foto: Carlos Gomes/TV Anhanguera)

“Eu fiquei surpresa quando eles me ligaram para falar que gostariam de homenagear Pierre porque ele já estava montando uma exposição e tinha pensado justamente em fazer no prédio do TJ, por causa do espaço, já que as obras são grandes”, contou.

Thessa relembrou que quando o artista chegou ao Tocantins, a primeira mostra organizada por ele foi realizada no prédio do tribunal. “Foi uma linda homenagem, muito emocionante. Eles fizeram a exposição com muito carinho”, disse ela.  

Além das telas, a motocicleta do artista também está exposta. Pierre era apaixonado por motos, gostava de fazer trilhas e participava de um motoclube na capital. 

Pierre de Freitas (Foto: Arquivo Pessoal)
Pierre de Freitas (Foto: Arquivo Pessoal)

Morte

O artista plástico Pierre de Freitas morreu após cair de um penhasco na região da Serra do Carmo, na zona rural de Palmas, no dia 15 de janeiro deste ano. O acidente aconteceu em uma trilha de difícil acesso. Segundo os Bombeiros, ele caiu de uma altura de cerca de 70 metros.

A perícia esteve no local e informou que, segundo relatos de testemunhas, ele estava no topo tentando fazer uma selfie, quando escorregou e caiu.

Pierre tem o título de Cidadão Palmense pelo trabalho artístico e foi presidente da Fundação Cultural de Palmas entre 2008 e 2010. Ele também era professor e tatuador.

G1/TO

Esta postagem foi publicada em 22 de junho de 2017, 17:08 e está arquivada em Cantinho do artista, Destaque.