domingo, agosto 14, 2022

Últimas Notícias

Grávida de gêmeos perde bebê após ser empurrada por assaltante no TO

Ela foi agredida porque não tinha celular para entregar ao criminoso.
Uma das crianças sobreviveu; agressão foi registrada em Gurupi

Uma mulher sofreu um aborto espontâneo após ser empurrada por um criminoso durante um assalto em Gurupi, no sul do estado. Nilzélia de Assunção Silva, de 30 anos, estava no sexto mês de gravidez, grávida de gêmeos. A vítima conta que foi agredida porque não tinha um celular para entregar aos ladrões. O outro bebê sobreviveu.

A agressão ocorreu na última terça-feira (10), no centro de Gurupi, quando ela foi em uma Policlínica para marcar exames.

“Quando estava voltando chegaram dois homens de moto, com capacete, e o que estava na garupa desceu e pediu o celular. Ele puxou minha sacola que acabou rasgando. Aí viu que não tinha nada, nem dinheiro. Foi aí que me empurrou e eu acabei caindo na calçada”, contou a vítima.

Após ser socorrida por um motorista que passava pelo local, Nilzélia foi levada para o Hospital Regional de Gurupi. Lá ela teve um aborto e perdeu o menino que estava esperando. O outro bebê, uma menina, sobreviveu e a mãe recebeu alta no mesmo dia.

“É revoltante e a gente se sente muito insegura. Não tem hora não tem lugar, a qualquer momento você pode ser assaltado. Nem dentro da sua casa não tem segurança nenhuma”, desabafou.

Essa foi a quarta vez que a mulher foi assaltada em Gurupi. “O meu pedido é segurança. Principalmente para minha filha que está vindo agora”, afirmou a mãe.

Segundo a mãe da vítima, Maria Luiza, a Polícia Militar registrou o caso. O G1 procurou a corporação, mas o setor responsável por passar informação não estava em serviço. A família ainda não registrou a ocorrência na Polícia Civil.(fonte:g1)

Últimas Notícias

spot_imgspot_img

Não deixe de ler

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS

Quer ficar informado em primeira mão? Se cadastre na nossa Newsletter e receba o Mapa da Notícia no seu e-mail.