terça-feira, agosto 16, 2022

Últimas Notícias

‘Chance é de não andar mais’, diz pai de aluno baleado em escola do TO

Médicos teriam informado que bala está alojada na coluna
Estudante foi atingido quando criminosos invadiram unidade em Araguaína

“Me disseram que a bala está alojada na coluna. A chance maior é dele não andar mais”, informou Darci Pereira, pai do jovem baleado em uma escola estudual de Araguaína, no norte do estado.Eduardo Soares Ribeiro, de 19 anos, foi atingindo com um tiro nas costas, na noite desta terça-feira (7), quando criminosos invadiram o local e fizeram um arrastão.

Abalado, o pai não se conforma com o que aconteceu. “Muito difícil. É ruim porque é um cabra [sic] novo, trabalhador”, disse emocionado.

No assalto, pelo menos sete criminosos participaram da ação. Eles conseguiram pular o muro da escola. Dois deles estavam armados e usavam capuz. Os assaltantes abordaram o vigia da unidade e subiram as escadas até o segundo piso, onde estavam professores e alunos. Eles roubaram os estudantes que estavam no pátio e na quadra de esportes. Levaram aparelhos celulares, relógios e pulseiras, conforme a PM.

A Polícia Militar informou que conseguiu conduzir quatro suspeitos de participação no assalto, todos menores. Mas eles foram liberados porque não foram reconhecidos.

Funcionários afirmam estar inseguros com a situação na escola. “Nós trabalhamos em local que é de acesso difícil. É um local escuro, é um prédio amplo e a gente vê o descaso da Segurança Pública”, disse uma funcionária que preferiu não se identificar.

Segundo a PM, o policiamento é realizado no local, mas não é possivel disponibilizar policiais especificamente para atuarem no local.

“Infelizmente não podemos dispor de um efetivo para ficar dentro da escola para garantir essa segurança, mas o patrulhamento é feito e vai continuar sendo realizado principalmente nesses lugares mais desertos. Aquela escola é mais afastada e de uma facilidade para que o crime ocorra devido iluminação, afastamento e lotes em volta”, afirmou a comandante da PM, Patrícia Murussi Leite.

Assalto
A polícia informou que pelo menos sete criminosos pularam o muro da escola. Dois deles estavam armados e usavam capuz. Os assaltantes abordaram o vigia da unidade e chegaram onde estavam professores e alunos. Eles levaram aparelhos celulares, relógios e pulseiras.

No momento, alguns estudantes praticavam esportes na escola. Segundo a polícia, quando viu que se tratava de um assalto, Ribeiro ficou amedrontado e tentou fugir. Foi neste momento que ele foi baleado.

Após a ação, os homens pularam o muro da unidade e fugiram. O estudante foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Regional deAraguaína.

Eduardo segue internado na ala vermelha do hospital, onde ficam pacientes em estado grave. Ele passa por exames e deve ser submetido à cirurgia.(fonte:g1/to)

Últimas Notícias

spot_imgspot_img

Não deixe de ler

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS

Quer ficar informado em primeira mão? Se cadastre na nossa Newsletter e receba o Mapa da Notícia no seu e-mail.