Saúde de Palmeirópolis suspende a vacinação contra a Covid-19 de adolescentes após notificação do Ministério da Saúde

A medida foi tomada após o Ministério da Saúde publicar uma nota técnica pedindo a interrupção

Nesta quinta-feira (16), estavam agendados adolescentes acima de 12 a 17anos sem comorbidades para serem vacinados amanhã, sexta-feira. Mas, após o recebimento da recomendação, a saúde cancelou os agendamentos.

Ainda não há definição sobre como vão ficar os públicos da vacinação contra a Covid-19 no Tocantins após a nota informativa em que o Ministério da Saúde recua da recomendação para vacinação de adolescentes sem comorbidades.

A nova orientação foi criticada pelo governo estadual. A Secretaria Estadual de Saúde classificou a nota do Ministério como ‘confusa’ e disse que a mudança de orientação é ‘controversa’.

O governo estadual disse ainda que vai se reunir com representantes de outros estados e dos municípios tocantinenses para definir o que fazer. Esta reunião ainda não tem data para acontecer.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado da Saúde informa que segue irrestritamente o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde (MS) e, portanto, seguirá as determinações da Nota Técnica n° 1/2021-SECOVID/GAB/SECOVID/MS, a qual revisou e restringiu a recomendação sobre a imunização contra Covid-19, em adolescentes de 12 a 17 anos.

A SES destaca que a partir de agora – até que venham novas recomendações do MS – no Tocantins, a vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos, está restrita aos jovens com comorbidades, que apresentem deficiência permanente ou que estejam privados de liberdade.

Palmas, 16 de setembro de 2021

Da redação

Deixe um comentário