A área do alerta vermelho para umidade muito baixa foi reduzida de 10 para 7 cidades. Enquanto isso, o Bico do Papagaio pode esperar chuvas de até 50 milímetros.

Os dois extremos do território do Tocantins vivem situações climáticas opostas. Enquanto as regiões sul e central do estado seguem com alertas para a baixa umidade relativa do ar, a parte norte se prepara para a chegada de tempestades.

Os dois alertas são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Na região sul, o número de cidades na área do aviso vermelho, o mais grave de todos, reduziu de 10 para 7.

Mesmo assim, o ar continua extremamente seco em: Arraias, Aurora do Tocantins, Combinado, Lavandeira, Novo Alegre, Palmeirópolis e Paranã. Há também alertas laranja e amarelo para boa parte do território do Tocantins, que inclui cidades como Palmas e Gurupi.

A situação é semelhante ao registrado no sábado (11), com umidade abaixo dos 12% em alguns municípios quando o mínimo recomendado pela Organização Mundial da Saúde é de 60%.

Confira aqui as orientações para os moradores desta regiões.

Já o novo alerta de tempestades, na região norte, é de cor amarela. Esta é a classificação mais leve no sistema de alertas do Inmet, significando ‘perigo potencial’. São 33 cidades do Tocantins na área afetada pelo aviso.

A lista completa está no site do Inmet.

Os moradores destas cidades devem esperar chuvas de até 50 milímetros por dia, que podem ser localmente fortes. Também são esperadas rajadas de vento de até 60 km/h.

O risco de alagamentos e cortes de energia é considerado baixo. Mesmo assim a recomendação é que o morador não fique perto de árvores ou placas de publicidade enquanto chove.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here