O suspeito congelou o corpo e envolveu-o em ligaduras para absorver os fluídos

A polícia austríaca descobriu no último sábado, o corpo de uma mulher de 89 anos, que morreu há mais de um ano, e que foi mumificado pelo filho, que a matou.

A AFP refere que o homem mumificou o corpo da mãe para continuar recebendo a sua pensão.

O suspeito vivia com a mãe perto de Innsbruck. Num comunicado, a polícia austríaca esclarece que a vítima morreu em junho do ano passado.

O homem, cuja identidade não foi revelada, admitiu durante o interrogatório que congelou o corpo da mãe com sacos de gelo e manteve-o no porão da casa. Depois envolveu o corpo em ligaduras para absorver os fluídos corporais.

“Cobriu o corpo com areia para gatos e, finalmente, mumificou-o”, explicou Helmut Gufler, o chefe da unidade de fraude da segurança social da polícia austríaca, em declarações à ORF.

O corpo só foi descoberto depois de um carteiro que entregava a pensão ter pedido ao suspeito para ver a sua mãe. Quando o suspeito recusou, o carteiro dirigiu-se à polícia.

O homem recebeu 50 mil euros (aproximadamente 330 mil reais) da pensão da mãe desde junho do ano passado.

Por noticia ao minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here