Colaboradores da Energisa contribuíram para as doações.

Ação faz parte do Movimento Energia do Bem.

A segunda etapa da ação humanitária de combate à fome, realizada pela Energisa, começou nesta semana com a doação de 1.466 cestas básicas no Tocantins. A iniciativa faz parte do Movimento Energia do Bem, criado pela própria empresa para viabilizar ações emergenciais que ajudem a superar a crise humanitária provocada pela Covid-19. A primeira etapa aconteceu entre outubro e dezembro de 2020, em que 200 famílias foram atendidas com cestas básicas durante três meses, com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Agora, a iniciativa contou com um ingrediente especial: o voluntariado dos colaboradores da concessionária, que contribuíram com parte dos recursos para aquisição dos mantimentos. O conceito da iniciativa é inovador, pois funciona por meio de financiamento coletivo (matchfunding), em que, a cada real que o colaborador doa, a empresa coloca mais um real. Nessa ação, mais de um milhão de reais foram arrecadados em conjunto.

O diretor-presidente da Energisa Tocantins, Alessandro Brum, conta que a adesão dos colaboradores ao movimento Energia do Bem foi expressiva e mostra que carregam em si os valores da empresa, como o compromisso com a comunidade, o hoje e o futuro. “Temos orgulho em ver como nossos colaboradores são engajados e querem ajudar a nossa comunidade. Com a união dos recursos, estamos alcançando centenas de famílias que estão precisando”, afirma Brum. Nos próximos meses, mais cestas básicas serão doadas. O Grupo Energisa vai doar mais de 14 mil cestas, totalizando 329 toneladas de alimentos, nos 11 estados onde atua.

A Federação das Apaes do Tocantins recebeu a doação e vai entregar para 400 famílias carentes de Dianópolis, Paraíso e Tocantinópolis. Cada família será assistida com doações durante três meses. “Nós trazemos os nossos agradecimentos a cada um, pois sabemos que é um trabalho realizado por várias mãos. É a doação, a dedicação, o tempo e o carinho de vocês da Energisa para com nossas Apaes. Esta doação certamente ajudará muitas famílias que estão precisando. A Energisa tem um projeto grande, além desse movimento. Já são 18 anos nos apoiando no Tocantins com o projeto Apae Energia, que faz arrecadações mensais por meio da conta de energia”, agradece a presidente da Federação, Marciane Machado Silva.

A Federação Nacional dos Índios (Funai) também foi contemplada com as doações que vão beneficiar 200 famílias indígenas do Tocantins. Cada família receberá uma cesta básica. “Essa doação das cestas básicas veio em um momento muito importante! Devido a questão do isolamento social provocado pela pandemia, eles necessitam muito desse apoio. Essa doação será destinada ao povo Krahô, na região de Itacajá. Estamos muito felizes com mais esse apoio da Energisa”, comenta a chefe da divisão técnica da Funai, Maria Doroteia Fernandes.

Segundo levantamento da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar, 19 milhões de brasileiros passam fome no país, especialmente os lares chefiados por mulheres, em que 11,1% afirmaram estar passando fome.

“Nosso propósito vai além de distribuir energia e temos compromisso com a sociedade onde atuamos. Esperamos que este momento seja um embrião de muitos outros que possam vir, e que nós possamos ser um vetor de estímulo a outras empresas para, também, abraçar causas sociais”, destaca Alessandro Brum.

Outras iniciativas do Movimento Energia do Bem

O Movimento Energia do Bem promove ações para o enfrentamento da crise humanitária provocada pela Covid-19 em todos país. A iniciativa é do Grupo Energisa, que atua na distribuição de energia elétrica em 11 estados e já destinou mais de R$ 8 milhões à iniciativa.

No Tocantins, a empresa doou 600 cestas básicas, entre outubro e dezembro de 2020, para 200 famílias carentes de Tocantinópolis, em parceria com a Unesco. Também mobilizou os seus colaboradores para doações de kits de higiene e alimentos para apoio a instituições de atendimento a idosos nas áreas de concessão da companhia, incluindo o Tocantins. Resultado: entrega de mais de 1.300 itens de alimentação, higiene e limpeza a duas instituições de assistência a idosos no Tocantins: Casa de Idoso Sagrado Coração de Jesus, em Araguaína, e Lar de Idosos Divina Providência, em Tocantinópolis.

Na área da saúde, foram doados seis ventiladores pulmonares para a Secretaria de Saúde, que estão sendo usados nos hospitais do Tocantins. Esses aparelhos ajudam os pacientes a respirarem quando o sistema respiratório apresenta problemas. Trata-se de um item essencial para o tratamento da Covid-19. A Energisa ainda doou 7.600 máscaras para uso da Secretaria de Estado da Saúde e para o projeto SOS Tocantins.

Confira todas as ações do Movimento Energia do Bem acessando o site https://www.movimentoenergiadobem.com.br/

Sobre a Energisa

Com 116 anos de história, o Grupo Energisa é o maior privado do setor elétrico com capital nacional e o também o maior na Amazônia Legal. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. O Grupo atende a 8 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de mais de 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, transmissão, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de call center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora), soluções em energias renováveis (Alsol) e agora a fintech Voltz, que entra no mercado de contas digitais.

Energisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here