Um homem de 22 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (27) em Nova Olinda, na região norte do Tocantins, suspeito de matar Douglas Pereira da Silva de 29 anos. Segundo as investigações da Polícia Civil, a vítima foi assassinada com tiros e golpes de faca porque teria furtado uma arma que pertencia a uma facção criminosa.

O investigado foi preso durante a Operação Hórus, que é vinculada ao Ministério da Justiça.

Segundo a polícia, o crime aconteceu em Xambioá, no dia 10 janeiro, por volta das 21h na rua Justiniano Pereira. As polícia afirmou que o homem preso agiu com a ajuda de mais dois comparsas, que também foram indiciados e estão foragidos.

Conforme apurado durante a investigação, Douglas Pereira foi morto uma semana após o furto de uma arma de fogo de um grupo criminoso. As três pessoas suspeitas de participar do homicídio integravam a facção criminosa.

Após a prisão, o homem foi levado para a delegacia e depois encaminhado à Casa de Prisão Provisória (CPP) de Araguaína.

A Operação Hórus tem objetivo de impedir a prática de crimes em fronteiras. Nesta quinta a ação foi realizada pela 23ª Delegacia de Xambioá, policiais civis do GOTE e da DEIC-Araguaína e com apoio da Polícia Militar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here