Estabelecimento cavava poço irregular e lançava resíduos em via pública.
Donos da obra não tinham autorização para construção de poço artesiano

Uma empresa da região sul de Palmas terá que pagar multa de R$ 40 mil por dois crimes ambientais. Segundo a Prefeitura de Palmas, a Guarda Metropolitana Ambiental autuou o estabelecimento na tarde desta terça-feira (3), no Jardim Aureny I, por poluição ambiental e construção irregular de poço artesiano.

A primeira infração encontrada foi a instalação e funcionamento de obra potencialmente poluidora. Isso porque a empresa fazia utilização de recursos ambientais sem autorização e licença do órgão fiscalizador. Essa infração rendeu uma multa de R$ 25 mil.

Uma segunda autuação multou a empresa em R$ 15 mil, por lançar resíduos oleosos e lama em via pública. A poluição era lançada por uma máquina de perfuração de poço semi-artesiano, também sem autorização.

Empresa lançava resíduos oleosos em via pública (Foto: Divulgação/GMP)
Empresa lançava resíduos oleosos em via pública (Foto: Divulgação/GMP)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here