A responsabilidade do momento nem deu espaço para nervosismo.

O corre-corre de uma equipe do Corpo de Bombeiros ganhou leveza e o choro da vida na noite desta segunda-feira (29) quando os socorristas auxiliaram uma gestante no trabalho de parto.

O chamado foi por volta das 21h30 e a viatura de resgate se dirigiu imediatamente para o Residencial Jardim Janaina, em Taquaralto, sul de Palmas.

A ação dos bombeiros precisou ser rápida, já que a mãe, Sara Rosa de Aquino, de 17 anos, tinha informado que a bolsa havia estourado e começava a fase ativa do parto. “Fui o primeiro a chegar na sala da casa, onde a gestante estava deitada sobre o colchão, no chão”, relata o 1º sargento Gilmar Ferreira de Sousa, que tinha em sua equipe o 3º sargento Carvalho e o soldado Moura.

Juntos, os três cuidaram de todo o passo a passo no processo, garantindo a chegada da criança com saúde e deixando a mãe tranquila.

“Ao chegar, identifiquei que a cabeça do bebê já estava coroando. Então, orientei a gestante a fazer força e assim pudéssemos acolher o bebê. Fizemos a rotação da cabeça e o desprendimento do ombro da criança, e ela nasceu sem nenhuma intercorrência”, contou Gilmar, em seu primeiro trabalho de parto como bombeiro.

Contudo, a responsabilidade do momento nem deu espaço para nervosismo. “Fiquei bem tranquilo. Tivemos que agir rápido que nem deu tempo para ficarmos apreensivos”, revelou o militar.

Com os devidos cuidados, a equipe tratou dos detalhes do pós-parto e levou a criança e a mamãe para o Hospital Dona Regina. “Quero agradecer a equipe de bombeiros pela ajuda maravilhosa que me deu. Foi uma força enorme, num dia tão especial pra mim, no dia em que minha princesinha nasceu. Os bombeiros me ajudam bastante. Deus os abençoe. Logo eu colocarei a Tayna para agradecer vocês também”, disse Sara Rosa.

AF Notícias.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here