Também não houve aplicação de provas nos 56 municípios no Amazonas.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve abstenção de mais de 50%, um recorde histórico. Em coletiva de imprensa neste domingo (17), o ministro da Educação, Milton Ribeiro, culpou “o medo a respeito da contaminação” e a “mídia”, que, segundo ele, fez um trabalho contrário ao Enem.

Entre os 5.523.023 inscritos nas provas impressas do Enem, 2.842.332 não compareceram neste domingo, o que representa uma abstenção de 51,5%. No ano passado, a abstenção foi de 23,1% no primeiro dia.

Não houve aplicação de provas nos 56 municípios no Amazonas, totalizando 160.548 inscritos, e em dois municípios de Rondônia (Espigão D’Oeste e Rolim de Moura), no total de 3.832 estudantes.

Na quinta-feira (14), o governo do Amazonas publicou um decreto suspendendo a aplicação do Enem 2020 no estado. A região está passando por grave crise na saúde pública, em decorrência da pandemia. As unidades hospitalares têm falta de leitos e oxigênio para os pacientes que estão enfrentado a doença. Nas duas cidades de Rondônia, os prefeitos decretaram lockdown.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, e o ministro Milton Ribeiro, realizaram coletiva com o balanço do primeiro dia de aplicação do Enem, que ocorreu neste domingo (17) em todo País, à exceção do Estado do Amazonas, em que as provas foram adiadas por causa do estado de calamidade pública causado pela pandemia de covid-19.

Os candidatos fizeram as provas objetivas de linguagens e ciências humanas, com 45 questões cada, e a prova de redação. Os portões foram abertos às 11h30 – meia hora mais cedo que o habitual, para evitar aglomerações na entrada. As provas começaram a ser aplicadas às 13h30, com término às 19h.

Reaplicação por doença infectocontagiosa

De acordo com o Inep, mais de 10 mil pessoas solicitaram a reaplicação por causa de doenças infectocontagiosas. Destas, 8.180 solicitações foram aceitas e 1.991 foram rejeitadas. Os participantes que foram diagnosticados com Covid-19 ou outras doenças após 16 de janeiro e não estiveram presentes no primeiro dia terão a oportunidade de enviar os laudos de 25 a 29 de janeiro.

O período para solicitação da reaplicação será reaberto nesta segunda-feira, 18 de janeiro, e seguirá até o próximo dia 23 para quem não puder participar do segundo dia do Enem por causa de doenças infectocontagiosas..

Eliminações

O Inep informou que 2.967 participantes foram eliminados neste primeiro domingo do Enem 2020.

São considerados motivos para eliminação: estar com aparelhos eletrônicos, utilizar materiais impressos, sair antes do horário permitido, não atender às orientações dos fiscais entre outros.

Estudantes impedidos de participar

Estudantes foram impedidos de entrar nos locais de prova por causa da lotação máxima estabelecida pelo Inep. Com isso, eles acabaram perdendo o primeiro dia de provas.

Segundo o Inep, o problema ocorreu em 11 locais de prova. O instituto alegou que os casos serão analisados e que os participantes que se sentirem prejudicados poderão solicitar a reaplicação a partir de 25 de janeiro.

Correção do Enem 2020

O Brasil Escola está corrigindo em tempo real as questões do Enem 2020. A correção de hoje já começou. No próximo domingo será a partir das 18h30.

Os gabaritos oficias das provas impressas do Enem 2020 serão divulgados somente no dia 27 de janeiro.

AF Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here