Cresce o número de registros no cadastro de inadimplentes no TO

Aumentaram também as consultas ao banco de dados do SPC.
Para associação, isso significa diminuição no número de consumidores.

Fonte:g1/to

Além da queda nas vendas, outro número preocupa os comerciantes: o aumento de novos cadastros nos órgãos de proteção ao crédito. Segundo pesquisa da Associação Comercial e Industrial de Araguaína, houve um aumento de 17% no número de registros em março de 2016, se comparado com o mesmo período do ano passado.

 O diretor de crédito da instituição, Alberto Luna, o aumento na inadimplência pode ser reflexo das compras do fim de ano.

“Quanto mais pessoas incluídas no banco de dados do SPC [Serviço de Proteção ao Crédito] mais ruim é para o comércio porque diminui o universo de potenciais compradores”, afirmou.

Outro número que cresceu foi o de consultas ao banco de dados de proteção ao crédito. Sinal de que o consumidor está cauteloso diante do cenário econômico. “Muita conversa sobre crise deixa as pessoas assustadas e as vezes não tomam iniciativa para resolver determinados assuntos, fazer novos investimentos ou compras que desejavam.”

Deixe um comentário