A meta estabelecida pela Sefaz era de R$ 247,9 milhões.

Mesmo com a crise econômica desencadeada pela pandemia do novo coronavírus, o Estado do Tocantins vem superando as metas de arrecadação estipuladas pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), segundo o Sindicato dos Auditores Fiscais (Sindifiscal).

A arrecadação de outubro ultrapassou os R$ 310 milhões, representando 125,24% da meta estipulada pela Sefaz para o mês, que era de R$ 247,9 milhões. A arrecadação de outubro também superou a de setembro, quando foram arrecadados R$ 306,5 milhões.

Os dados são da Coordenadoria de Arrecadação da Sefaz e revelam, conforme o Sindifiscal, um bom desempenho dos auditores fiscais ao longo do ano.

Todas as Delegacias Regionais da Receita Estadual conseguiram alcançar um percentual superior a 90% da meta estabelecida. Já outras, como Palmas, Porto Nacional, Pedro Afonso, Gurupi, Araguatins e Paraíso, superaram a meta de 100%. Araguaína atingiu 96,5%.

O presidente do sindicato, Santiago de Almeida, lembra que o bom resultado na arrecadação ocorre em um momento difícil, no qual o Estado, assim como o restante do país, enfrenta uma grave crise provocada pela pandemia, o que tem prejudicado toda a cadeia econômica.

“Mesmo em um momento de pandemia, os auditores fiscais continuam cumprindo sua missão. O trabalho profícuo de nossos colegas resultou em uma arrecadação recorde, garantindo recursos para que o Estado possa atravessar essa crise. Parabéns a todos os auditores fiscais e equipe da Secretaria da Fazenda pelo trabalho”, enfatizou o presidente.

Arrecadação por Delegacia da Receita Estadual

AF Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here