Operação Bonifrate: prefeito de Minaçu e outros sete têm prisão temporária prorrogada

Acolhendo pedido da Procuradoria de Justiça Especializada em Crimes Praticados por Prefeitos, a desembargadora Carmecy Rosa Maria Alves de Oliveira, do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, determinou a prorrogação da prisão temporária do prefeito de Minaçu, Maurídes Rodrigues Nascimento, e de outros sete suspeitos de envolvimento em fraudes em licitações da prefeitura. Eles permanecerão por mais cinco dias no Complexo Prisional de Aparecida, onde estão desde esta terça-feira (5/4), quando foi deflagrada a Operação Bonifrate (Veja sobre a operação no Saiba Mais).

No pedido foi destacada a importância da medida para a continuidade das investigações, tendo em vista que foi apreendido um volume considerável de documentos e materiais, que apontam fortes indícios de desvio de dinheiro público em benefício de particular, sendo necessária análise com maior precisão desse material e, consequentemente, fazer novos interrogatórios para esclarecimento dos fatos. Além disso, servidores do município ainda estão sendo ouvidos.

Ao acolher o pedido, a desembargadora reconheceu que, em liberdade, os réus poderão interferir na apuração dos fatos, seja coagindo ou orientando eventuais testemunhas a omitirem informações. (Texto e foto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social)

http://www.mpgo.mp.br

 

Deixe um comentário