Presos queimam colchões durante princípio de rebelião em Palmas

Segundo diretor, três celas ficaram danificadas, na CPP.
Um total de 25 presos foram levados para outras celas da unidade.

Presos da Casa de Prisão Provisória de Palmas queimaram colchões durante um princípio de rebelião, nesta quarta-feira (6). De acordo com o diretor de Administração, Infraestrutura Penitenciária Prisional, Darlam Rodrigues, três celas ficaram danificadas.

A ação dos detentos foi no pavilhão A, na ala três. Segundo Rodrigues, o fogo não atingiu outras celas porque os agentes penitenciários entraram rapidamente no local e fizeram a contenção.

Um total de 25 presos precisaram ser redistribuídos. Eles devem retornar às celas de origem em dois dias, quando serão concluídos os reparos nas unidades, como a pintura das grades e a recuperação do reboco.

http://g1.globo.com/to/tocantins

Deixe um comentário